MP-BA denuncia delegado por atos de racismo contra servidores no Carnaval de Salvador
Foto: Cláudia Cardozo/ Bahia Notícias

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) denunciou o delegado de polícia Vinícius Moreira Pereira de Souza Leão por crimes de discriminação e injúria raciais contra colegas de trabalho, cometidos durante o Carnaval 2020, quando ele atuou de plantão na Central de Flagrantes, localizada no Campo Grande. A denúncia foi oferecida à Justiça na quarta-feira (20). 

 

A denúncia foi baseada em um inquérito policial e foi oferecida pela promotora de Justiça Márcia Teixeira. Na peça consta que, no dia 25 de fevereiro, o delegado chamou um digitador que trabalhou na Central de “Buiú”, “apelidando-o mesmo sem qualquer intimidade”. O denunciado também se recusou a participar de um almoço de confraternização, no qual havia pessoas negras, falando que “não almoçaria com essa negrada”. 

 

Na denúncia, a promotora aponta ainda que o delegado retirou, “reiteradas vezes”, a vítima dos apelidos racistas das suas atividades laborais de digitador, para que ele o acompanhasse em suas refeições como “espécie de segurança pessoal”. Segundo a promotora de Justiça, as provas colhidas durante o inquérito policial, conduzido pela Corregedoria da Polícia Civil, foram “fundamentais” para o embasamento da denúncia. 

Histórico de Conteúdo