Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Domingo, 02 de Outubro de 2011 - 12:39

‘Essa é das minhas’, disse Dilma sobre corregedora Eliana Calmon

por João Gabriel Galdea

‘Essa é das minhas’, disse Dilma sobre corregedora Eliana Calmon
Presidente aprovou declaração polêmica de ministra corregedora
De acordo com a colunista Eliane Catanhêde, do jornal Folha de S. Paulo, a presidente Dilma Rousseff aprovou a declaração da presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Eliana Calmon, segundo a qual, há "bandidos que estão escondidos atrás da toga". Ao saber da repercussão que a frase causou, a líder nacional teria soltado um “essa é das minhas”, em referência à atitude destemida da ministra-corregedora baiana, que é contra a retirada dos poderes de punição do conselho que comanda. O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso, não gostou da afirmação e agora evita comentar o assunto. Sua ira foi acompanhada pela Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), autora da ação que pede a limitação do poder do CNJ em investigar juízes acusados de corrupção. Apesar dos muxoxos, os apoios a Eliana Calmon vieram de todos os lados, com destaque para a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que através do seu conselho federal, rechaçou o projeto de mudança nas regras do jogo em nome do “legítimo e democrático direito de proteger um dos pilares do estado democrático de direito”. Em tempo: um levantamento divulgado na última sexta-feira (30) apontou que metade das punições impostas pelo órgão fiscalizador a magistrados corruptos foram suspensas pelo STF.

Histórico de Conteúdo