Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 13,5 milhões; 'Mega da Virada' já pode ser feita
Foto: Reprodução / G1

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.208, realizado no último sábado (16) em São Paulo (SP). O prêmio acumulou.

 

Veja as dezenas: 16 – 25 – 30 – 40 – 45 – 49.

 

A quina teve 17 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 113.415,57. A quadra teve 1.708 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 1.612,63.

 

O próximo concurso (2.209) será quarta-feira (20). O prêmio é estimado em R$ 13,5 milhões.

 

Já a Mega-Sena da virada está com apostas abertas. O concurso será sorteado em 31 de dezembro de 2019, às 20h30 e os bilhetes começaram a ser vendidos na última semana,  com a aposta mínima de R$ 4,50. 

Postos de saúde de Salvador recebem 7,5 mil doses da vacina pentavalente após falta
Foto: Reprodução / G1

A partir desta segunda-feira (18), 26 postos de saúde de Salvador receberão mais de 7,5 mil doses de vacina pentavalente. A substância protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra a bactéria da influenza tipo B.e precisa ser aplicada em bebês de até seis meses.

 

De acordo com o G1, a Secretaria Municipal de Saúde informou que vem sofrendo queda no fornecimento da pentavalente desde julho, e que o estoque está zerado em Salvador, e que não tem previsão de quando terá a vacina disponível. Os postos funcionam de segunda a sexta-feira (exceto feriado), das 8h às 17h.

 

Já a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), apontou que a região recebeu 70 mil doses, 10 mil a mais que o normal. Porém, com o acúmulo de crianças que ficaram sem se vacinar desde julho, a quantidade não foi suficiente pata imunizar todas as crianças. A previsão do órgão de regularização é até início de dezembro.

Domingo, 17 de Novembro de 2019 - 09:40

Maior escolaridade é prêmio salarial no Brasil

por Érica Fraga e Arthur Cagliari | Folhapress

Maior escolaridade é prêmio salarial no Brasil
Foto: Reprodução / SSJ

A enorme vantagem salarial que um diploma universitário gera no Brasil é reduzida quase à metade se o profissional não consegue uma vaga no mercado de trabalho compatível com sua escolaridade.

Segundo análise da consultoria IDados, brasileiros em funções que exigem curso superior ganham, em média, R$ 8.561 mensais. Essa remuneração cai para R$ 4.861 se a vaga ocupada por esses trabalhadores não exigir formação.

A Folha de S.Paulo mostrou que profissionais qualificados têm encontrado dificuldade de inserção em suas áreas de especialização e migrado para ocupações menos sofisticadas.

De acordo com o levantamento da IDados, embora estejam em desvantagem salarial em relação a seus pares mais bem colocados no mercado, os trabalhadores com diploma universitário ganham o dobro daqueles com ensino médio completo em vagas similares.

Quem concluiu apenas o ciclo escolar básico recebe R$ 2.035 mensais em postos que não exigem formação, revela a análise feita pela economista Mariana Leite com base na Rais (Relação Anual de Informações Sociais), que reúne dados do mercado formal, de 2018.

Esse resultado confirma estudos anteriores que apontam um grande prêmio salarial por maior escolaridade no Brasil.

"Esses números mostram que, mesmo deslocados das vagas que esperavam ocupar, esses profissionais têm alguma vantagem no mercado", diz Bruno Ottoni, pesquisador do Ibre/FGV e da IDados.

A babá Luciana Félix, 36, sentiu essa diferença após ter cursado pedagogia em meados da década passada.

Embora tenha desistido de trabalhar em escolas e voltado à função que já havia desempenhado antes de ingressar na faculdade, ela nota que ganha mais do que outras profissionais com menos qualificação.

A faculdade a ajudou a adquirir habilidades que usou com Lucas, 20, que tem autismo.

"Eu já tinha sido babá do Lucas antes e voltei, depois da faculdade, para ajudar no acompanhamento terapêutico dele na escola", diz ela, que ainda trabalha para a mesma família, cuidando de Pedro, 8.

Porém, a distância salarial que profissionais qualificados deslocados de sua área de formação amargam em relação a seus pares em cargos compatíveis com o ensino superior pode gerar frustração pessoal.

Outro risco é o de prejuízo financeiro. Há estudos para países como o Chile que mostram que o investimento feito para pagar uma faculdade pode nunca ser totalmente recuperado dependendo da trajetória do profissional.

O descasamento entre formação e ocupação tende também a punir o país como um todo, que deixa de aproveitar habilidades que os trabalhadores adquiriram e poderiam contribuir para o aumento da produtividade.

Outro cenário possível e preocupante é que parte dos profissionais que cursam o ensino superior simplesmente não acumula ganho significativo de capital humano.

Essas questões têm chamado a atenção de pesquisadores. Segundo eles, é um problema que deveria mobilizar tanto os formuladores de políticas públicas quanto instituições de ensino e famílias.

O economista Sergio Firpo, do Insper, ressalta que o Brasil escolarizou a força de trabalho na última década e meia, dobrando o número de pessoas com ensino médio.

"Deixamos disponível um contingente populacional enorme para ser absorvido pelos provedores de ensino superior", afirma.

Dada a restrição de oferta de vagas nas instituições públicas, parte dos que buscaram continuar investindo na formação educacional terminou em faculdades privadas.

Parte do problema, segundo Firpo, é que a qualidade do ensino em algumas instituições do segmento particular -que passou por um período de forte expansão no país- é baixa, o que pode ter prejudicado os alunos.

"Muitas vezes o brasileiro sai com uma formação que não é adequada para exercer certas atividades", afirma.

"Isso faz com que ele acabe subutilizado no que diz respeito àquela ocupação para a qual foi treinado e migre para outra", acrescenta o pesquisador.

Ottoni ressalta que a fraqueza da economia brasileira desde 2014 ampliou as barreiras para quem busca vagas qualificadas no mercado de trabalho, que foi caracterizado pelo forte aumento da informalidade nos últimos anos.

Mas, para ele, há uma falha grande de mercado no Brasil, que ajuda a explicar o descasamento crescente entre formação e ocupação.

Ao contrário do que ocorre em muitos outros países, há pouca informação sobre o que acontece com os brasileiros na transição da faculdade para o mercado de trabalho.

"Em países como os EUA, as universidades acompanham seus alunos, sabem onde estão empregados, quanto ganham. No Brasil, isso praticamente não existe", diz Ottoni.

A ausência de informação sobre o mercado pode ter levado Sandra Lima, 40, a tomar uma decisão equivocada quando decidiu cursar serviço social, na Unip.

Com vasta experiência cozinhando em restaurantes, ela pensou que conseguiria o que buscava --salário mais alto e melhores condições de trabalho-- em outra área.

Destinando cerca de 60% de sua renda à mensalidade do curso, Sandra conta que cursou a faculdade com grande empolgação. Quando terminou o curso, no fim de 2018, largou o emprego para poder se dedicar à busca por uma vaga em assistência social. Foi quando veio a frustração.

"Não consegui nada e descobri o quanto a gente idealiza o mercado de trabalho."

As vagas que encontrou, diz, exigiam experiência prévia ou qualificação ainda maior.

"Acho que teria me ajudado saber disso antes de ingressar na faculdade", afirma.

Depois de sete meses desempregada e à beira da depressão, Sandra voltou ao ramo de alimentação em agosto, ajudada pela ex-chefe. E, agora, está cursando uma pós-graduação, também em serviço social, com foco em saúde.

"Não desisti, nem me arrependi. A faculdade abriu minha visão de mundo. Foi como se tivesse passado a vida toda dormindo e, de repente, acordado", diz.

Ela afirma, no entanto, que, olhando para trás, talvez tivesse optado por outra área.

"Tinha pouca informação quando entrei na faculdade. Se soubesse melhor a realidade do mercado, talvez tivesse optado por gastronomia, já que adoro cozinhar e sempre trabalhei na área."

Dados da Rais mostram que houve um boom no número de profissionais com ensino superior em postos com carteira assinada ligados à gastronomia.

Entre 2013 e 2018, o número de chefes de cozinha com diploma universitário mais do que quadruplicou, passando de apenas 515 para 2.400.

Já os profissionais com faculdade ocupados como auxiliares nos serviços de alimentação se multiplicaram por dez, saltando de 871 para 8.935.

No mesmo período, o aumento no contingente de assistentes sociais com carteira assinada foi bem menor, de 11%, passando de 66,1 mil para 73,8 mil profissionais.

Os movimentos dentro de ocupações específicas podem refletir mudanças estruturais no mercado de trabalho, que ajudam a explicar a escassez de certas vagas e a oferta crescente de outras.

Não por acaso o descasamento entre formação e ocupação -"mismatch" em inglês- tem sido alvo de estudos, principalmente em países desenvolvidos.

Em parte, segundo pesquisadores, ele está associado a mudanças tecnológicas que fazem com que certas ocupações desapareçam. É o que tem ocorrido com carreiras administrativas, que envolvem a realização de funções que podem ser automatizadas.

Ao mesmo tempo, outros postos -como diversas funções ligadas à análise de dados- vêm surgindo.

Há ainda profissões que têm se transformado. Ottoni cita o exemplo de profissionais ocupados como secretários que começam a desempenhar outras funções, algumas mais elaboradas. Isso pode ajudar a explicar a contratação de profissionais com ensino superior para esse tipo de vaga.

"Não significa que a secretária vai acabar, mas que a secretária como nós a conhecemos pode acabar. Na prática, criando outro cargo", diz Ottoni.

A compreensão dessas tendências é considerada crucial para adequar a formação da força de trabalho dos países. Por isso, há nações com iniciativas que estabelecem um canal direto entre instituições de ensino, setores privado e governo para que haja maior coordenação entre formulação de currículos, políticas públicas e empresariais.

Marinha identifica 30 navios de 11 bandeiras em investigação do petróleo no Nordeste
Foto: Reprodução / Defesanet

A Marinha do Brasil continua trabalhando na apuração da responsabilidade no derramamento de petróleo na costa do nordeste brasileiro. Em comunicado, a força de defesa dos mares brasileiros, dissque que segue em diversas linhas de investigação e conta com o apoio do Ibama, da Polícia Federal, da Agência Nacional do Petróleo, agências e órgãos nacionais e estrangeiros.

 

As amostras coletadas e analisadas pelo Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM) e a Petrobras, foram atestadas que o óleo encontrado em diferentes praias do nordeste brasileiro possui características semelhantes, e coincide com o extraído em campos da Venezuela. "Como contraprova, foram emitidas amostras desse óleo para análise por instituições no exterior, a fim de ratificar suas características e origem", diz a nota.

 

O comunicado diz que existem quatro linhas de investigação : envolvimento de poço ativo ou rompimento de poço anteriormente perfurado e atualmente desativado; Afundamentos recentes ou antigos de navios; tambores de óleo surgidos nas praias do Nordeste e encontrados no mar por navios desde o início da contenção às consequências do desastre; derramamento (acidental ou intencional) durante manobra ship-to-ship ou trânsito de navios petroleiros.

 

Em paralelo, a Polícia Federal solicitou informações acerca do tráfego marítimo, em determinado período, e em área onde identificou manchas de óleo. Essa área demandada pela Polícia Federal estava dentro da área investigada pela MB. 

 

Três navios transitaram no período e na área demandada, sendo que apenas um deles transportava óleo cru. "As investigações prosseguem com apoio de instituições públicase privadas, nacionais e estrangeiras. Todos os recursos disponíveis serão empregados, até que as circunstâncias e a fonte causadora de crime sejam elucidadas", finaliza a nota.

'Precisarei da energia das pessoas', diz Ivete em 1º show após morte de Jesus Sangalo
Foto: Reprodução / Instagram

Nove dias após a morte do irmão Jesus Sangalo (veja aqui), a cantora Ivete resolveu manter sua agenda de shows e fez a primeira aparição pública. Abatida, a artista abriu o Folianópolis, carnaval fora de época na cidade catarinense, na última sexta-feira (15), depois de deixar dúvidas se participaria mesmo do evento.

 

“Hoje é um dia que definitivamente precisarei da energia das pessoas, que é uma coisa habitual aqui em Floripa, Santa Catarina. Conto com essa energia, que sempre foi deliciosa”, pediu, em rápida entrevista ao UOL.

 

Durante a passagem pelo evento, a baiana agradeceu o apoio no momento delicado da vida pessoal. "Floripa, eu preciso de vocês hoje", pediu. "Obrigado por tanto amor, essa energia motiva todos nós", completou.

 

Na última sexta-feira (8), Ivete usou os Stories do Instagram para agradecer apoio dos fãs. “Obrigado a todos pelas orações, carinho e respeito que nos conforta nesse momento”, escreveu.

Domingo, 17 de Novembro de 2019 - 08:40

Morre ex-piloto Tuka Rocha, envolvido em acidente com avião em Maraú

por Mauricio Leiro / Gabriel Rios

Morre ex-piloto Tuka Rocha, envolvido em acidente com avião em Maraú
Foto: Duda Bairros/Vicar/Vipcomm

O ex-piloto de Stock Car, Tuka Rocha, 36, não resistiu aos ferimentos sofridos durante um acidente envolvendo o jato executivo que caiu em Barra Grande, distrito que pertence a Maraú, no baixo sul da Bahia (relembre aqui), e morreu neste domingo (17). A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). O ex-atleta teve 80% do seu corpo queimado (veja aqui). 

 

Tuka é a terceira vítima fatal do acidente. As irmãs Maysa Marques Mussi, 27, e Marcela Brandão Elias, 37, também morreram (veja aqui). 

 

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ele teve lesões no rosto e mãos, além de ferimentos provocados por inalação de fumaça, que causaram a entubação dele.

 

Entre os ocupantes da aeronave estão: Aires Napoleão, de 66 anos, que pilotava o jato; Fernando Oliveira Silva, de 26 anos, Marcelo Constantino, de 28 anos, neto do Nenê Constantino, fundador da Gol, e Marrie Cavelan, de 27 anos.

 

Além deles, Eduardo Trajano Telles Elias, de 38 anos, que era casado com Marcela Brandão Elias, e o filho do casal, também chamado Eduardo, de 6 anos. 

 

Todos estão internados no HGE.

Domingo, 17 de Novembro de 2019 - 08:20

Aplaudido, Temer sugere que 'amigos do MBL' liderem um processo para acalmar o país

por Carolina Moraes | Folhapress

Aplaudido, Temer sugere que 'amigos do MBL' liderem um processo para acalmar o país
Foto: Reprodução / Twitter

O ex-presidente Michel Temer (MDB) sugeriu neste sábado (16), durante 5º Congresso Nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), que o movimento liderasse um processo de pacificação do país. 

"O MBL poderia, com essa juventude toda, com natural entusiasmo, encabeçar um movimento pela tranquilização do país", afirmou no segundo dia de evento, no WTC Center Events, no Brooklin, em São Paulo.

Recebido com aplausos, o ex-presidente foi sabatinado pelos jornalistas Carlos Andreazza, editor-executivo do Grupo Editorial Record, Fábio Zanini, repórter da Folha, e José Fucs e Vera Magalhães, ambos do jornal O Estado de S. Paulo.

Antes da entrada de Temer, os membros do MBL que apresentaram a mesa afirmaram que a participação do ex-presidente era um dos pontos altos das edições do congresso e que representava um amadurecimento do movimento nos últimos anos.

Em entrevista à Folha em julho deste ano, o coordenador nacional do MBL, Renan Santos, reconheceu que ele e seus colegas abriram "a caixa de Pandora de um discurso polarizado".

No começo da sabatina, Temer agradeceu aos "amigos do MBL" e elogiou o documentário "Não Vai Ter Golpe", lançado pelo movimento neste ano.

Questionado sobre se é importante o MDB e o próprio ex-presidente fazerem uma autocrítica, ele afirmou que é "sempre fundamental" e que fazia autocríticas até quando estava na Presidência. "Essa história que não é preciso, é conversa", disse.

Temer também afirmou que o ex-presidente Lula (PT), que foi solto na sexta-feira (8) após passar 580 dias preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, faria bem se pedisse unidade ao país.

  "Eu lamento muito que o ex-presidente Lula tenha se manifestado, nesses dias, aumentando essa radicalização ou, ainda, essa polarização [no país]", disse.

Esse foi o último painel do evento, que se encerra neste sábado. O congresso reuniu políticos como o senador Alvaro Dias e o deputado federal Kim Kataguiri.

Neste ano, Temer esteve preso por duas ocasiões em ação ligada à Lava Jato. Ele é acusado pelo Ministério Público Federal de receber propina relacionada a um contrato firmado entre a estatal Eletronuclear, responsável pelas obras da usina de Angra 3, e as empresas Argeplan --do amigo do emedebista, o coronel João Baptista Lima Filho--, AF Consult e Engevix.

No início de abril, Temer se tornou réu nesse caso. Ele nega as acusações.

No caso da gravação envolvendo o empresário Joesley Bastista (da JBS), contudo, o ex-presidente foi absolvido em outubro. 

O ex-presidente foi denunciado em 2017 pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot com base numa gravação em que, supostamente, incitava Joesley a manter pagamentos ao corretor Lúcio Bolonha Funaro e, com isso, evitar que ele fizesse um acordo de delação premiada. 

A gravação foi feita pelo próprio Joesley, que viria a firmar colaboração, na garagem do Palácio do Jaburu, em março daquele mesmo ano. 

Além de Funaro, a denúncia inicial de Janot acusava Temer de tentar comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ).

Em sua decisão, o magistrado Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara da Justiça Federal em Brasília, sustenta que o MPF editou trechos de um áudio apresentado como prova e que o conteúdo não configura ilícito penal "nem em tese". 

O ex-presidente é réu em outros oito processos. 

 Menina de 9 anos morre baleada em Marechal Rondon; duas pessoas ficam feridas
Foto: Reprodução / Youtube

Uma menina de 9 anos morreu após ser baleada, na tarde do último sábado (16), no bairro de Marechal Rondon. Conforme a Polícia Militar, um homem de 30 anos e uma jovem de 18 ficaram feridos.

 

Segundo informações da PM, uma equipe da 9ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Pirajá) foi acionada pelo Centro de Comunicação (Cicom), após informações de que duas pessoas baleadas teriam dado entrada na unidade de emergência médica no bairro de Pirajá.

 

De acordo com o órgão ao chegar na Rua do Golfo, local onde aconteceu o crime, descobriram que a garota, que não teve a identidade revelada, também foi baleada, de acordo com o G1.

 

O homem e a jovem foram socorridos por uma equipe do Garra da Polícia Militar e foram levados para a emergência de uma unidade médica de Pirajá. Não há detalhes do estado de saúde deles.

 

Já a criança, foi socorrida por familiares e levada para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu aos ferimentos.

 

Nninguém foi preso e o caso vai ser investigado pela Polícia Civil.

Rodrigo Maia diz que tentará votar reforma tributária em plenário até março
Foto: Reprodução / camara.leg.br

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a reforma tributária pode ser votada em março no plenário da Casa. Maia ainda não tinha citado prazos para a análise da proposta. A declaração foi dada em Nova York, onde Maia recebeu o prêmio Woodrow Wilson de Serviço Público.

 

"A nossa intenção é trabalhar esses dois meses [novembro e dezembro], ter o texto pronto até o final do ano e, assim que o Congresso seja reaberto, que a gente possa votar na comissão, e até março no plenário", afirmou, de acordo com o G1.

 

Quando perguntado se é um bom momento no Congresso para a aprovação de mudanças nos impostos, Maia argumentou que a reforma tributária "nasceu" na Câmara e no Senado, o que facilitaria o avanço da medida no cronograma estabelecido.

 

"Então, há um comprometimento maior, maior responsabilidade dos parlamentares no texto que foi criado pela Casa, isso facilita a tramitação", disse.

 

Atualmente, a Câmara e o Senado discutem propostas diferentes de reforma tributária. O governo chegou a dizer que apresentaria uma proposta própria, o que ainda não ocorreu. A ideia é que as duas Casas e o governo consigam criar um texto comum.

 

O deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) é o relator da reforma tributária na Câmara. A proposta em análise foi apresentada pelo deputado Baleia Rossi (MDB-SP) e pelo economista Bernard Appy.

 

No senado, a matéria está sob a relatoria de Roberto Rocha (PSDB-MA). O texto foi apresentado por um grupo de senadores e encampou a proposta apresentada pelo então deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), que chegou a ser aprovada em comissão especial na Câmara, mas não chegou a ser analisada em plenário.

 

"O deputado Baleia junto com o Appy e a equipe econômica vão começar, junto com os senadores, principalmente o Roberto, vão começar a dialogar e tentar construir um texto que resolva esse problema que ainda existe no setor de serviços, por causa da alíquota do novo imposto de bens e serviços", afirmou.

 

Em linhas gerais, os textos em análise por deputados e senadores propõem simplificar a cobrança de tributos com a unificação de vários impostos. A carga tributária, porém, seria mantida. O que muda seria a forma de cobrança, que passaria a ser no consumo e não na produção, além da redistribuição dos recursos arrecadados.

 

Maia disse estar otimista de que a reforma tributária será aprovada no ano que vem.

Morre segunda vítima de acidente com avião que caiu no sul da Bahia; oito estão internadas
Marcela Elias (à direita) e Maysa Marques Mussi (à esquerda) / Foto: Reprodução

Morreu na noite do último sábado (16), em Salvador, a segunda vítima do acidente envolvendo o jato executivo que caiu em Barra Grande, distrito que pertence a Maraú, no baixo sul da Bahia (relembre aqui). O acidente aconteceu na última quinta-feira (14). A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

 

Maysa Marques Mussi, de 27 anos, estava internada no Hospital Geral do Estado (HGE), na capital baiana, após ficar no Hospital do Subúrbio desde o dia do acidente, e ser transferida no último sábado (16).

 

A irmã de Maysa, a jornalista Marcela Brandão Elias, de 37 anos, já tinha falecido no momento do acidente. O corpo dela, que ficou carbonizado, foi levado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus.

 

Os peritos aguardam exames solicitados à família da vítima para fazer a identificação oficial por meio da arcada dentária, para, em seguida, liberar o corpo.

 

Maysa casou com Eduardo Mussi em setembro, na cidade de Itacaré, no sul da Bahia. O marido dela, que está internado no Hospital Geral do Estado (HGE), é irmão do deputado federal licenciado Guilherme Mussi.

 

Entre os padrinhos do casamento de Maysa e Eduardo estão a atriz Marina Ruy Barbosa e o marido, o empresário e piloto da Stock Car, Alexandre Negrão. A festa contou a presença de famosos como Carol Celico e o casais Elaine Mickely e César Filho e Roberto Justus e Ana Paula Siebert.

 

Entre os ocupantes da aeronave estão: Aires Napoleão, de 66 anos, que pilotava o jato; Christiano Chiaradia Alcoba Rocha, conhecido como Tuka Rocha, de 36 anos, ex-piloto da Stock Car e teve 80% do corpo queimado (reveja aqui), Fernando Oliveira Silva, de 26 anos, Marcelo Constantino, de 28 anos, neto do Nenê Constantino, fundador da Gol, e Marrie Cavelan, de 27 anos.

 

Além deles, Eduardo Trajano Telles Elias, de 38 anos, que era casado com Marcela Brandão Elias, e o filho do casal, também chamado Eduardo, de 6 anos. 

 

Todos estão internados no HGE.

Domingo, 17 de Novembro de 2019 - 07:00

Precisamos falar para mais de 50% da população, diz líder do PT no Senado

por Daniel Carvalho e Hanrrikson de Andrade | Folhapress

Precisamos falar para mais de 50% da população, diz líder do PT no Senado
Foto: Reprodução / G1

Com a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na sexta-feira passada (8), o PT ingressa em um novo capítulo de sua história, tentando agora se recuperar da derrota sofrida nas urnas nas eleições de 2018 para o presidente Jair Bolsonaro.

Ao programa de entrevistas da Folha de S.Paulo e do UOL, no estúdio compartilhado em Brasília, o líder do partido no Senado, Humberto Costa (PT-PE), reconhece que é necessário falar para além de sua bolha, em um esforço para recuperar a parcela do eleitorado perdida.

"Nosso discurso tem que se dirigir não somente para um terço que gosta e vota no PT, mas para mais de 50% da sociedade que já, inclusive, votou no PT", diz Costa.

De acordo com o senador, Lula elevou o tom nos primeiros discursos ao sair da prisão, mas deve buscar o diálogo com o país. Ele ainda defendeu uma aliança ampla da esquerda brasileira nas eleições municipais de 2020.



Reconquistando eleitorado

"Estamos sob ataque desde 2015, quando ganhamos a eleição. Já estávamos sob ataque, mas esse mais cerrado --que culminou com impeachment [de Dilma] e com a proibição de Lula ser candidato, com a prisão dele e a verdadeira satanização do partido-- nos obrigou a nos fecharmos em copas, darmos uma ordem unida à nossa tropa de resistir. Isso permitiu, inclusive, que o PT sobrevivesse e disputasse a eleição de 2018."

"Estamos ainda muito contaminados por esse discurso. Aos poucos, o partido vai saindo dessa posição e compreendendo que não podemos continuar falando só para aquele terço da população que é a nossa base social."

"Já temos praticamente um terço da sociedade que não está dando apoio ao governo Bolsonaro e uma parte desse um terço já esteve conosco em alguns momentos. Nosso discurso tem que se dirigir não somente para um terço que gosta e vota no PT, mas para mais de 50% da sociedade que já, inclusive, votou no PT."

"Temos que adequar nosso programa, nosso projeto, nossa linguagem. Acho que vamos conseguir construir um discurso para reconquistar parte importante da sociedade."



Lula livre

"Além de ser uma liderança de peso, Lula conversa e dialoga com amplos setores. O Lula que encontramos nesses primeiros momentos é alguém que estava há quase 600 dias preso injustamente, num processo com vícios gigantescos. Ele desabafou, nominou os responsáveis pelo que viveu."

"Ele vai manter um tom elevado no sentido do enfrentamento que temos que dar a Bolsonaro. Agora, eu acho que Lula vai procurar abrir um diálogo importante no Brasil."



Discurso radical

"Alguém no Brasil incitou mais a violência do que Bolsonaro? Defendeu torturadores, apregoou o assassinato do ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, falou que se poderia matar 40 mil brasileiros, já propôs fechar o Congresso Nacional, já propôs fechar o Supremo."

"E Lula que é radical? Lula que está ameaçando a segurança nacional? Pelo amor de Deus."



Prisão em 2ª instância

"Não boto muita fé nisso. A Constituição é muito clara quando estabelece algumas cláusulas pétreas. As duas [PECs, propostas de emenda à Constituição que tramitam na Câmara e no Senado] procuram encontrar um atalho para negar a Constituição."

"Com certeza não vai haver acolhida por parte do STF. As pessoas que estão hoje no Parlamento e no governo interessadas nisso não é porque querem que as pessoas vão para a cadeia. É porque não querem que Lula esteja solto."



Hegemonia do PT

"O PT realmente já teve muitos momentos que poderia ter sido mais aberto ao entendimento. Um bom momento em que essa aprendizagem pode se manifestar será nas eleições do ano que vem."

"Não que o PT se dilua e apoie candidaturas de outros partidos em todos os lugares, mas que possa ter a generosidade necessária para ser merecedor também do reconhecimento das outras forças políticas."



Fragmentação da esquerda

"Avaliávamos que seria mais difícil compor uma frente política no início deste governo Bolsonaro. Dados o resultado eleitoral e a postura que o PDT e Ciro [Gomes, candidato do partido ao Planalto em 2018] tiveram, achávamos que ia ser difícil construir essa oposição. No entanto, conseguimos construir."

"Haverá um encaminhamento para que nós possamos ter uma candidatura competitiva que envolva todos os segmentos em 2022. Defendemos que esse nome seja Lula. Vamos lutar para que ele tenha a recuperação integral dos direitos políticos. Certamente isso será objeto de uma discussão que vai envolver todo mundo."

"A conjuntura vai ditar como as coisas acontecem. A esquerda tem uma plêiade de nomes para essa disputa. A unidade entre esses setores é o que faz a diferença para dar a esse candidato mais força."



Eleição presidencial

"Não consigo ver no centro político uma postura firme que lhe dê protagonismo para entrar na disputa. Hoje, algumas alianças ao centro são difíceis."

"Uma aliança mais global, sem ser pontual, com o MDB é difícil porque, em que pese haja um número razoável de parlamentares que não concordam integralmente com as políticas de Bolsonaro, o MDB tem sido, pelo menos no Senado, uma força que tem defendido essa agenda."



Eleições 2020

"Para a eleição do ano que vem devemos compor uma articulação que envolva PT, PSB, PC do B, PDT e PSOL. Teremos um discurso político comum de derrotar a extrema direita e o bolsonarismo. O importante é que os candidatos que estejam nessa disputa vocalizem essa posição e deem um tom nacional a essa disputa."

"No que diz respeito ao centro, podemos ter uma postura de dizer claramente que, em qualquer disputa onde esteja a extrema direita e outras forças, poderemos apoiar outras forças."



Apatia da população

"Não quero fazer nenhuma comparação e muito menos defender o mesmo modelo de resistência, mas, no Chile, quantos anos foram para esse mal-estar da sociedade se manifestar? Décadas."

"Acho que, no Brasil, essas insatisfações têm grande chance de se manifestar na eleição de 2020. O ideal é que evitemos isso [convulsão social], que impeçamos que haja um aprofundamento tão brutal da desigualdade como está se avizinhando que termine levando as pessoas ao desespero."

Sábado, 16 de Novembro de 2019 - 19:00

Ao menos 33 são presos em Paris no primeiro aniversário dos coletes amarelos

por Folhapress

Ao menos 33 são presos em Paris no primeiro aniversário dos coletes amarelos
Foto: Reprodução / Wikipedia

A polícia usou um canhão de água e disparou gás lacrimogêneo em Paris para conter os milhares de manifestantes que marcavam o primeiro aniversário dos coletes amarelos, no sábado (16) pela manhã.

Na Place d'Italie, região sul da cidade, uma agência bancária e a fachada de um centro comercial foram vandalizados, diversas lixeiras e um carro foram incendiados, e o mobiliário urbano foi danificado. Havia cerca de 3.000 manifestantes reunidos no local, segundo o jornal Le Monde.

"Não vamos retroceder. Seguimos aqui, mesmo que [o presidente Emmanuel] Macron não queira, seguimos aqui!", entoavam os ativistas.

"Seguimos mobilizados porque queremos um futuro melhor para nós e nossos filhos, a situação na França está cada vez pior", disse à agência de notícias AFP Rémi, um funcionário público de 39 anos que não informou seu sobrenome.

Segundo ele, que viajou 250 km de Borgonha a Paris para participar das marchas, o pouco mais de um salário mínimo que ganha não é suficiente para sustentar seus dois filhos.

Confrontos também eclodiram próximo ao Arco do Triunfo, numa das principais regiões turísticas da cidade, onde os manifestantes estavam concentrados antes de saírem em marcha.

Por causa da tensão, o comando da Polícia anulou uma caminhada autorizada a sair da região e se dirigir ao centro da cidade. Ao menos 33 pessoas foram presas.

No total, 270 manifestações foram convocadas em toda a França neste sábado.

Os protestos começaram em novembro de 2018 em função da alta dos combustíveis. No decorrer dos meses passaram a adotar pautas contra as reformas econômicas do governo de Emmanuel Macron.

Apesar de terem perdido força nos últimos meses, uma pesquisa recente do instituto Odoxa mostrou que um em cada dois franceses acredita que os coletes amarelos vão ganhar força novamente.

Manchas de óleo voltam a aparecer na divisa entre Piauí e Maranhão
Foto: Reprodução / TV Clube

Novas manchas de óleo foram vistas neste sábado (16) na região do Delta do Rio Parnaíba, na divisa entre o Maranhão e o Piauí. Segundo a Agência Brasil, a Capitania dos Portos local informou que homens da Marinha foram deslocados para a região a fim de verificar a quantidade do material e iniciar os trabalhos de limpeza das praias. Conforme o Ibama, o litoral do Piauí tem quatro pontos onde foram encontrados vestígios esparsos de óleo.

 

O número consta no balanço mais recente divulgado pelo órgão, atualizado nesta sexta-feira (15), às 12h. Devido ao aparecimento das manchas, a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Piauí (Semar) comunicou que toda a orla da Praia de Atalaia, localizada em Luís Correia, está imprópria para banho. As manchas de óleo têm poluído o litoral do Nordeste brasileiro desde o início de setembro.

 

Segundo a Polícia Federal (PF), uma embarcação grega é suspeita de ter causado o derramamento de óleo, que já atingiu mais de 250 praias nordestinas brasileiras. 

Cachoeira: Pai de santo denuncia intolerância religiosa em incêndio de terreiro
Foto: Reprodução / TV Bahia

Integrantes de um terreiro de candomblé em Cachoeira, no Recôncavo, acusam um incêndio motivado por intolerância religiosa. Segundo informou o pai de santo Duda de Candola o G1, o caso ocorreu no terreiro Ilê Axé Icimimo, na quinta-feira (14). As chamas começaram por volta das 16h.

 

Apenas o caseiro estava no local. Um grupo de pessoas iniciou o trabalho de contenção do fogo e por volta das 17h30 uma equipe do Corpo de Bombeiros chegou ao local para combater o fogo. O incêndio foi debelado já por volta das 20h. O pai de santo acredita que o incêndio tenha sido criminoso.

 

Duda Candola disse que o local já tinha sido invadido no carnaval deste ano, por causa de um conflito latifundiário. A delegacia de Cachoeira investiga o caso.

Tanhaçu: Dois morrem em tiroteio após fugir de voz de prisão de PMs
Foto: Reprodução / Achei Sudoeste

Dois homens morreram em uma ação policial em Tanhaçu, no Sertão Produtivo, sudoeste baiano. O fato ocorreu na noite desta sexta-feira (15). Segundo o site Achei Sudoeste, policiais militares faziam um patrulhamento no bairro Branquinha quando avistaram dois homens que em atitude suspeita próximo à subestação da Embasa. Os PMs teriam dado voz de prisão, quando os acusados fugiram, o que iniciou um tiroteio.

 

Na ação, foram baleados Bruno de Jesus Chaves e Luís Henrique, sem idades informadas. Eles teriam sido socorridos, mas não resistiram. Armas que seriam dos dois homens também foram recolhidas. Não foi informado sobre o que motivou a ação policial. As mortes devem ser apuradas pela Polícia Civil. 

América Dourada: Irmãos de 5 e 10 anos morrem afogados em represa
Foto: Reprodução / Calila Notícias

Duas crianças, de 5 e 10 anos, vieram a óbito após se afogarem em uma represa na zona rural de América Dourada, na região de Irecê, centro norte baiano. Conforme informou a Polícia Militar ao Calila Notícias, o fato ocorreu nesta sexta-feira (15) na Fazenda Cruzeiro. Não se sabe ainda as causas do afogamento que vitimou os dois irmãos.

 

O fato foi notado após o dono da propriedade e trabalhadores da fazenda se depararem com os corpos na represa. Após acionar a Polícia Civil, uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) fez a retirada dos corpos. O caso deve ser investigado pela delegacia local. 

Sábado, 16 de Novembro de 2019 - 17:20

Caso Marielle: Élcio Queiroz visitou 11 vezes Ronnie Lessa em 2018, indica planilha

por Iltalo Nogueira e Marina Lang | Folhapress

Caso Marielle: Élcio Queiroz visitou 11 vezes Ronnie Lessa em 2018, indica planilha
Foto: Reprodução / TV Globo

O ex-policial militar Élcio Queiroz, acusado de participação no assassinato de Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, entrou ao menos 12 vezes no condomínio Vivendas da Barra de janeiro a outubro do ano passado -a vereadora do PSOL foi morta em março.

Apreendidas pela Polícia Civil e analisadas pela Folha de S.Paulo, as planilhas de controle de acesso indicam que, em 11 dessas visitas, Élcio sempre teve como destino a casa 65, de Ronnie Lessa, policial militar aposentado também acusado e preso pelo crime.

A única exceção é a entrada no dia do crime, 14 de março, quando a planilha manuscrita indica que a autorização de acesso na portaria foi dada por algum morador da casa 58, onde vivia o atual presidente Jair Bolsonaro -então deputado federal.

Essa menção ao imóvel do presidente passou a ser alvo de averiguação no mês passado quando um dos porteiros declarou, em depoimentos à polícia, que o ex-PM Élcio entrou no condomínio naquele dia após autorização do "seu Jair", da casa 58.

A citação ao presidente, porém, logo foi considerada equivocada na investigação. Isso porque, no dia do crime, o então parlamentar Bolsonaro estava em Brasília e registrou presença em sessões de votação na Câmara.

Além disso, uma perícia feita pelo Ministério Público em gravações da portaria apontou que quem autorizou a entrada de Elcio naquele dia foi Ronnie Lessa.

Presos, tanto Élcio como Ronnie afirmaram em interrogatório na Justiça que são amigos de duas décadas e frequentam um a casa do outro.

As tabelas de controle de acesso ao condomínio têm colunas para que os porteiros indiquem as seguintes informações sobre o visitante: nome da pessoa, modelo, cor e placa do veículo, casa de destino, horário de entrada e de saída, identidade e de quem foi a autorização para entrar.

A reportagem identificou as entradas de Élcio com base na placa do carro que ele declarou à Polícia Civil. Trata-se de um Renault Logan, de placa AGH-8202, registrado em nome de sua mulher.

Além disso, as entradas descrevem seu número de identidade da PM --corporação da qual foi expulso em 2015. Na coluna de nome, por vezes ele aparece equivocadamente identificado como Elson.

Dos 12 acessos de Élcio no condomínio de janeiro a outubro de 2018, 3 ocorreram antes do crime --nos dias 11, 15 e 18 de fevereiro. As planilhas apontam como destino nessas ocasiões a casa 65.

Outras 8 entradas ocorreram após o assassinato de Marielle. A primeira delas se deu cinco dias após o crime, no dia 19. A segunda, em 14 de abril. Em maio, foram três visitas a Ronnie, segundo as planilhas: nos dias 16, 26 e 29. Há 2 acessos em junho (9 e 11) e outro no dia 6 de outubro.

Além do destino, existe outra diferença entre os 11 registros de entrada de Élcio à casa de Ronnie e o único que aponta como destino a antiga residência de Bolsonaro.

Em todos os acessos feitos para o imóvel de Ronnie, a coluna sobre o responsável pela autorização está preenchida --constam cinco nomes diferentes nesse período. Na referência à casa do presidente, o campo não foi preenchido.

As planilhas mostram ainda que os porteiros do condomínio se dividem em plantões com uma equipe de quatro pessoas. O funcionário que citou Bolsonaro em seu depoimento estava presente em 2 desses 12 acessos de Élcio ao Vivendas da Barra: no dia do crime, 14 de março, e depois em 6 de outubro.

A menção a Bolsonaro pelo porteiro levou a Promotoria a consultar o STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a possibilidade de continuar com a investigação no Rio. A Procuradoria-Geral da República considerou não haver indícios contra o presidente e autorizou a sequência da apuração sobre o mandante do crime.

A primeira medida após a autorização da PGR foi recolher o computador da administração do condomínio. O objetivo dos peritos é analisar se houve alguma alteração no sistema de gravação de chamadas entre a portaria e as casas do local.

A gravação usada pelo Ministério Público para contradizer o porteiro faz parte de um CD entregue pelo próprio condomínio em outubro.

A Folha de S.Paulo revelou, contudo, que a perícia da Promotoria não avaliou a possibilidade de algum arquivo ter sido apagado ou renomeado antes de ser entregue às autoridades. Ela tinha como único objetivo instruir a ação penal contra os acusados de matar Marielle e Anderson, provando o encontro dos dois réus.

Em paralelo, a Polícia Federal abriu inquérito para apurar possíveis delitos de obstrução de Justiça, falso testemunho e denunciação caluniosa pelo porteiro contra Bolsonaro.

O presidente atribuiu o depoimento do porteiro como uma suposta influência do governador Wilson Witzel (PSC) na condução do inquérito. Eleito colando sua imagem à de Bolsonaro, o chefe do Executivo fluminense viu a família presidencial romper com a aliança há dois meses.

A investigação iniciada logo após o assassinato, em 14 de março, teve falhas reconhecidas pelo delegado Giniton Lages, responsável pelo inquérito até março deste ano, quando Ronnie Lessa e Élcio Queiroz foram presos.

As falhas atrasaram a identificação dos acusados do crime e ocorreram na coleta e análise de imagens a fim de identificar o trajeto feito pelo veículo usado pelos assassinos, um Cobalt.

Isso impediu, inclusive, que a polícia pudesse determinar se o carro saiu ou não do condomínio Vivendas da Barra.

Sábado, 16 de Novembro de 2019 - 17:00

Porto Seguro: Baleia encontrada morta é enterrada em praia

Porto Seguro: Baleia encontrada morta é enterrada em praia
Foto: Reprodução / Radar 64

Uma baleia encontrada morta em Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, foi enterrada nesta sexta-feira (15). Segundo o Projeto Baleia Jubarte, amostras do animal foram retiradas e exames devem apontar a causa da morte. A baleia achada morta é da espécie cachalote e morreu há aproximadamente dois dias. Ao G1, o Projeto informou que a suspeita é que a baleia tenha ficado presa nos recifes de Itacolomis, em Corumbau, no município de Prado, e chegou à praia de Aldeia Velha, em Porto Seguro, na quinta-feira (14) (ver aqui).

 

O animal com 20 metros de comprimento e com 30 a 40 toneladas de peso foi encontrado por pescadores. Por conta de manchas na pele do animal se chegou a suspeitar que pudesse ser óleo, como o do encontrado em praias nordestinas, mas o Baleia Jubarte fez análise e descartou a possiblidade. O instituto ainda informou que a cachalote costuma frequentar águas profundas e, apesar de raro, não é o primeiro registro de encalhe na região sul.

Sapeaçu: Sem manutenção, mercado cai e prefeito culpa 'tornado'
Foto: Reprodução

Parte do Mercado Municipal de Sapeaçu, no recôncavo baiano, desabou nesta sexta-feira (15). Na área do acidente, funcionava a parte das farinhas. O equipamento estava sem manutenção.

Após a queda, o prefeito da cidade, George Góis, culpou um "tornado", por mais que no momento da queda, a velocidade do vento registada pelo de Climatempo fosse de 5 km/h. 

Com mais essa queda, duas partes do mercado que ajuda a movimentar a economia da cidade estão paradas. Nas redes sociais, George não deu prazo para início das reformas ou retomada do serviço.





Feirantes reclamam ainda da cobrança que é feita para utilização do espaço. Nenhum comprovante é fornecido após o pagamento, que é cobrado com um ticket de papel.

Sábado, 16 de Novembro de 2019 - 16:20

PGR atua de forma transparente com relatórios de inteligência, diz Aras

por Folhapress

PGR atua de forma transparente com relatórios de inteligência, diz Aras
Foto: Roberto Ayres / STJ

O procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou neste sábado (16), por meio de nota, que recebeu com tranquilidade a decisão do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, que pede para que o Ministério Público Federal forneça, de forma voluntária, os dados de cadastro e acesso de membros da instituição aos Relatórios de Inteligência Financeira (RIFs) produzidos pelo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), atual UIF (Unidade de Inteligência Financeira). As informações são da Agência Brasil.

Na sexta (15), Toffoli havia negado o pedido de Augusto Aras para revogar a entrega e o acesso de dados financeiros de 600 mil pessoas e empresas coletados pelo antigo Coaf, nos últimos três anos.

"A instituição [MPF] atua de forma transparente na busca de quaisquer indícios que possam servir de prova nos procedimentos investigativos em curso. Ressalta que esse rigor é aplicado na relação com as instituições que atuam na área de inteligência. Destaca ainda o fato de, na decisão, ter o ministro [Dias Toffoli] garantido que o STF não realizou o cadastro necessário ou teve acesso aos relatórios de inteligência, ratificando o que já havia lançado em nota pública. O procurador lembra que esta cautela é necessária para resguardar direitos individuais fundamentais e que são objeto de tutela do Ministério Público e de recomendações de organismos internacionais", informa a nota pública da PGR.

Além de pedir acesso aos dados, a decisão do presidente do STF determinou que a UIF especifique quais instituições e agentes estão cadastrados para o acesso às informações financeiras sigilosas das 600 mil pessoas e empresas. O ministro Dias Toffoli também quer saber quantos relatórios foram emitidos por iniciativa da própria da UIF, quantos foram pedidos por instituições e quais agentes pediram os relatórios e em que quantidade.

Os dados devem ser repassados ao Supremo até as 18h de segunda-feira (18). Segundo Toffoli, as informações fornecidas pelo Coaf serão usadas para embasar o julgamento do processo sobre o compartilhamento de informações financeiras sem autorização judicial, marcado para quarta-feira (20).

Neto de fundador da Gol está entre feridos de acidente aéreo em Maraú
Foto: Reprodução / Alô Alô Bahia

Um dos nove feridos no acidente com o bimotor que caiu em Maraú, no litoral Sul, é Marcelo Constantino. O jovem, de 26 anos, é neto de Nenê Constantino, fundador da empresa aérea Gol. Marcelo segue ainda internado neste sábado (16), junto com outras oito pessoas, no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador.

 

Ele teve 40% do corpo queimado devido à explosão da aeronave, na última quinta-feira (14). O bimotor tinha decolado por volta das 11h do mesmo dia da cidade de Jundiaí, no interior paulista, e caiu por volta das 14h (ver aqui). O avião, fabricado em 1981, é de propriedade do banqueiro José João Abdalla Filho. 

Feira de Santana: Serviço de remoção de veículos voltará neste sábado
Foto: Divulgação / prefeitura de Feira de Santana

Os serviços prestados pela Resoluti, empresa que presta serviços de remoção e guarda de veículos à Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), serão retomados a partir deste sábado (16), de acordo com o site Acorda Cidade.

Os serviços foram suspensos pela SMT no último dia 26 após um guincho reserva ter sido retido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

“A Superintendência Municipal de Trânsito suspendeu de imediato as remoções realizadas através da empresa, apurando os fatos junto à PRF e determinou mais uma vez que toda a frota de veículos que presta serviços à Resoluti fosse vistoriada pela Equipe Técnica da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). Decorridos os 21 dias e feitos os ajustes devidos, a empresa volta a operar a partir deste sábado, conforme estabelece o contrato", explicou o superintendente Maurício Carvalho.

A SMT destaca que s motoristas devem continuar atentos com as situações de estacionamento proibido, respeitando as leis de trânsito para evitar transtornos.

Sábado, 16 de Novembro de 2019 - 15:20

PF apreendeu mais de 200 toneladas de maconha em 2019

PF apreendeu mais de 200 toneladas de maconha em 2019
Foto: Divulgação

A maconha segue sendo a droga mais apreendida no país. De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, de janeiro a outubro já foram 208,4 toneladas, contra 82 toneladas de cocaína.

A Polícia Federal apreendeu também 903 mil mudas de maconha e 886 mil pés da planta, além de 13 kg de sementes.

No mesmo período foram coletados 390 mil comprimidos de Ecstasy. E 312 frascos de lança-perfume, entre outras drogas.

Litoral Norte: Praia de Guarajuba ganha prêmio internacional de qualidade
Foto: Divulgação

Guarajuba, no Litoral Norte baiano, recebeu o certificado internacional de qualidade do Programa Bandeira Azul de praia limpa. Para marcar a premiação, foi feita na manhã deste sábado (16) a cerimônia de hasteamento da bandeira. A honraria foi conseguida mesmo em meio ao desastre das manchas de óleo que atinge praias do Nordeste e, recentemente do Espírito Santos, no Sudeste.

 

O prémio é dividido em quatro temas: qualidade da água, gestão ambiental, educação ambiental e segurança. Reconhecido mundialmente, o programa tem como objetivo promover o desenvolvimento sustentável em áreas de água doce e marinhas. , tornando-se um rótulo ecológico respeitado e reconhecido mundialmente.

 

Foto: Divulgação

 

Durante a temporada em que ficará hasteada em Guarajuba, a Bandeira Azul não representará apenas o programa. Ela também indicará que ali são cumpridos serviços essenciais para garantir o bem-estar da localidade. Segundo os organizadores, entre outras informações haverá sinalização indicando horários de funcionamento de serviços como guarda-vidas e banheiros.

 

Participaram da cerimônia Leana Bernardi, coordenadora nacional do Bandeira Azul; Luciano Pitta, titular da 5ª promotoria de Camaçari, especializada em urbanismo e meio ambiente; Elenilson de Jesus, presidente da União da Pessoa com Deficiência de Camaçari e Luciano Neves, síndico do condomínio Paraíso, que sediou a cerimônia.

 

Ainda compareceram autoridades estaduais e municipais, como o secretário de Turismo de Camaçari, Gilvan Souza, o presidente da Câmara Municipal de Salvador (CMS), Geraldo Júnior, o presidente da Bahia Pesca, Marcelo Oliveira, e o presidente da Associação dos Condomínios de Guarajuba (Ascon), Pompilio Viana.

Maraú: Destroços são retirados de pista onde ocorreu queda de bimotor
Foto: Leitor BN / WhatsApp

Os destroços do jato que caiu em Maraú, no litoral sul, foram retirados do local do acidente neste sábado (16). A secretária de Turismo do município, Nilza Costa, não sou informar para onde o material foi encaminhado, informou o G1. Segundo a Aeronáutica, a retirada dos destroços fica a cargo do dono do jato, que é de propriedade do banqueiro José João Abdalla Filho.

 

A investigação sobre as causas do acidente é feita pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa II), da Aeronáutica. Nesta sexta-feira (15), militares do órgão estiveram no local do acidente para coletar dados que podem apontar as causas da queda.

 

O bimotor Cessna Aircraft modelo 550, de matrícula PTLTJ, caiu em uma pista de resort desativado em Barra Grande, em Maraú, por volta das 14h da quinta-feira (14) (ver aqui). Dos dez ocupantes, uma pessoa morreu – a jornalista Marcela Brandão Elias – e nove pessoas ficaram feridas. Todas elas seguem internadas no Hospital Geral do Estado (HGE) em Salvador.

Homem é roubado na Cidade Baixa, persegue dupla e joga veículo contra acusados
Foto: Reprodução / TV Bahia

Três pessoas ficaram feridas após um acidente que envolveu um carro e uma moto após um assalto em Mares, na Cidade Baixa, na manhã deste sábado (16). Conforme a Polícia Militar, a situação ocorreu após o dono de um restaurante ter sido abordado por dois homens armados em uma moto. O comerciante teve o malote, em que iria fazer o pagamento dos funcionários, roubado. No entanto, a vítima reagiu e perseguiu a dupla a bordo de um carro.

 

De acordo com o G1, no percurso o homem jogou o carro contra a moto, o que acabou atingindo os acusados que caíram. Um deles teve a perna amputada. Policiais foram acionados e recuperaram o malote de dinheiro. Uma arma usada pela dupla também foi apreendida. Já o condutor do veículo teve lesões leves. Até por volta das 11h20, os veículos envolvidos no acidente ainda estavam na via.

Câncer de próstata atinge um a cada seis homens no Brasil, afirma Inca
Foto: Reprodução / SBAC

A cada seis homens, um sofre com diagnóstico de câncer de próstata no Brasil. Essa é a segunda principal causa de morte por câncer de pessoas do sexo masculino, com o registro de cerca de 14 mil óbitos por ano, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

 

Ainda assim, a entidade ressalta que metade dos brasileiros nunca foi a um urologista. Em entrevista à Agência Brasil, o médico urologista do Hospital do Homem, Felipe Costa, explica o motivo.

 

“Infelizmente ainda há muito bloqueio por parte do público masculino em relação ao exame do toque retal. Felizmente, isso tem melhorado um pouco ao longo dos anos. Associado a esse tabu, de ser um exame um pouco mais evasivo, de mexer com a parte da sexualidade masculina, o homem acaba ficando com um pouco mais de receio de ir ao médico”, destaca o profissional.

 

Isso preocupa porque, assim como a pressão alta e o diabetes, o câncer de próstata é uma doença silenciosa. Sendo assim, a única forma de se precaver é consultando um médico. Homens a partir dos 50 anos são recomendados a realizar o exame anualmente.

 

De acordo com o médico, no caso de grupos com fator de risco para a doença, como é o caso dos negros e indivíduos que têm histórico familiar da enfermidade, devem se consultar regularmente a partir dos 40 anos.

Senado pode concluir votação da PEC paralela à reforma da Previdência nesta semana
Foto: Divulgação

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), marcou a votação da PEC paralela à reforma da Previdência (PEC133/19) para a próxima terça-feira (19). Entre outros pontos o texto permite a inclusão de estados e municípios na reforma da Previdência.

Eles poderão adotar integralmente as mesmas regras aplicáveis ao regime próprio da Previdência Social para os servidores públicos civis da União por meio de lei ordinária. As informações são da Agência Brasil.

Além de emendas ao texto principal, os senadores também precisam votar a PEC em segundo turno. Alcolumbre já adiou a votação duas vezes, a última tentativa, na última terça-feira (12) pela falta de quórum. Sem votos suficientes para aprovar alterações, no texto, a oposição, pediu o adiamento. Alcolumbre quer concluir a votação dos dois turnos na terça. "Se der tudo certo", ponderou. Ele enfatizou que a proposta será o primeiro item da pauta.

O texto-base da PEC paralela foi aprovado em primeiro turno na semana passada com 56 votos a favor e 11 contra , mas ficaram pendentes de votação quatro destaques de bancadas partidárias referentes a emendas rejeitadas pelo relator Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Além de abrir a caminho para inclusão de estados e municípios, o texto estabelece regras diferentes para servidores da área de segurança pública e abre a possibilidade de criação do benefício universal infantil, aprofundando a Seguridade Social para as crianças, o que estava previsto na proposta inicial de reforma da Previdência. A ideia é de que o benefício, que deverá ser criado posteriormente por lei, concentre recursos em famílias mais pobres e na primeira infância.

Se aprovada em dois turnos pelo plenário do Senado, a proposta seguirá para a apreciação da Câmara dos Deputados.

Sábado, 16 de Novembro de 2019 - 13:20

Claiton realiza estágio com Roger Machado no Bahia

por Ulisses Gama / Glauber Guerra

Claiton realiza estágio com Roger Machado no Bahia
Foto: Ulisses Gama/ Bahia Notícias

O ex-volante Claiton, que passou pelo Bahia em 2001, aproveitou a semana para fazer um estágio com Roger Machado, no Esquadrão de Aço. Ele, que já comandou o São Paulo-RS, Cruzeiro-RS e Aimoré-RS, quer aprimorar os seus conhecimentos.

 

“Sou treinador há três anos. Já tinha feito um estágio com Roger no Grêmio [em 2016]. Roger é um treinador da nova geração que admiro muito. Estou aqui desde começo da semana e vou ficar aqui até o jogo do Palmeiras [domingo, na Arena Fonte Nova]. Aqui pude rever amigos, trocar ideias e abrir o mercado”, disse em entrevista ao Bahia Notícias.

 

Conhecido como “Predador”,  Claiton falou da importância do estágio.

 

“Estou iniciando fora do campo com estudo e estágio para que as coisas aconteçam. O Bahia está de parabéns pelo profissional que tem. Foi uma semana muito boa de aprendizado, não só com Roger, mas com Paulo Paixão, com Claudinho [Prates]. Tem sido muito legal esse aprendizado”, destacou.

 

Claiton ainda garantiu que torcerá para um triunfo do Bahia contra o Palmeiras, neste domingo (17), às 16h, na Arena Fonte Nova.

 

“O Bahia é uma grande equipe. Estou ansioso em voltar para a Fonte Nova e estarei lá amanhã assistindo o jogo e pela torcida do Bahia”, finalizou.

 

Além do Bahia, Claiton já defendeu clubes como o Vitória, Internacional, Santos, Flamengo, Athletico Paranaense, Botafogo, Consadole Sapporo (Japão), entre outros.

 

Desemprego provoca aumento de busca por defensores públicos, afirma associação
Foto: Divulgação

O crescimento dos índices de desemprego no Brasil nos últimos anos apresenta reflexos também na justiça. A procura por defensores públicos, por exemplo, registrou grande aumento, segundo a Associação dos Defensores Públicos do Rio de Janeiro (Adperj).

 

A presidente da entidade, Juliana Lintz, falou sobre o assunto na abertura do 14ª Congresso Nacional das Defensoras e dos Defensores Públicos, que foi sediado no estado e chegou ao fim nessa sexta-feira (15).

 

“Sou presidente da associação há quatro anos e a crise econômica ficou mais forte. Em alguns municípios, como os que viviam da exploração do petróleo, a demanda mais do que quintuplicou. E todo o ano vem aumentando. No Rio de Janeiro, há defensores em 100% das comarcas, mas ainda acumulamos comarcas, o que não é o ideal. Hoje nós somos quase 800 defensores em atividade, mas precisaríamos de mais uns 20%”, declarou Juliana, segundo informações do portal Conjur.

 

De acordo com a publicação, o Brasil tem pouco mais de seis mil defensores públicos estaduais para atender à demanda existente. No caso da Bahia, a Defensoria Pública estadual agendou uma audiência pública para a próxima terça-feira (19), com o objetivo de discutir os critérios que vão definir o limite de renda para que uma pessoa seja considerada hipossuficiente e tenha direito à assistência jurídica gratuita (veja aqui).

Histórico de Conteúdo