Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Estilista relembra capa de beijo gay com Paulo Gustavo em 1999: 'Destemido'
Foto: Reprodução / Instagram l Arquivo Pessoal

O estilista Rogerio Espiríto Santos relembrou em publicação no Facebook a capa história da revista Sui Generis - voltada para o público gay - em 1999, onde o ator Paulo Gustavo protagonizou um beijo ao lado de Fábio, seu namorado na ocasião. 

 

"Quando eu estava na missão de encontrar alguém pra fazer essa capa da Sui Generis, conheci o Paulo Gustavo. Eu digo uma missão por que foi dificílimo achar alguém que topasse e peitasse dar um beijo na boca, real e verdadeiro na capa de uma revista gay em 1999. Ele não só topou, como levou o Fabio, namorado dele na época e deram esse beijo quente e destemido, que foi um dos trabalhos mais marcantes de toda minha história, até hoje”, começou ele.

 

Segundo Rogerio, na época, a capa foi censurada e repercutiu em todos os jornais do país. "Teve que ir pras bancas dentro de um saco preto pra não chocar a sociedade, e no dia seguinte ao lançamento quase todos os jornais, indignados com a censura, reproduziram a imagem, o que a tornou icônica além de projetar a revista nacionalmente e amplificar o barulho que a gente queria fazer", relembra o estilista.


Para o estilista, Paulo Gustavo teve uma grande contribuição nacional para a comunidade LGBTQ+, e contribuiu para que as pessoas pudessem exercer a própria sexualidade sem tabus ou repressões.

 

"Talvez essa tenha sido a primeira grande colaboração do Paulo Gustavo para a comunidade LGBTQ+, antes mesmo de ser o grande influenciador que se tornou alguns anos depois. Descanse em paz, Paulo Gustavo. Você é gigante e vai continuar vivo na memória desse país. Todo meu respeito e admiração por você, e até qualquer dia”, concluiu.

 O ator e humorista morreu na última terça (4), vítima de complicações causadas pela COVID-19 (veja aqui). 

Histórico de Conteúdo