Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 18 de Dezembro de 2020 - 09:00

Nascido na Bahia, Victor Alves desbanca favoritismo de Teló e vence The Voice Brasil

por Júnior Moreira Bordalo

Nascido na Bahia, Victor Alves desbanca favoritismo de Teló e vence The Voice Brasil
Foto: Reprodução / Globo

Nascido em Teixeira de Fretas, aqui na Bahia, e criado no Rio de Janeiro, o cantor Victor Alves, do time Iza, foi o vencedor da nona temporada do The Voice Brasil, que teve final realizada na noite desta quinta-feira (17). O jovem desbancou o favoritismo do time de Michel Teló, vencedor das cinco últimas edições. O sertanejo chegou no último dia com Douglas Sampaio, que ficou em segundo lugar. Já Lulu finalizou a disputa com Ana Canhoto e Carlinhos Brown com Izrra.

 

Ao conquistar 34% votos da audiência, levou para a casa o prêmio de R$ 500 mil, um contrato com a Universal Music, além de gerenciamento de carreira. "Eu, de verdade, nem imaginava que ia chegar na final. E achei que nem da rodada de fogo fosse passar. Não tenho nem palavras para descrever o quanto eu estou feliz. Queria dedicar isso aqui para a minha mãe, que acreditou muito em mim, e se não fosse por ela eu não estaria aqui", revelou.

 

Ao defender a vitória de seu “pupilo”, Iza destacou: “"Acho que ele é a cara do povo brasileiro, acho que tem muito talento, de quem ainda não vive disse, mas que ama muito o que faz e faz muito bem. [...] Victor é muito resiliente, pensando em tudo que ele já passou na vida, que veio para cá para cantar e deu de cara com a pandemia e teve que procurar um outro emprego".

 

"Falando ainda do jeito brasileiro, o Victor tem ainda essa capacidade de se reiventar e criar na nossa frente. Por conta dessa correria, muitas vezes - estou aqui falando um bagulho que nem sei se poderia - ele estava muito corrido e o produtor musical correndo atrás dele. O Victor tava trabalhando, fazendo telhado... e muitas vezes quando ele chega aqui no palco, ele faz sem ensaio, porque ele vive para esse momento aqui e agora. É por isso que acho que ele deve levar essa", reforçou. Veja:

 

Ao longo do programa cantou sucessos de Ferrugem, Dilsinho, Felipe Araújo e disputou com a competidora Anna Lima ao som de "Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim", da Ivete Sangalo. Na final, ele cantou “Graveto”, de Marília Mendonça, e ”Diamonds”, de Rihanna.

Histórico de Conteúdo