Morre jurista e deputado Luiz Flávio Gomes; ele foi diagnosticado com leucemia
Foto: Divulgação

O jurista, professor e político Luiz Flávio Gomes faleceu na madrugada desta quarta-feira (1º). Ele se afastou das atividades na Câmara dos Deputados em 2019 após ser diagnosticado com leucemia aguda. Diversos juristas já manifestaram pesar pela morte de Luiz Flávio Gomes. 

 

O jurista nasceu em maio de 1957, na cidade de Sud Menucci, em São Paulo, se formou em direito pela Faculdade de Direito de Araçatuba em 1979, tornou-se mestre em Direito Penal pela Universidade de São Paulo em 1989 e doutor em direito penal pela Universidade Complutense de Madri em 2001. 

 

Foi professor de direito penal e processo penal em vários cursos de pós-graduação, dentre eles a Facultad de Derecho de la Universidad Austral em Buenos Aires, Argentina, e Unisul, de Santa Catarina. Foi professor honorário da Faculdade de Direito da Universidad Católica de Santa María, em Arequipa, no Peru. 

 

Luiz Flávio Idealizou e fundou a rede de ensino LFG, em 2003, a primeira em formato tele presencial, no Brasil. A rede foi vendida para a Anhanguera, em 2008.  Além da atuação acadêmica, Luiz Flávio foi policial civil, delegado de polícia em 1980, promotor de justiça em São Paulo de 1980 a 1983, juiz de direito em São Paulo de 1983 a 1998, e advogado de 1999 a 2001. Na área política, foi deputado Federal pelo estado de São Paulo, exercendo o cargo desde 1° de fevereiro de 2019 e criou o movimento de combate a corrupção, “Quero um Brasil Ético”. 

Histórico de Conteúdo