Abrigos: Defensoria quer priorizar vacinação de gripe em crianças e adolescentes
Foto: Divulgação

A Defensoria Pública da Bahia (DP-BA) pediu a Prefeitura de Salvador que inclua crianças e adolescentes de abrigos e que cumprem medidas socioeducativas no grupo prioritário da campanha de vacinação contra a gripe. Segundo a Defensoria, esse grupo também é considerado prioritário após idosos e profissionais de saúde.  

 

No documento, a Defensoria Pública ressalta a grande densidade populacional das Unidades de Acolhimento Institucional, Comunidades de Atendimento Socioeducativo e programas de cumprimento de semiliberdade. Este grupo é formado por crianças e adolescentes distanciados de sua família devido a medidas protetivas de acolhimento ou cumprimento de medida socioeducativa. 

 

Na Recomendação da Defensoria são citadas como exemplo as crianças que estão nas Unidades de Acolhimento Pérolas de Cristo, as UAI (unidades Bonocô, Boca do Rio, Dois de Julho, Jardim Baiano, Pituaçu), Lar da Criança, Lar Vida, Acopamec (I e II), Caasah, OAF, Nova Semente, Instituição Cristã de Amparo ao Jovem, Lar Luz do Amanhã, Elcy Freire, Ajuda Social à Criança, Sociedade Eunice Weaver, Lar Fonte da Fraternidade, Campo da Paz, Benedita Camurugi, Casa da Ladeira, Cidade da Luz (Lar Luz do Amanhã), Fundação Cidade Mãe. 

 

Estão inseridas também as das Comunidades de Atendimento Socioeducativo (Case Salvador, Case Feminina Salvador, Case CIA) e programas de cumprimento de semiliberdade (Educar para Liberdade). 

Histórico de Conteúdo