Justiça mantém prisão preventiva de acusados por briga na Arena Joinville
Briga ocorreu durante partida no dia 8 de dezembro | Foto: Reuters
O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) manteve a prisão preventiva de 13 acusados de envolvimento na briga generalizada durante partida na Arena Joinville, no último mês de dezembro. A decisão da juíza substituta Luciana Lampert Malgarim foi publicada nesta segunda-feira (13), em resposta a pedidos de revogação das prisões. No documento, a magistrada sustenta que "pelos mesmos motivos já declinados na decisão que decretou a prisão preventiva [...] mantenho a prisão preventiva, por entender que, por ora, ainda se encontram presentes os pressupostos e fundamentos ensejadores da prisão preventiva, em especial a garantia da ordem pública". Informações do G1.

Histórico de Conteúdo