Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Zé Neto e Cristiano são processados por artista baiano pelo uso do termo 'Esqueminha'
Foto: Divulgação

A dupla Zé Neto e Cristiano vem passando por momentos difíceis na carreira. Após Zé Neto precisar se afastar dos palcos para tratar problemas de saúde (lembre aqui), a dupla está sendo processada por um artista baiano pelo uso da marca “Esqueminha”. 

 

O artista Gabriel Levy moveu uma ação de indenização por danos morais pelo uso indevido da marca “Isqueminha”, registrada em seu nome. 

 

Luiz Vasconcelos, advogado do artista, conta que muito antes de ingressar com o processo judicial, buscou impedir a tentativa do registro da Marca 'Esqueminha' diretamente no INPI e, posteriormente, notificou extrajudicialmente a produtora responsável pela dupla para que houvesse a suspensão da utilização do nome, mas não obteve retorno. 

 

Gilmar Luiz Coelho, Juiz de Direito da 10ª Vara Cível de Goiania, deferiu a tutela provisória de urgência determinando que a dupla ão use mais a marca “Esqueminha” em qualquer contexto comercial e/ou de divulgação, sob pena de aplicação de multa no valor de R$ 1.000,00 até o limite do valor dado à causa de R$ 50 mil.

Recentemente, a Justiça baiana proibiu as cantoras Maiara e Maraisa de usarem a marca “As Patroas” depois da cantora baiana Daisy Soares ter sido reconhecida como proprietária da marca (lembre aqui). Daisy chegou a sofrer ameaças após vencer disputa judicial contra a dupla (veja aqui). 

 

Histórico de Conteúdo