Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Ludmilla promete DVD de pagode em 2021 e fala de ataques: 'Viro alvo muito fácil'
Foto: Divulgação

Colhendo os frutos da música "Rainha da Favela" - que se encontra atualmente no Top 10 do Spotify, a cantora Ludmilla falou em entrevista a Zeca Camargo sobre cobranças. "Eu vivo em uma competição comigo mesma. A cada música, álbum, clipe eu quero ser melhor. Cada cabelo eu quero que esteja melhor. O mais difícil é superar as expectativas das pessoas", diz.

 

Além disso, relembrou, por exemplo, quando lançou o EP de pagode Numanice. “Permiti me arriscar depois que eu participei do show dos famosos do Faustão e venci. O EP de pagode foi um pedido da galera, que eu prometi que se ganhasse como melhor cantora, faria. Aí eles falaram "ok, a gente vai te dar então esse troféu", revela. "Quando a quarentena acabar, vou tirar meus domingos para cantar pagode. Então quer me ver cantando pagode? Vai ser só aos domingos", brinca. Inclusive, a quarentena de Ludmilla foi produtiva. A artista revelou que planejou um DVD de pagode e um novo álbum com vários feats, ambos com previsão de lançamento para 2021.

 

Como nem tudo são flores, Lud comentou sobre o haters existente na internet. "Viro alvo muito fácil. Se falo, estou errada, se não falo, estou errada, você precisa aprender a jogar esse campo minado. Eu fui aprendendo com a situação, então posso dizer que evolui muito. Quanto mais você faz, maior você fica, maior é o amor e maior é o ódio das pessoas", desabafa.

Histórico de Conteúdo