Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Domingo, 23 de Janeiro de 2022 - 19:19

Dado Cavalcanti elogia jogo agressivo do Vitória contra o Barcelona de Ilhéus

por Glauber Guerra

Dado Cavalcanti elogia jogo agressivo do Vitória contra o Barcelona de Ilhéus
Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

Fora de casa, o Vitória superou o Barcelona de Ilhéus por 1 a 0, neste domingo (23), na Arena Cajueiro, em Feira de Santana. O técnico Dado Cavalcanti, do Leão, elogiou a postura da sua equipe dentro de campo. 

 

“Avalio de forma positiva. Acho que fizemos um jogo agressivo. Talvez não tenhamos tido a eficiência necessária para construir um placar melhor, mas criamos muito, finalizamos muito. Defensivamente, nós tivemos bem posicionados, tivemos alguns momentos de instabilidade, de erro, mas o jogo em si foi muito positivo”, disse o comandante rubro-negro.

 

O treinador do Vitória ainda destacou a evolução da sua equipe. 

 

“Na fase ofensiva, poder de criação. Hoje tivemos uma enormidade de finalizações, com troca de passes na frente da área adversária. Essa foi nossa maior evolução”.

 

Na próxima rodada do Campeonato Baiano, o Vitória pega o Jacuipense. O duelo acontece no sábado (29), às 16h, no Barradão. 

 

Com quatro pontos, o Vitória ocupa a quarta colocação no Campeonato Baiano.

LEM: PM prende piauiense que realizava tráfico interestadual de drogas
Fotos: Divulgação SSP

Após ser interceptado no município de município de Luís Eduardo Magalhães (LEM) em um ônibus de viagem vindo do estado de São Paulo (SP) com destino final no Piauí (PI), um homem foi capturado por equipes da 85ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/LEM), com 10 tabletes de maconha e diversos sacos de cocaína. Ação aconteceu na madrugada deste domingo (23).

 

Denúncias anônimas indicavam que as drogas estariam escondidas em uma mochila, dentro do veículo. Por volta das 3:45h, equipes do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) montaram uma barreira na BR 020, estrada que dá acesso à cidade e ao estado de Brasília para a revista dos passageiros. 

 

“Verificamos todas as sacolas e em duas delas encontramos os entorpecentes. Questionamos a todos quem era o dono das mochilas e constatamos que eram do suspeito”, contou o comandante da unidade, major Cristiano Gouveia. 

 

Dez tabletes de maconha, pesando cerca de 5,6 quilos, 21 pacotes de cocaína que totalizavam 2,5 quilos, três celulares, além de $1000 bolívares, $200 cruzeiros e R$ 82 reais foram apreendidos com o homem e encaminhados, junto com ele, para a Delegacia Territorial (DT) de LEM. 

 

Durante depoimento na unidade, segundo o titular, delegado Joaquim Rodrigues, o homem confessou que fazia o transporte das drogas há cerca de dois anos. “Ele nos contou que saia de sua cidade natal de Cristiano Castro, no Piauí, e seguia para SP. Na rodoviária, uma pessoa já estava há sua espera e apenas lhe entregava a mochila com os entorpecentes”, disse. 

 

Ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e segue custodiado na unidade à disposição da Justiça.

Governo Federal não repassou recursos novos para vitimas da enchente, afirma Sesab
Foto: Divulgação

A secretária de Saúde da Bahia, Tereza Paim, afirmou que recebeu com surpresa e espanto a atitude do Governo Federal em anunciar, na última sexta-feira (21), recursos velhos como se fossem novos, direcionados a 155 municípios baianos em situação de emergência decorrente das enchentes que provocaram 27 mortes e desalojaram ou desabrigaram 86 mil pessoas. Segundo a gestora da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), o que se vê na portaria nº 80 do Ministério da Saúde, publicada no Diário Oficial da União, é uma antecipação de recursos que já eram de direito dos municípios e se desconta ao longo do ano.

 

“É com surpresa e espanto que vemos essa atitude. São mais de 800 mil pessoas afetadas e os municípios encontram-se com estruturas arrasadas, sendo necessário recursos adicionais, não uma antecipação do que já era de direito das prefeituras. O Governo da Bahia tem recuperado pontes, estradas, enviado insumos, medicamentos e profissionais de saúde com recursos próprios e até o momento, o Ministério da Saúde enviou apenas 58 médicos dos 109 prometidos”, afirma a secretária da Saúde da Bahia, Tereza Paim.

 

De acordo com a portaria ministerial, “o gestor municipal de saúde poderá manifestar interesse pelos percentuais de dedução mensal de 30%, 30%, 20% e 20% ou 40%, 30%, 20% e 10% dos valores [antecipados]”, afirma o documento assinado pelo ministro Marcelo Queiroga. O total estimado para essa antecipação é de R$ 104 milhões para 155 municípios baianos. Com a perda de equipamentos, insumos e até a destruição de Unidades Básicas de Saúde, os municípios lutam para reestruturar os serviços essenciais de saúde e evitar doenças como leptospirose, Dengue, Chikungunya, Influenza A e Covid-19 na população.

Domingo, 23 de Janeiro de 2022 - 18:33

Jacuipense goleia Juazeirense no Estádio Adauto Moraes

Jacuipense goleia Juazeirense no Estádio Adauto Moraes
Foto: Hilton Oliveira / Jacuipense

Sem dó e nem piedade. Foi assim que o Jacuipense encarou a Juazeirense e aplicou uma sonora goleada por 5 a 2, neste domingo (23), no Estádio Adauto Moraes, casa do adversário.

 

Os gols do Jacuipense foram marcados por Ruan Levine (duas vezes), Cabral, Jeam e Eudair. Já Elias e Tibiri anotaram para a Juazeirense.

 

O Jacuipense volta a campo no próximo sábado (29) para enfrentar o Vitória, às 16h, no Barradão, pela terceira rodada do Campeonato Baiano. Já a Juazeirense vai pegar o Vitória da Conquista, domingo (30), às 18h30, novamente no Estádio Adauto Moraes.

Copa do Nordeste: Atlético de Alagoinhas arranca empate fora de casa contra o Altos-PI
Foto: Benonias Cardoso/Futura Press/Folhapress

O Atlético de Alagoinhas estreou com um empate na Copa do Nordeste. Em duelo disputado neste domingo (23), no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina (PI), o Carcará viu o adversário sair na frente aos 16 minutos do segundo tempo. Porém, a equipe baiana igualou o placar aos 25, em cobrança de pênalti efetuada por Dionísio.

 

Vale destacar que o Atlético de Alagoinhas jogou com um atleta a mais desde os 14 minutos do segundo tempo, após a expulsão do volante Leandro Sobral.

 

Agora, o Atlético de Alagoinhas volta suas atenções para o Campeonato Baiano. O Carcará pega o Barcelona de Ilhéus, quinta-feira (27), no Carneirão. Pela Copa do Nordeste, o próximo duelo é diante do CRB, também dentro de casa, no dia 2 de fevereiro.

Domingo, 23 de Janeiro de 2022 - 18:20

Covid mata quatro vezes mais crianças de 0 a 4 anos no Brasil que maiores de 5

por Raquel Lopes | Folhapress

Covid mata quatro vezes mais crianças de 0 a 4 anos no Brasil que maiores de 5
Foto: Reprodução / FioCruz

Crianças de 0 a 4 anos são mais vulneráveis ao novo coronavírus do que o público infantil de 5 a 11, faixa etária que entrou no plano nacional de vacinação contra a Covid-19.
 

Oficialmente, o Brasil registrou 1.544 mortes de crianças de 0 a 11 anos por Covid-19 desde o início da pandemia. Do total, 324 delas tinham de 5 a 11. Entre 0 e 4, o número de óbitos alcançou 1.220, o que representa quase quatro vezes mais ocorrências que na faixa acima de 5.
 

Levantamento da Vital Strategies -organização global composta por especialistas e pesquisadores com atuação junto a governos- avalia ainda que há subnotificação de dados e projeta a omissão de 2.537 mortes no balanço da Covid.
 

Isso ocorre porque, como não há um diagnóstico do motivo da morte em alguns casos de SRAG (síndrome respiratória aguda grave), os óbitos entram nas estatísticas como SRAG por causa não especificada.
 

Com isso, o total estimado pode chegar a 4.081 mortes de crianças por Covid. Os números chegariam então a 3.249, de 0 a 4 anos, e 832, de 5 a 11 anos.
 

Questionado sobre subnotificações e as estimativas da Vital Strategies, o Ministério da Saúde não se manifestou.
 

A médica epidemiologista e especialista sênior da Vital Strategies Fatima Marinho explicou que existem diferentes motivos que levam à falta de um diagnóstico, como a baixa testagem, colapso no sistema de saúde e acesso desigual à assistência.
 

A SRAG é uma condição do paciente que pode ser causada tanto pelo novo coronavírus quanto por outros vírus respiratórios, como o H1N1, agente infeccioso da Influenza A (gripe). Os dados foram coletados no Sivep-Gripe (Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe), do Ministério da Saúde.
 

Marinho disse que para chegar a essa projeção foi feita a redistribuição de óbitos de SRAG não especificados considerando a série histórica de anos anteriores à pandemia -no caso 2018 e 2019.
 

O número excedente foi reclassificado como Covid e também por outros vírus respiratórios, como o da Influenza. Houve explosão de casos de mortes não especificadas por SRAG em 2020 e 2021, o que aponta a preponderância do novo coronavírus.
 

"As crianças têm menor diagnóstico de Covid por causa da clínica diferente [sintomas]. Muitas vezes o sintoma de Covid nas crianças é a diarreia, dor abdominal, tosse, não tendo muitas vezes alguns sintomas clássicos como febre, falta de ar. Em paralelo há a baixa testagem que contribui para a não identificação da Covid-19", disse Marinho.
 

Os dados apontam que a Covid-19 tem impactado mais crianças de 0 a 4 anos. Faixa etária que, segundo especialistas, continuará mais vulnerável à doença porque ainda não pode receber vacinas. Em alguns países, já há autorização para imunizar crianças de 3 e 4 anos.
 

No Brasil, há dois imunizantes aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O da Pfizer está liberado para crianças a partir de 5 anos, e a Coronavac, para crianças a partir de 6 anos.
 

Renato Kfouri, presidente do Departamento de Imunizações da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria), concorda que há subnotificação no Brasil. Segundo ele, um maior número de mortes na faixa etária de crianças menores de 5 anos também ocorre em outros países.
 

De acordo o médico, o sistema imunológico dessas crianças é mais imaturo e não responde às infecções como os mais velhos. Por isso, as vacinas de outras doenças já começam nos primeiros meses de vida.
 

"As crianças nessa faixa etária vão continuar mais vulneráveis [para Covid]. Por causa disso, as pessoas elegíveis [crianças mais velhas, adolescentes e adultos] devem tomar a vacina para ajudar a reduzir a circulação do vírus, continuar usando máscara, lavar as mãos", afirmou.
 

A dona de casa Adriana de Godoy Zaniolo, 41, teve seu terceiro filho durante a pandemia em Rio Claro, no interior paulista, ainda no início da campanha de vacinação da Covid no Brasil. Com isso, ela não havia ainda sido imunizada.
 

Nas primeiras horas de vida de Matheus de Godoy Marangoni, o Theusinho, em 10 de março de 2021, a criança foi transferida para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva).
 

Adriana disse que teve uma gestação tranquila, e o filho nasceu saudável. Naquele dia, o bebê começou a gemer como se quisesse chorar e não conseguisse. Além disso, a oxigenação estava baixa.
 

A previsão era que ele logo voltasse para os braços dos pais, mas em cada visita o menino demonstrava piora. Segundo a mãe, foram feitos procedimentos na tentativa de descobrir o que ele tinha. Somente no terceiro dia a família foi informada de que ele estava com Covid.
 

A partir desse momento, os médicos isolaram o bebê e pediram para Adriana também fazer um teste, que deu positivo. No dia seguinte, Theusinho morreu.
 

"Parece inacreditável tudo o que acontece, parece que ainda não caiu a ficha. Tudo pronto esperando meu filho, nasceu tão perfeito e do nada parece que o mundo desaba. Cada vez que nós íamos à UTI o médico não tinha um diagnóstico. A única coisa que eu sei é que toda hora mudava de medicação", disse Adriana.
 

Para evitar incidência de mortes entre os menores, Flávia Bravo, diretora da Sbim (Sociedade Brasileira de Imunizações) disse acreditar que as vacinas contra Covid não devem demorar a chegar para faixas etárias abaixo de 5 anos.
 

No entanto, enquanto não há imunizante para esse público, é preciso focar uma maior cobertura entre os que podem se imunizar para controlar a doença e a transmissão.
 

De acordo com a médica, os estudos começaram concentrados nas pessoas que morrem mais, que no caso são os adultos. Há pouco tempo foi estendido o olhar para esse grupo infantil e, agora, é preciso esperar o tempo da ciência, diz ela.
 

São vários fatores levados em conta antes de iniciar a vacinação, como definir a dose correta, o esquema vacinal, entender a expectativa dos eventos adversos. "Não podemos menosprezar os números, e a ciência está buscando a solução para essas idades. Ainda que demore, ela virá. Enquanto isso, tem de proteger os não vacinados vacinando os demais", disse Bravo.
 

O pedido do Instituto Butantan à Anvisa era para usar as doses em crianças a partir de 3 anos. No entanto, a agência entendeu que não existem dados suficientes para reduzir a vacinação contra a Covid-19 até essa idade.
 

O instituto agora aguarda resultados da pesquisa do Chile com crianças de 3 a 5 anos para encaminhá-los à agência reguladora. A previsão é que ocorra ainda neste ano.
 

Em entrevista à Folha, a presidente da Pfizer no Brasil, Marta Díez, disse que a farmacêutica pretende apresentar à Anvisa o pedido de autorização de uso da vacina da Covid-19 em crianças de 6 meses a 5 anos neste ano. Em nota, o laboratório afirmou que ainda não há previsão de data da submissão.
 

O Ministério da Saúde prevê em contrato com a Pfizer a possibilidade de adquirir doses para crianças de 0 a 4 anos caso a vacina seja aprovada pela agência reguladora.
 

Não só mortes registram subnotificações, segundo Vital Strategies -as internações também. Dados do Ministério da Saúde apontam 18.326 internações no público de 0 a 4 anos e 6.802 em crianças de 5 a 11 anos.
 

Entretanto, o Brasil já pode ter atingido 92.837 internações em crianças de 0 a 4 anos, e 39.584 em crianças de 5 a 11 anos.
 

Marinho, da Vital Strategies, afirmou que uma política de testagem eficaz é imprescindível para controlar os casos em crianças. Porém, ela apontou que, quase dois anos após a pandemia, ainda não há uma estratégia consolidada quanto ao tema.
 

A médica, no entanto, ponderou que as crianças que não poderão tomar a vacina continuarão vulneráveis e acompanhando as curvas da pandemia -à medida que cresce o número de casos e mortes de doenças, isso ocorre também entre as crianças, mas em uma proporção menor que a de adultos.
 

"A vulnerabilidade ocorre principalmente entre as crianças mais pobres e negras. Muitas já têm muitos problemas respiratórios por causa do meio ambiente em que vivem, moradias precárias, sem saneamento básico, muitas pessoas por cômodo, o que aumenta o risco de doenças transmissíveis, especialmente as respiratórias", afirmou Marinho.
 

 

Itabuna: PM é baleado e criminoso morre em confronto no Novo Horizonte
Foto: Divulgação

Um policial militar identificado como Lucas Mota, foi baleado durante um tiroteio com criminosos, em caso ocorrido no bairro Novo Horizonte, em Itabuna, no último sábado (22). O homem foi socorrido para o Hospital de Base de Itabuna. Após cirurgia, ele passa bem.

 

De acordo com informações do blog Verdinho, Lucas foi atingido em três partes do corpo, sendo braço, abdômen e tórax. Ele chegou ao Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães consciente  e está agora no Centro Cirúrgico da unidade.

 

As primeiras informações são de que um bandido identificado como "Melck" foi morto após o confronto. Ele ainda chegou a ser socorrido para o HBLEM, mas não resistiu aos ferimentos. Outros criminosos que participaram do confronto fugiram para uma área de matagal  e as diligências para captura-los continuam.

 

A Polícia Militar (PM) apontou que foi feita uma denúncia de homens armados na região. Ao chegar no bairro, os policiais foram recebidos com tiros. Ainda segundo a PM, os homens se esconderam em um imóvel e os policiais cercaram o local. A troca de tiros foi iniciada quando um dos suspeitos saiu da casa.

Domingo, 23 de Janeiro de 2022 - 17:59

Vitória bate o Barcelona de Ilhéus na Arena Cajueiro pelo Campeonato Baiano

por Glauber Guerra

Vitória bate o Barcelona de Ilhéus na Arena Cajueiro pelo Campeonato Baiano
Foto: Pietro Carpi/ Vitória

O Vitória venceu o Barcelona de Ilhéus por 1 a 0, neste domingo (23), na Arena Cajueiro, em Feira de Santana (BA), válido pela segunda rodada do Campeonato Baiano. O gol foi marcado por Eduardo na etapa inicial.

 

Com o resultado, o Vitória chegou aos quatro pontos e agora ocupa a quarta colocação na tabela de classificação do Estadual.

 

O próximo compromisso do Vitória é contra o Jacuipense, sábado (29), às 16h, no Barradão.

 

O JOGO

A primeira chance do jogo foi do Vitória. Aos sete minutos, Salomão chegou na linha de fundo pelo lado esquerdo e tocou para trás. Gabriel Santiago arrematou de primeira, mas a bola foi para cima do gol.

 

O Vitória abriu o placar aos 22. Guilherme Queiroz tentou cruzar e a bola acabou sobrando para Iury. Ele tocou para Eduardo, que chutou rasteiro no canto esquerdo de Deijair e saiu para celebrar o belo gol.

 

A maior posse bola foi do Vitória. A equipe buscava com frequência o ataque. O Barcelona de Ilhéus criou poucas oportunidades e acaba esbarrando na marcação rubro-negra.

 

Segundo tempo
O cronômetro assinalava menos de um minuto quando o Barcelona de Ilhéus desperdiçou uma boa chance. Kel Baiano tentou completar de carrinho na segunda trave e por pouco não igualou o placar. O Vitória respondeu de forma imediata. Rambo deu mole e Gabriel Santiago ficou com a bola. Ele foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Jadson, que chutou no contrapé de Deijair, porém o zagueiro Caíque apareceu e conseguiu salvar.

 

Aos oito minutos, Luidy descolou cruzamento para Iury, que apareceu como homem surpresa dentro da área e cabeceou com perigo para a defesa de Deijair.

 

Jadson quase marcou um golaço na Arena Cajueiro aos 26 minutos. Ele arriscou de longe, mas Deijair se esticou todo e conseguiu defender. A bola tinha endereço certo.  Aos 33, foi a vez de Gabriel Santiago deixar o grito de gol entalado na garganta da torcida do Vitória.  Ele tabelou com Eduardo, recebeu de volta e finalizou de perna esquerda. A redonda bateu na trave.

 

FICHA TÉCNICA
Barcelona de Ilhéus 0 x 1 Vitória
Campeonato Baiano – 2ª rodada

Data: 23/01/2022 (domingo)
Horário: 16h
Local: Arena Cajueiro, em Feira de Santana (BA)
Árbitro: Marielson Alves Silva (CBF-BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (CBF-BA) e Jucimar dos Santos Dias (CBF-BA)
Quarto árbitro: Anderson Soares Brandão (CBF-BA)
Assessor de arbitragem: Ademilton Piedade Carigé (CBF-BA).
Cartões amarelos: Vicente e Iury (Vitória); Arnold (Barcelona de Ilhéus)
Cartão vermelho: Rambo (Barcelona de Ilhéus)
Gol: Eduardo (Vitória)

 

Barcelona de Ilhéus: Deijair; Arisson Gaúcho (Miqueias), Caíque, Gustavo Rambo e Arnold; Capone (Almir), Guga (Gianlucas), Ramirez, João Grilo (Felipinho) e Vitinho; Kel Baiano. Técnico: Paulo Sales.

 

Vitória: Lucas Arcanjo; Iury (Marco Antônio), Alisson Cassiano, Mateus Moraes e Salomão (Vicente); João Pedro, Eduardo, Gabriel Santiago (Erik) e Jadson (Alan Santos); Luidy e Guilherme Queiróz (Roberto). Técnico: Dado Cavalcanti.

GEPA resgata serpente que 'passeava' em fio de alta tensão na Paralela
Foto: Divulgação

Uma serpente foi resgatada quando transitava em um fio de alta tensão, nas imediações do condomínio Lagoa Verde, Paralela, no final da manhã deste domingo (23). A equipe do GEPA comandou a operação. 

 

Ao chegar no local, os agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), encontraram duas serpentes, uma no muro, com aproximadamente 1 metro, e outra de aproximadamente 2 metros. Devido ao contato com os fios de alta tensão, o resgate  foi realizado com o auxílio do pessoal da Diretoria de  Iluminação Pública, da Semop. 

 

Um veterinário do Cetas/INEMA, também esteve presente na ação. As serpentes são da espécie Jibóia e foram encaminhadas para o Cetas, onde passarão por avaliação, para em breve  serem inseridas numa região de preservação ambiental.

Em alta pelo 21º dia, Bahia tem maior número de casos ativos da Covid desde março de 2021
Foto: Jefferson Peixoto/Secom

A escalada de casos ativos da Covid-19 segue acontecendo. O estado registrou o 21º dia neste domingo (23) com aumento e chegou a 19.665 registros da infecção, maior número desde 14 de março de 2021. Os dados constam em levantamento feito pelo Bahia Notícias, com base nos boletins diários da secretaria de saúde da Bahia. 

 

O boletim epidemiológico ainda indica que, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.081 novos casos de Covid-19. Nas últimas 24 horas foram 2.727 recuperados e 3 óbitos por conta da doença. Desde o início da pandemia, 27.773 pessoas tiveram óbito confirmado.

 

Até o momento o estado tem 11.049.481 pessoas vacinadas com a primeira dose, 263.623 com a dose única, 9.308.143 com a segunda dose e 2.080.641 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 22.145 crianças já foram imunizadas.

Escola de dança Funceb anuncias vagas abertas para cursos de férias
Foto: Divulgação

A escola de dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) está com vagas abertas para aulas dos cursos de férias neste ano. As inscrições seguem até sexta-feira (28) e pode ser feita através do site da escola (veja aqui). A matrícula ocorre diretamente com o professor no dia da aula escolhida pelo aluno.

 

As aulas avulsas custam R$ 25 e acontecem durante duas horas às segundas e quartas-feiras ou terças e quintas-feiras, de 13h às 15 ou de 15h30 às 17h30. A fundação oferece 26 opções de cursos, entre eles pilates, dança contemporânea, tribais e de matriz africana, além de capoeira. 

Domingo, 23 de Janeiro de 2022 - 16:40

Com avanço da ômicron, primeira-ministra da Nova Zelândia cancela casamento

por Folhapress

Com avanço da ômicron, primeira-ministra da Nova Zelândia cancela casamento
Foto: Reprodução / Twitter

Após o país voltar a adotar medidas restritivas para conter o avanço da variante ômicron, a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, anunciou o cancelamento do seu casamento. "Não sou diferente de milhares de outros neozelandeses que tiveram impactos muito mais devastadores por causa da pandemia", disse Ardern durante coletiva com a imprensa.
 

A data do casamento da primeira-ministra com o apresentador de televisão Clarke Gayford não era pública, mas a imprensa internacional especulava que a data estava próxima. "Isso superará em muito qualquer tristeza que eu experimente", completou Ardern.
 

O anúncio acontece em meio a volta das restrições para combater o coronavírus. A partir de hoje, bares, restaurantes e eventos como casamentos têm de respeitar a lotação máxima de 100 pessoas. Em lugares que não exigem comprovante de vacinação, o número cai para 25.
 

As medidas foram adotadas após a Nova Zelândia registrar nove casos da variante ômicron. Uma transmissão comunitária foi registrada também em uma família que viajou para o Sul do país para uma festa de casamento.
 

O país é conhecido como um dos melhores na gestão para combater a disseminação do vírus. No dia 21 de janeiro, a Nova Zelândia registrou uma média móvel de casos de 13 mil. Ao todo, foram registradas 52 mortes em decorrência da doença.
 

No final do ano passado, o país chegou a abandonar a estratégia de covid zero, mas adotou medidas de testagem e vacinação. Ao longo de 2020, a região foi uma das poucas em relação ao mundo a zerar o número de infecções de coronavírus.

Refinaria anuncia aumento e Bahia tem 3ª alta no valor do combustível em menos de um mês
Foto: Sindicombustíveis-BA

A Refinaria de Mataripe anunciou o terceiro aumento no valor do combustível em 2022. O aumento de 2,25% no litro da gasolina para as distribuidoras já tem validade desde o último sábado (22). A divulgação foi feita pela Acelen, empresa do Mubadala Capital que assumiu a gestão da empresa, antiga Refinaria Landulpho Alves (RLAM), na Bahia.

 

Os funcionários não souberam informar se vai ter um novo aumento no valor do combustível no local. A Acelen informou ainda que além do reajuste de 2,25% na gasolina, também foi definido um aumento de 1,44% no diesel.

 

Na semana passada, a companhia já havia anunciado um reajuste de R$ 0,1956 para o diesel e de R$ 0,0468 para o litro da gasolina. 

Domingo, 23 de Janeiro de 2022 - 16:00

Incêndio em casa noturna deixa mortos em Camarões

Incêndio em casa noturna deixa mortos em Camarões
Foto: Reprodução / G1

Um incêndio em uma casa noturna na madrugada deste domingo (23) deixou ao menos 16 mortos e vários feridos na cidade de Yaoundé, capital de Camarões, segundo a agência de notícias France-Presse.

 

De acordo com o G1, a tragédia ocorreu no salão principal da Liv's Night Club, localizada no bairro de Bastos, que abriga luxuosas casas e embaixadas.

 

O Ministério das Comunicações apontou que o incêndio foi causado por fogos de artifício, que queimaram o teto e, depois, causaram duas explosões. O fogo teria começado por volta das 3h, no horário local (23h de sábado, pelo horário de Brasília).

 

Ainda não se sabe exatamente quantas pessoas estavam no local. Mas, segundo a agência, cem pessoas estavam reunidas no final da manhã no necrotério do hospital militar de Ekounou. Ainda de acordo com a AFP, incêndios não são incomuns em casas noturnas de Camarões, mas o número de vítimas dessa tragédia "é o maior dos últimos anos".

Em prisão domiciliar, Marcos Valério não pagou multa de R$ 9,8 milhões por crimes
Foto: Reprodução / Redes Sociais

A defesa do publicitário Marcos Valério , condenado a 37 anos de prisão no mensalão do PT, pediu ao Supremo a progressão de regime de semiaberto para aberto. Valério, porém, ainda não pagou a multa pecuniária de R$ 9,8 milhões aplicada pela Justiça pela prática dos crimes de peculato, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, nos autos da Ação Penal 470.

 

Valério já se encontra em prisão domiciliar, mas em decorrência da Covid-19. Se o ministro Luís Roberto Barroso conceder o benefício, Valério poderá continuar em casa mesmo com o fim da pandemia, segundo o colunista Lauro Jardim. 

 

Faber Vieira, advogado de defesa de Valério, alega que não há como pagá-la com os bens bloqueados.

Domingo, 23 de Janeiro de 2022 - 15:20

Naiara Azevedo diz no BBB que não tinha crise de ansiedade desde 2018

por Folhapress

Naiara Azevedo diz no BBB que não tinha crise de ansiedade desde 2018
Foto: Reprodução / TV Globo

A cantora Naiara Azevedo, 32, afirmou que teve crise de ansiedade nesta primeira semana do Big Brother Brasil 2022 (Globo). A afirmação aconteceu durante uma conversa com a Laís, 30, na festa que acontece na madrugada deste domingo (23).
 

A artista disse que não tinha uma crise de ansiedade desde 2018, Laís respondeu, que como médica, viu que ela não estava bem. "Eu percebi, como médica eu percebi".
 

Mais cedo, Naiara precisou ser ampara por Vinicius e Brunna Gonçalves após uma crise de choro. Dupla de Eliezer no Castigo do Monstro --dado por Rodrigo, que é o Anjo--, a artista precisou tirar um tempo deitada na cama.
 

"É uma coisa muito doida, porque eu sempre resolvi tudo sozinha, então eu tenho esse sentimento de autossuficiência, eu quero me desfazer dele, está me incomodando, inclusive agora", afirmou a cantora sertaneja para Brunna e Vini.
 

Em sua conversa com Laís, Naiara afirmou que sente pressão por saber que "pessoas dependem dela". Ela também disse que está sendo verdadeira e cumprindo com o seu propósito de deixar seu "lado artista" de lado. No entanto, não está sendo fácil.
 

Laís desabafou com a cantora e contou que teve uma primeira impressão errada sobre ela e por isso queria conversar, mas esperou que Naiara se recuperasse da crise de ansiedade. A médica ainda voltou atrás ao afirmar que deseja deixar o "ranço" no passado. "'A gente julga muita coisa que é errada".

Vídeo: Carro invade loja na Calçada e pessoas furtam mercadorias do local
Foto: Divulgação

Um veículo invadiu uma loja no Largo da Calçada da na manhã deste domingo (23) e pessoas que passavam pelo local aproveitaram para furtar mercadorias. Segundo a PM, por volta das 09h, os militares da 16ª CIPM tomaram conhecimento de um arrombamento a uma loja no Largo da Calçada.

 

Segundo a PM, a guarnição manteve contato com o dono do estabelecimento, que informou que um veículo Uno da cor prata havia sido usado para colidir com os portões da loja, e os suspeitos adentraram no local saqueando várias mercadorias.

 

A vítima foi orientada a registrar o fato na Delegacia, e o veículo sem restrições de roubo foi guinchado para o pátio da Transalvador. A Polícia revelou que fez rondas na região, mas nenhum suspeito foi encontrado.

 

Veja: 

 

Depois de deixar o Bahia, Raniele é emprestado pelo Jacuipense ao Avaí 
Foto: Divulgação/Avaí

Após deixar o Bahia, o volante Raniele é o novo reforço do Avaí para a temporada 2022. O jogador, que pertence ao Jacuipense, foi cedido por empréstimo até ao fim do ano.

 

Raniele tem 25 anos. Além do Bahia e Jacuipense, ele já passou pelo Botafogo-SP, Taubaté, Portuguesa e Ferroviária.

 

Na temporada 2022, o Avaí tem em sua agenda o Campeonato Catarinense, Copa do Brasil e Brasileirão da Série A.

Álcool é uma das maiores causas de internamento por traumas em hospitais
Foto: Freepik

Uma pesquisa mostrou que 31,4% das pessoas internadas por trauma no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina (HC/FM-USP) apresentavam traços de consumo de substâncias psicoativas.O estudo foi realizado por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e colaboração de pesquisadores do Hospital Universitário de Oslo, na Noruega.

 

O álcool foi a substância mais encontrada, com 23%, seguido da cocaína (12%) e da maconha (5%). Em 9% das amostras de sangue foram encontrados sinais de mais de uma droga. O estudo foi feito entre julho de 2018 e junho de 2019 com pacientes maiores de 18 anos que tiveram lesões traumáticas por acidentes de trânsito, quedas e episódios de violência, como agressões, armas de fogo e esfaqueamentos.

 

Entre os pesquisados, 44% apresentaram algum padrão de consumo prejudicial de álcool. Com idade média de 36 anos, os 376 participantes do estudo, dos quais 80% eram homens, foram recrutados dentro do próprio Hospital das Clínicas. As amostras de sangue eram coletadas depois de os pacientes já estarem estabilizados, no máximo seis horas depois do acidente. Os voluntários também responderam questões socioeconômicas.

 

Segundo a pesquisa, das hospitalizações analisadas, 56% foram causadas por acidentes de trânsito, e quase metade delas envolveu motociclistas. Entre estas pessoas, 31% tiveram resultado positivo em testes sobre uso de entorpecentes. Entre os voluntários do estudo, a prevalência de consumo de substâncias psicoativas era maior em homens (35%), indivíduos entre 18 e 39 anos (41%), solteiros (43%) e pacientes que sofreram traumas no período noturno (44%).

 

“São grupos que tendem a consumir mais drogas e a se expor mais a situações de risco. O álcool ainda é a substância de maior preocupação em relação à saúde pública. O dado interessante é que os mais impactados por esses acidentes foram os motociclistas. Pela primeira vez, motociclistas ultrapassaram pedestres em taxa de letalidade, porque eram o principal grupo atingido. Desde 2018, eles ocupam a primeira colocação, talvez pelo aumento do número de aplicativos de entrega”, disse Henrique Bombana, um dos autores do estudo e pesquisador colaborador do Centro de Ciências Forenses da FM-USP.

 

Bombana destacou que, quanto mais grave o acidente, maior a prevalência do uso de drogas. “Alguns estudos já demonstram que pacientes com lesões traumáticas que fizeram uso de substâncias estimulantes, como cocaína, tendem a ter lesões mais graves do que aqueles que não usaram nada. Nós conseguimos observar, comparando com outros estudos, que também com motoristas no trânsito, a sequência do uso do álcool e drogas aumenta com relação a acidentes e mortes."

 

Treze por cento dos participantes da pesquisa foram hospitalizados em decorrência de atos violentos. Metade apresentava lesões por armas de fogo, um quarto por agressões físicas e um quinto por traumas penetrantes, como esfaqueamentos. Nesse grupo, foi maior a prevalência de uso de álcool e drogas ilícitas (44%) e mais baixa a média de idade (31 anos). Nas agressões físicas, as amostras positivas para entorpecentes chegaram a 75%.

 

As internações provenientes de quedas representaram 32% dos indivíduos, com idade média de 42 anos, dos quais 29% haviam consumido álcool ou drogas ilícitas. O estudo também indicou que a prevalência do uso de cocaína foi maior entre os pacientes e que a combinação entre álcool e cocaína foi a mais encontrada nas amostras dessa investigação.

Domingo, 23 de Janeiro de 2022 - 14:00

Doria iniciará campanha pelo Vale do Jequitinhonha, com Vale do Ribeira como modelo

por Fábio Zanini | Folhapress

Doria iniciará campanha pelo Vale do Jequitinhonha, com Vale do Ribeira como modelo
Foto: Reprodução / Flickr Governo de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), marcou para 31 de março sua renúncia ao cargo, para iniciar a pré-campanha a presidente da República.
 

Ele de imediato pretende dar início a um roteiro de viagens pelo Brasil. O ponto de partida será o Vale do Jequitinhonha, região no norte de Minas Gerais com altos níveis de pobreza.
 

O tucano pretende usar como modelo o Vale do Ribeira, no sul de São Paulo, também uma área carente. O governo paulista diz ter elevado o índice de desenvolvimento da região em 30% nos últimos dois anos, a partir de uma série de ações concentradas.
 

Na incursão por Minas, Doria pretende simplesmente ignorar o deputado federal Aécio Neves, principal liderança tucano do estado, e hoje seu maior desafeto na legenda.

OAB-BA quer mover ação no STF contra suspensão de pagamento de perícias no INSS
Foto: Angelino de Jesus/ OAB-BA

A Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Bahia (OAB-BA) quer ir ao Supremo Tribunal Federal (STF) para manter o pagamento de perícias no INSS. Para isso, a entidade pedirá ao Conselho Federal da OAB que ingresse com uma ação no STF. O Conselho Federal deverá ajuizar uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF).

 

A decisão foi tomada em sessão plenária da Ordem baiana nesta sexta-feira (21), forma híbrida (on-line e presencial) e seguiu os protocolos de biossegurança impostos pela pandemia. Depois de dois anos realizado pela União, o pagamento das perícias judiciais em processos envolvendo assistência judiciária gratuita, que até então era feito pela Justiça Federal, foi suspenso. A decisão foi tomada após uma consulta do Tribunal Regional Federal (TRF) ao Conselho da Justiça Federal (CJF) no sentido de voltar a realizar o pagamento das perícias. 

 

Na decisão, o presidente do CJF, ministro Humberto Martins, respondeu pela impossibilidade dos pagamentos com base na dotação orçamentária e orientou que as perícias aguardassem aprovação de um novo projeto de lei, impedindo seu pagamento.

 

Ao classificar a medida como "absurda", a presidente da OAB-BA, Daniela Borges, ressaltou que a suspensão atinge exatamente aqueles que mais precisam, dentro de um contexto envolvendo o pagamento de alimentos. "Em regra, esses processos discutem, na Justiça Federal, verbas alimentares, não podendo ficar parados. Por isso, como a seccional não tem competência para mover a ADPF, iremos ao CFOAB para que eles ajuizem o pedido junto ao STF", explicou.

 

Para o relator do processo e procurador-geral da OAB-BA, Rafael Mattos, a suspensão configura "evidente violação ao direito de ação e à duração razoável do processo". "Esses são preceitos fundamentais à Constituição do Brasil e devem ser assegurados ao cidadão", disse. Rafael também explicou que, além da ADPF, a seccional irá encaminhar um pedido de providência ao Conselho da Justiça Federal para tentar reverter a situação.

Produtores lançam campanha 'Pega Leve Rui Costa' após redução de público em shows
Foto: Divulgação

Uma campanha em favor dos eventos em Salvador foi lançada neste sábado (22) por produtores culturais. A campanha “Pega Leve Rui Costa” aborda as consequências dos cancelamentos de eventos em Salvador, após os decretos estaduais de redução de público. Diversos eventos foram cancelados ou adiados nos últimos dias, após a redução de público para 1,5 mil pessoas.

 

A campanha é liderada pela Salvador Produções e Pida, com o objetivo de mostrar que a classe não pode ser a única responsabilizada pelo avanço da Covid-19 no estado.

"Sofremos sozinhos as penalidades como se fôssemos os vilões da pandemia e os únicos responsáveis pela propagação do vírus" , afirmaram em publicação.

 

Os produtores culturais também explicam que o cancelamento dos eventos causa prejuízos para diversas pessoas, como porteiros, garçons e seguranças. "Em um evento de 5 mil pessoas , são gerados mais de 500 empregos temporários. Cancelar um evento de médio porte é tirar a renda de muitas famílias". O manifesto diz ser a favor das medidas de segurança, como a exigência de comprovação de vacinação. "Estamos chegando no limite, e sem o apoio do governo fica quase impossível aguentar", finalizam.

Ministério Público estuda pedir relatório ao Coaf sobre ganhos de Sergio Moro
Foto: Reprodução / Flickr Ministério da Justiça

Ainda vai causar muita dor de cabeça a a investigação aberta no TCU para apurar se houve conflito de interesses no contrato dele com a consultoria Alvarez & Marsal, que atuou como administradora da recuperação judicial do grupo Odebrecht.

 

Segundo o colunista Lauro Jardim, o Ministério Público junto ao TCU estuda pedir um relatório de inteligência ao Coaf para saber quanto Moro recebeu durante o ano que trabalhou na A&M. Cogita também solicitar essa informação às autoridades americanas.

 

Ao contrário do que parece, o ministro do TCU Bruno Dantas, que abriu a investigação, não determinou à consultoria que entregasse esses dados. Apenas pediu "a título de cooperação" que a Alvarez o fizesse. Mas o valor da remuneração recebida pelo juiz da Lava-Jato não consta do material já enviado.

Domingo, 23 de Janeiro de 2022 - 12:40

Brasil e China arrastam negociação e não renovam compromissos de parceria

por Ricardo Della Coletta | Folhapress

Brasil e China arrastam negociação e não renovam compromissos de parceria
Foto: SYSTEM / Divulgação

Com conversas que se arrastam desde 2019, os governos de Brasil e China não conseguiram renovar a tempo os dois principais documentos que definem as diretrizes e as prioridades das relações bilaterais. Venceram em dezembro tanto o Plano Decenal de Cooperação Brasil-China como o Plano de Ação Conjunta --com validade de cinco anos-- assinados entre os dois países em 2012 e 2014, respectivamente.
 

Enquanto o Plano Decenal traz princípios comuns que devem reger a parceria, o documento quinquenal é mais detalhado. Ele reúne metas e indica interlocutores em diversas áreas, como agricultura, ciência e tecnologia, cooperação financeira e educação, entre outros. Ambos os documentos servem de bússola para orientar a relação bilateral a longo prazo.
 

As metas no Plano de Ação Conjunta que acaba de vencer incluem estimular visitas de autoridades e trabalhar em conjunto certos temas em organismos internacionais. O texto define ainda o objetivo de estimular a participação de empresas chinesas em licitações no Brasil e garantir a troca de informações de medidas fitossanitárias para evitar a retenção desnecessária de mercadorias nos portos.
 

Embora o fim da validade dos textos não tenha maiores efeitos práticos, o fracasso da diplomacia em atualizá-los até o fim do ano passado é um reflexo simbólico do esfriamento das relações sino-brasileiras em boa parte do mandato do presidente Jair Bolsonaro (PL).
 

De acordo com interlocutores, diferentes fatores contribuíram para que os dois governos chegassem ao fim de 2021 sem um consenso sobre o que deveria constar nos novos documentos: a pandemia da Covid-19 e a realização --por exigência chinesa-- de praticamente todas as reuniões em ambiente virtual; o imenso aparato burocrático de Pequim, que exige múltiplas aprovações em diferentes instâncias na negociação de documentos; e os sucessivos atritos que marcaram as relações bilaterais até a demissão do ex-ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores).
 

As consultas internas e a troca de propostas coincidiram com alguns dos momentos mais tensos do relacionamento do Brasil com seu maior parceiro comercial.
 

No início de 2020, por exemplo, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, publicou um texto comparando a Covid-19 ao acidente nuclear de Tchernóbil (1986), na antiga União Soviética. Na publicação, o parlamentar ainda afirmou que o regime chinês tinha responsabilidade pela disseminação da doença.
 

A manifestação gerou reação do embaixador da China em Brasília, Yang Wanming, que a classificou de "insulto maléfico" e acusou Eduardo de ter contraído um "vírus mental". O episódio não foi isolado.
 

Em diferentes ocasiões, o próprio presidente Bolsonaro endossou a tese de que o coronavírus teria sido criado num laboratório chinês e fustigou o país asiático para criticar o imunizante Coronavac --trunfo político de um de seus adversários, o governador de SP, João Doria (PSDB).
 

Ernesto Araújo, por sua vez, chegou a pedir a Pequim a substituição do embaixador chinês no Brasil. Ele foi ignorado. De acordo com pessoas que acompanham o tema, o clima de conflagração que só passou a ser revertido com a chegada do novo chanceler, Carlos França, respingou no calendário de negociações dos dois planos no âmbito da Cosban (Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação).
 

Interlocutores destacam que, nos pontos mais baixos da relação, houve prejuízos sobre o fluxo de informação que trafega entre Brasília e Pequim, com reflexos também nas conversas que ocorriam na Cosban. O órgão é o principal mecanismo de coordenação institucional da relação Brasil-China, liderado pelo vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) e pelo número 2 do regime chinês, Wang Qishan.
 

Os governos do Brasil e da China continuam discutindo os documentos, de qualquer forma. Também está sobre a mesa uma tentativa de reformulação da estrutura da própria Cosban, mas o tema enfrenta resistência dos chineses. O objetivo é tentar fazer as negociações avançarem para que o impasse não afete a realização, ainda no primeiro semestre, de uma reunião planejada entre os vices.
 

O encontro virtual ainda não está agendado, mas interlocutores temem que sua não realização venha a representar mais um sinal negativo nas relações sino-brasileiras.
 

A janela de oportunidade para tentar salvar a reunião da Cosban é curta. No Brasil, as eleições presidenciais devem mobilizar o calendário de autoridades a partir do segundo semestre; enquanto isso, os chineses já estão em fase de preparativos do 20º Congresso Nacional do Partido Comunista Chinês, marcado para o mês de outubro.
 

Presidente do CEBC (Conselho Empresarial Brasil-China), o diplomata Luiz Augusto de Castro Neves explica que o Plano Decenal e o Plano de Ação Conjunta "visam a uma ordem de prioridades" na relação bilateral e, essencialmente, "balizam o governo e servem de orientação para a iniciativa privada".
 

Ex-embaixador do Brasil na China, ele credita o atraso exclusivamente aos efeitos da pandemia e não vê um possível componente político na não renovação dos planos.
 

"Os chineses entendem muito bem que nas relações há um discurso e uma realidade. Em momento algum o comércio Brasil-China foi prejudicado por questões não comerciais", afirmou, ao ser questionado sobre o histórico de ataques do presidente Bolsonaro e seus aliados contra Pequim.
 

Procurado pela Folha, o Itamaraty informou que um dos resultados da última reunião de alto nível da Cosban foi uma determinação para o início de "discussões para aprimorar a estrutura" do mecanismo e "preparar novo documento para orientar as relações bilaterais". A reunião ocorreu em maio de 2019, em Pequim, e teve a participação de Mourão e Wang Qishan.
 

O Brasil enviou a primeira proposta de reestruturação em dezembro de 2020, ainda segundo a pasta. A última contraproposta chinesa foi recebida em janeiro de 2022.
 

O ministério destacou também que as negociações dos dois planos envolvem temas que vão de "política, economia e comércio" a "infraestrutura, agricultura, cultura, tecnologias da informação e cooperação espacial", entre outros.
 

"Em processo dessa envergadura, é natural que o prazo de avaliação pelos órgãos técnicos de parte a parte seja longo. Nas circunstâncias atuais de pandemia, o processo tem-se alongado ainda mais, sobretudo em decorrência da impossibilidade de encontros presenciais", justificou a chancelaria em nota.
 

"Em temas que por vezes implicam sensibilidades internas, reuniões face a face permitiriam maior celeridade no intercâmbio de percepções. O processo negociador segue em 2022, por meio de reuniões virtuais, e o Brasil espera concluí-lo com a máxima brevidade." O Itamaraty também afirmou que não compartilharia detalhes das negociações em curso.

Em dez anos, preço da energia elétrica subiu 82% e custo deve superar inflação
Foto: Bahia Notícias

A conta de luz vem ocupando um peso considerável no orçamento dos brasileiros, principalmente daqueles que ganham menos. Nos últimos dez anos, de acordo com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a tarifa residencial aumentou 82%, com o custo do Megawatt-hora passando de R$ 340,90 em 2011 para R$ 622,20 em 2021. A expectativa dos especialistas, no entanto, é que a energia elétrica continue subindo de preço, ultrapassando a inflação.

 

Até abril, ainda vigora a bandeira de escassez hídrica, com a cobrança adicional de R$14,20 para cada 100kWh consumidos. Segundo o economista da FGV, André Braz, apesar do alto volume de chuvas em janeiro, uma seca no Sul do país gera pessimismo para a recuperação plena dos reservatórios em 2022. Além disso, neste ano, estão previstas as revisões tarifárias das concessionárias Enel e Light. No caso desta última, a proposta é de aumento de quase 18% para pessoas físicas.

 

Uma análise da Agência Internacional de Energia (IEA), feita com números de 2018, revela que antes da crise hídrica o Brasil já era o segundo país com a tarifa de energia mais cara do mundo. Para o consultor de energia elétrica Fernando Umbria, é possível que o Brasil ganhe a liderança quando os números mais recentes forem computados.

 

Outros dados da IEA ainda apontam que enquanto o mundo utiliza apenas 26% de matriz energética renovável, o Brasil usa 82%, com predominância das hidrelétricas. Sem diversificar as matrizes, as termoelétricas passaram a ser soluções emergenciais que custam caro.

 

"O racionamento em 2001 foi o que incentivou as térmicas, porque começou-se a perceber as fragilidades do sistema. Em 2021, ficamos numa situação desconfortável, mas conseguiram atender a demanda a um custo absurdamente elevado, que vamos pagar por muito tempo. Acredito que as térmicas são necessárias sim, mas o país veria ter dado mais atenção a usinas a gás, em detrimento de óleo combustível, que é mais caro", aponta. 

 

O ano de 2021, marcado pela crise hídrica, também teve a maior ampliação da geração eólica registrada no país. As usinas movidas pela força dos ventos responderam por 3.694,32 MW de potência instalada, marca que ultrapassou o recorde de 2014, de 2.786 MW liberados pela Aneel. Porém, atualmente, essa matriz energética representa apenas 11,59% da potência do Brasil.

 

Eduardo Araken, CFO do Grupo Energia, empresa de engenharia que faz o desenvolvimento de projetos de geração de energia sustentável, diz que o custo de desenvolvimento de um parque eólico é alto. Além disso, estima que, do papel até o pleno funcionamento, são necessários, no mínimo, cinco anos. "Com a população aumentando e o maior uso de equipamentos eletrônicos, a demanda por energia vai subir. O custo certamente também, passando a inflação. O sistema vai arcar com a implementação dessas fontes renováveis e, ao mesmo tempo, estará sujeita ao custo extra das térmicas", disse o especialista.

Domingo, 23 de Janeiro de 2022 - 12:00

Vigilância Sanitária notifica sete restaurantes em Salvador

Vigilância Sanitária notifica sete restaurantes em Salvador
Foto: Jefferson Peixoto/Secom

A Vigilância Sanitária de Salvador (Visa), notificou sete restaurantes, que apresentaram inconformidades sanitárias, no último sábado (22). Ao todo, 12 estabelecimentos do ramo foram fiscalizados, além de 11 escolas da rede municipal, três ambulâncias e 16 serviços de alimentação oferecidos em três eventos.

 

As ações de fiscalização da Visa prosseguem neste domingo (23), com novas diligências em eventos, bares, restaurantes e lanchonetes. De acordo com a diretora da Visa, Andrea Salvador, o trabalho do órgão envolve dezenas de profissionais e tem o objetivo de diminuir os riscos de contaminação dos consumidores, considerando o aumento do número de casos da Covid-19 em Salvador.

 

Para dar suporte ao enfrentamento ao coronavírus, as inspeções estratégicas nas escolas tiveram como foco a orientação das equipes e observância dos critérios sanitários para retomada segura das aulas, em parceria com a Secretaria Municipal da Educação (Smed). Já nos demais estabelecimentos, o objetivo é fazer com que os decretos sanitários sejam cumpridos, além de conscientizar a população quanto à importância de cumprir as determinações.

 

Eventos e festas são verificados em caráter educativo para organização das questões sanitárias e garantir a redução dos riscos de contaminação pela Covid-19. Os técnicos conferem detalhadamente itens como armazenamento de produtos e manipulação adequada de alimentos, serviços de saúde instalados, lotação de espaços e dispensação de álcool gel, dentre outros itens.

 

Caso encontre alguma situação irregular, o cidadão pode ligar para o Fala Salvador, através do 156, para realizar a denúncia. As ações ocorrem em parceria com o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs).

IRPF: Receita abre amanhã consulta para lote residual de restituições
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

A Receita Federal vai liberar amanhã de manhã a consulta ao lote residual de restituições do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) para mais de 240 mil contribuintes que caíram na malha fina do leão nos últimos anos por inconsistências nas declarações do imposto de renda, mas que acertaram as pendências com o Fisco.

 

Segundo a AgênciaBrasil, as restituições serão depositadas diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. A soma dos valores restituídos é superior a R$ 281 milhões, desse total, mais de R$ 96 milhões serão pagos a 43.306 contribuintes que têm prioridade legal, como idosos acima de 60 anos, pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

 

Foram contemplados também 197.438 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 16 de janeiro de 2022. Para o contribuinte consultar se está no lote residual deve acessar a página da Receita na internet, clicar em "Meu Imposto de Renda" e, em seguida, em "Consultar a Restituição". 

 

Se, por algum motivo, o crédito não for realizado, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil. Neste caso, o contribuinte poderá reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, acessando o endereço: https://www.bb.com.br/irpf, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

 

Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de um ano, deverá solicitá-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu Declarações e Demonstrativos > Meu Imposto de Renda e clicando em "Solicitar restituição não resgatada na rede bancária".

Domingo, 23 de Janeiro de 2022 - 11:20

PSOL está disposto a aceitar Alckmin vice se Lula fizer programa de esquerda

por Fábio Zanini | Folhapress

PSOL está disposto a aceitar Alckmin vice se Lula fizer programa de esquerda
Foto: Divulgação / Ricardo Stuckert

Para a ala hoje dominante do PSOL, o programa de governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) será o fator fundamental na definição de apoio ao ex-presidente, mais até do que a presença ou não do ex-governador Geraldo Alckmin na chapa como vice.?
 

O partido de esquerda não esconde seu descontentamento com a possibilidade de o ex-tucano fazer parte da aliança, posição já expressada por sua liderança de maior visibilidade eleitoral, o líder sem-teto Guilherme Boulos.
 

Lideranças da legenda, no entanto, afirmam que a presença de Alckmin não significará automaticamente a recusa do PSOL em aliar-se a Lula. Mais importante, dizem, são as propostas em jogo.
 

Como mostrou a coluna Mônica Bergamo, o partido começa em fevereiro a discutir um programa para apresentar ao PT, com pontos como revogação de teto de gastos, forte agenda ambiental e revisão de reformas feitas nos governos de Michel Temer (MDB) e Jair Bolsonaro (PL).
 

A princípio, são compatíveis com o que o próprio Lula vem defendendo, mas há um temor de recuo por parte do PT em caso de aliança com Alckmin, de perfil mais à direita.
 

Caso os pontos sejam incorporados ao programa de governo, contudo, o PSOL está disposto a tolerar a presença do ex-tucano como neoaliado.

Bruna Surfistinha diz que sofreu ataques de eleitores de Bolsonaro: 'desejaram a morte'
Foto: Divulgação

Raquel Pacheco, mais conhecida como Bruna Surfistinha, afirmou que passou a receber inúmeros ataques e até ameaças de morte de eleitores do presidente Bolsonaro. Na autobiografia que lançou recentemente, ela conta que sentiu na pele o quanto eles são “militantes agressivos que não descansam e, sentem prazer em xingar e ameaçar vidas alheias que não concordam com a mesma visão política deles”. 

 

“Virei alvo e por dias recebi mensagens como; ‘Você é um lixo humano’, ‘É uma vergonha para o país’, ‘Se eu te encontrar, acabo com você’, ‘Que moral você tem pra falar do presidente, sua puta!’, ‘Você tem que morrer, vagabunda!’ e por aí vai. Fiquei chocada com tanto ódio que esse povo externa. Cada um oferece o que tem no coração, não é mesmo?".

 

Ela havia sido criticada por Jair Bolsonaro em julho de 2019, após o presidente diz que "não pode admitir que com dinheiro público se façam filmes (como esse)", mencionando o longa "Bruna Surfistinha", lançado em 2011 com Deborah Secco no papel principal. "Entendo que quem diz ser cidadão do bem, precisa pregar um falso moralismo para não chocar, nem decepcionar a família tradicional brasileira. Enquanto ele citou meu filme como exemplo de coisa ruim, o orgulho que tenho da minha trajetória apenas aumentou, só eu sei o que passei até colher meus frutos e ninguém vai tirar isso de mim", escreveu ela, que não poupou críticas ao atual chefe do governo.

 

"Teria ficado chateada e com vergonha de sair de casa se tivesse sido criticada por um presidente decente, com um histórico maravilhoso na política, mas não era o caso. Minha resposta aos jornalistas foi direta e reta: "Ele deveria cuidar da moral da própria família. E esse foi o título de várias matérias publicadas", relembra.

OAB e Abat querem reconsideração do TJ-BA e TRT sobre restrições no atendimento
Foto: Claudia Cardozo / Bahia Notícias

A Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Bahia (OAB-BA) quer que os tribunais reconsiderem os atos normativos que determinaram medidas de restrição de atendimento, diante da nova onda da Covid-19. O pedido foi feito em parceria com a Associação Baiana dos Advogados Trabalhistas (Abat) e encaminhado para o Tribunal de Justiça (TJ-BA) e Tribunal Regional do Trabalho (TRT-BA).

 

Para a presidente da OAB, Daniela Borges, apesar da preocupação do TJ-BA com seus servidores e magistrados, é imprescindível que seja garantido o pleno e irrestrito atendimento à classe, uma vez que "não há Justiça sem o pleno exercício da advocacia”.

 

"Nesse contexto, em que pesem os esforços do TJ-BA para melhorar o funcionamento, o Balcão Virtual ainda está aquém do atendimento que a classe precisa. Não é por acaso que ainda são recorrentes as críticas por parte da advocacia sobre o atendimento virtual do tribunal, inclusive tendo motivado Pedidos de Providência da OAB-BA no CNJ [Conselho Nacional de Justiça]", explicou Daniela Borges.

 

Entre os principais problemas, a presidente da Seccional destaca que o Balcão Virtual tem limitação no horário de funcionamento, contrastando com a necessidade de redução da procura presencial por atendimentos, e que o serviço de agendamento com magistrados não supre a necessidade em casos de demandas de urgência.

 

No âmbito da Justiça do Trabalho, a OAB e Abat afirmam que o atendimento virtual não atende a contento à advocacia, a ponto de se tornar meio exclusivo de atendimento, agravando o problema da demanda reprimida. "O atendimento direto e irrestrito a advogados pelas unidades judiciárias, sem necessidade de prévio agendamento é prerrogativa da advocacia para o pleno exercício da ampla defesa", disse Daniela.

 

"É claro que é fundamental o esquema de vacinação, mas existem casos excepcionais, que, por razões médicas, não se mostram possível a vacinação. Nestes casos, é no mínimo razoável a admissão de acesso mediante a exibição de resultado negativo de exame RT-PCR para covid-19, realizado há menos de 72 horas", concluiu.

Histórico de Conteúdo