Justiça deve julgar 6 mil casos de violência doméstica em todo país até sexta-feira
Foto: CNJ

A Semana Justiça Pela Paz em Casa deverá julgar 6 mil processos de violência doméstica cometida contra mulheres. Os julgamentos começaram nesta segunda-feira (26) e termina até a sexta-feira (30), em todo o país. A campanha é promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parcerias com os Tribunais de Justiça.

 

Na Bahia, durante os julgamentos, serão oferecidos diversos serviços à sociedade na sede do TJ-BA. Entre eles, estão: o cadastro e pesquisa de vaga de emprego, por meio do Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (Simm); inscrição no programa federal Bolsa Família; no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Também há orientações sobre litígios que possam ser solucionadas nos Centro Judiciários de Solução Consensual de Conflitos (Cejusc). Os participantes também podem aferir pressão ocular, arterial e glicemia.

 

De acordo com os dados do CNJ, tramitam no Judiciário brasileiro aproximadamente 940 mil processos de violência doméstica. Em relação aos casos de feminicídio, são mais de 11 mil processos.  Ao todo, os 11 mutirões da campanha Justiça pela Paz em Casa finalizaram 142 mil processos em casos de violência contra a mulher. Desde 2015, foram mais de mil Júris realizados para julgar casos de feminicídio e tentativa de assassinato.

Histórico de Conteúdo