Dias Toffoli deve receber alta nos próximos dias e ficar afastado do STF temporariamente
Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, deve ter alta médica nos próximos dias. De acordo com boletim médico divulgado nesta sexta-feira (29), o ministro apresentou melhora no quadro de saúde nas últimas 48 horas. De acordo com a Agência Brasil, Toffoli deve ficar em repouso domiciliar após deixar o hospital onde está internado em Brasília. 

 

No último sábado (23), o ministro passou por uma cirurgia para retirada de um "pequeno abscesso". Apesar do procedimento ter ocorrido bem, o ministro apresentou sintomas do novo coronavírus e ficou internado para observação. Os exames do magistrado deram negativo para Covid-19. Na ausência de Toffoli, o Supremo é comandado pelo vice-presidente, o ministro Luiz Fux. 

 

Leia na íntegra o boletim médico do ministro: 

 

"O presidente do STF, Ministro Dias Toffoli, foi internado no Hospital DFStar, no último dia 23, e submetido a um pequeno procedimento cirúrgico de urgência. Devido a um quadro de pneumonia, foram realizados testes específicos para covid-19, cujos resultados foram negativos. Houve melhora clínica significativa com as medidas terapêuticas implementadas nas últimas 48 horas, com previsão de alta para os próximos dias. O paciente permanecerá com a recomendação de repouso domiciliar, afastado das atividades laborais pelo menos por dez dias, quando será reavaliado pela equipe médica."

 

O boletim é assinado pelos médicos João Pantoja, pneumologista e diretor-geral do Hospital Copa Star; Ludhmila Abrahão Hajjar, cardiologista e intensivista do Villa Nova Star; Pedro Loretti, diretor-geral do DF Star; e pelo cirurgião Luiz Lobato.

Histórico de Conteúdo