Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 28 de Abril de 2022 - 11:30

Flashes:Exposição literária

por Adriana Barreto

Flashes:Exposição literária
Rayane Araujo | Foto: Divulgação

A escritora e jornalista Rayane Araujo, de 27 anos, participa de uma exposição literária no Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), localizado no Centro Administrativo (CAB), até o dia 29 de abril próximo. O evento acontece das 11h às 14h e conta também com a participação do jornalista Ari Donato, autor do livro A criação, não a Criatura.

No local, os interessados poderão adquirir as obras autografadas por apenas R$25,00.

O livro Eu odeio Ele foi publicado pela editora Cinco Gatas, e conta a história ficcional da trajetória de Priscila, uma adolescente que descobre segredos sombrios sobre o seu passado e assim precisa lutar para defender sua própria vida.

Com uma linguagem voltada para o público jovem, Rayane aborda temas como rejeição, liberdade, perdão e recomeço. O objetivo, além de incentivar o exercício da leitura nos adolescentes, é mostrar que é possível encontrar o caminho da felicidade e reconstruir um coração destruído pelo abandono, mágoas e perdas.

Jornalista no Tribunal de Justiça da Bahia, Rayane aproveita as horas livres para se dedicar a sua paixão pela escrita.

Ari Donato é jornalista aposentado do Tribunal de Justiça da Bahia. Seu livro A Criação, não a Criatura é uma fábula, a qual chama a atenção do leitor para a sina de animais e aves, especialmente aqueles mais frágeis, mais desprotegidos, ante o predador. Com viés kardecista, a obra defende a existência de alma e de inteligência nos animais.
 

Rayane Araujo e Ari Donato

Histórico de Conteúdo