Advogada que foi algemada abrirá escritório especializado em causas negras
Foto: OAB-RJ

A advogada Valéria dos Santos, que foi algemada dentro de uma sala de audiência, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, vai abrir um escritório especializado em causas negras. O escritório será montado em frente ao Fórum de Duque de Caxias, local onde foi algemada. O escritório terá como foco não somente a população negra, mas também as outras minorias.
 

A medida truculenta foi ordenada por uma juíza leiga, após a advogada pedir o direito de fazer uma contestação em favor de sua cliente. A juíza afirmou que queria encerrar a audiência, mas Valéria enfatizou que não havia terminado seu trabalho e feito as contestações do caso. A advogada afirmou que não sairia antes da chegada do delegado da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), responsável por atuar em casos de suspeita de desrespeito ao trabalho dos advogados. A juíza leiga não foi condenada pelo ato em um processo administrativo disciplinar.

Histórico de Conteúdo