Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Após tirar Márcio Gomes da Globo, CNN contrata Carla Vilhena: 'Projeto me fisgou'
Foto: Reprodução / Globo

Após tirar Márcio Gomes da Globo na última semana (veja aqui), a CNN anunciou nesta segunda-feira (26) a contratação Carla Vilhena. A jornalista trabalhou por 34 anos na Rede Globo, em que esteve à frente de diversos produtos da casa, como o Jornal Nacional, Fantástico, Jornal Hoje, Bom Dia Brasil e Jornal da Globo.

 

“Fazer parte do maior canal de jornalismo do mundo é um orgulho para qualquer profissional. O jornalismo nunca saiu de mim. Por isso, a proposta de participar de um projeto tão ousado e importante para o Brasil me fisgou na hora”, confessou Vilhena.

 

A jornalista entrou no grupo em 1984, com apenas 16 anos, para editar imagens de reportagens sobre a Olimpíada de Los Angeles. Começou a faculdade de Jornalismo no mesmo período e, apenas dois anos depois, já estava no vídeo. Trabalhou na TV Educativa, na Rede Manchete e na TV Bandeirantes. Em 1997, foi convidada para voltar à Globo como repórter, mas logo foi promovida a apresentadora.

 

A jornalista pediu demissão da TV Globo em janeiro de 2018 para se dedicar à carreira na internet e a projetos de media-training, com foco no mercado de trabalho feminino. “Carla Vilhena é uma profissional consagrada, que já faz parte da história da televisão brasileira. Seu talento inquestionável e reconhecido pelo grande público agregará muito valor ao nosso projeto”, vibrou Douglas Tavolaro, CEO e sócio-fundador da CNN Brasil.

Histórico de Conteúdo