Segunda, 11 de Novembro de 2019 - 14:00

Juiz baiano abre seleção para diretora de vara para mulher com deficiência, negra ou LGBT+

por Cláudia Cardozo

Juiz baiano abre seleção para diretora de vara para mulher com deficiência, negra ou LGBT+
Foto: Divulgação

O juiz Maurício Andrade de Salles Brasil, titular da 6ª Vara de Família, em Salvador, diante da aposentadoria da diretora de secretaria, abriu uma seleção destinada a ser suprida pelo sistema de cotas entre servidores do quadro de servidores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). A preferência é selecionar uma mulher com deficiência física, mulher negra e/ou moradora da periferia, ou uma mulher LGBT+.

 

De acordo com o aviso, a seleção visa “oportunizar as pessoas descritas nos perfis acima, historicamente excluídas de cargos como tais, cujo acesso é de livre indicação deste magistrado”. No texto, o juiz diz que reconhece o racismo estrutural na sociedade brasileira e a ausência de políticas públicas que alcancem a diversidade de pessoas excluídas das oportunidades no serviço público. Na assinatura, o juiz ainda reforça que o documento foi assinado aos “oito dias do novembro negro”.

Histórico de Conteúdo