Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Thiago Aquino cobra multa milionária de policial que geria sua carreira; entenda
Foto: Reprodução/Instagram

A Loja Produções, empresa responsável pela carreira do cantor Thiago Aquino, emitiu uma nota a respeito das informações do processo movido pelo policial militar e seu ex-empresário Paulo Henrique Luparelli. 

 

De acordo com informações obtidas pelo Bahia Notícias, a Justiça tomou conhecimento de que o cantor cobra R$ 20 milhões do ex-empresário em virtude de quebra contratual. 

 

A assessoria jurídica do cantor ainda pede que os fatos e documentos apresentados sejam apurados pela Corregedoria da Polícia Militar da Bahia e dizem que o ex-empresário se apropriou indevidamente de alguns valores. 

 

Thiago Aquino e seu atual empresário Igor Almeida dizem entender que o fato será tratado de forma legítima e honrada por todos. Eles ainda afirmaram que seu compromisso é “continuar levando a alegria aos seus fãs, com sua música, e seguir com a já vitoriosa carreira musical.”

 

A Loja Promoções também informou que o artista manterá normalmente sua agenda de shows e qualquer declaração do cantor Thiago Aquino será divulgada apenas por meio de suas assessorias de imprensa e jurídica.

Histórico de Conteúdo