Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

OAB-BA realiza seminário 'Paulo Freire: ressignificando a docência jurídica'
Foto: Divulgação

A Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Bahia (OAB-BA), promoverá o seminário  “Paulo Freire: ressignificando a docência jurídica”, através das comissões de  Apoio aos Professores e Especial de Promoção da Igualdade Racial. O objetivo é contribuir com o processo de atualização da profissão e discutir temas relevantes à docência jurídica, em especial as questões étnico-raciais que permeiam o universo jurídico. Além disso, busca homenagear o patrono da educação brasileira, cujo centenário foi celebrado no último dia 21 de setembro.

 

O evento integra a Agenda OAB "Democracia, Antirracismo e Justiça" e acontecerá gratuitamente nesta segunda (25), às 8h30, com transmissão pelo YouTube, no canal “OABBA ESA”. O seminário vai discutir temas que desafiam os docentes da área na tarefa de formação crítica e emancipatória dos futuros operadores do Direito, um legado que Paulo Freire deixou no campo de estudos da educação para a autonomia.

 

“É fundamental refletir sobre as crises sociais e políticas de nosso tempo, abordando os novos dilemas da democracia e constitucionalismo atravessados pelo período pandêmico que transformou a vida dos docentes, trazendo a necessidade de mudanças e readaptações”, destacou a presidente da Comissão de Apoio aos Professores, Joana Rodrigues.

 

Entre os painéis, serão apresentados novos debates gerados pela realidade pandêmica, como a importância da abordagem sobre as questões de gênero no universo jurídico, e o uso de metodologias digitais como instrumentos de mediação no ambiente educacional.  Ainda no evento, será apresentada uma recomendação para inclusão de pessoas negras - pretas e pardas - no ambiente de ensino jurídico. 

 

"O documento representa o compromisso da OAB Bahia com o reconhecimento da importância da ampliação da representatividade negra na docência do Direito como passo fundamental para o repensar das normas jurídicas e efetivação da igualdade", explicou Joana. A recomendação conta com a assinatura da assinatura da Comissão de Promoção da Igualdade Racial, da Comissão de Apoio aos Professores, além da Comissão de Educação Jurídica.

Histórico de Conteúdo