Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Apresentadora da Record, Carolina Ferraz lança websérie sobre convivência na pandemia
Foto: Divulgação

Com a necessidade se reinventar e produzir o seu próprio conteúdo durante a pandemia, a apresentadora da Record, atriz e diretora da sua própria produtora, Carolina Ferraz, criou a websérie “Os Pandêmicos”, em parceria com o ator e produtor executivo Otávio Martins.

 

A ideia surgiu de uma conversa dos dois com Juliana Araripe sobre as dificuldades dos tempos atuais e do impacto da crise na classe artística. Com investimentos próprios e uma equipe enxuta de 18 pessoas, o roteiro, que foi escrito por Otávio Martins e Juliana Araripe, se passa em um “passado recente”, meados de março de 2020 - inicio da pandemia da Covid-19 - quando o Brasil estava começando a se adaptar aos tempos de isolamento.

 

A história gira dentro de um apartamento, em que os casais Janaina e Zózimo (interpretados por Carolina Ferraz e Thiago Albanese), Heitor e Fernanda (Otávio Martins e Juliana Araripe) se veem obrigados a passar a quarentena juntos e experienciar uma rotina intensa lado a lado. Um dois casais é divorciado e possui uma filha em comum, Beatriz (interpretada por Valentina Cohen, filha de Carolina Ferraz).

 

“Eu, Otávio Martins e Juliana Araripe, em uma ligação falando das dificuldades dos tempos atuais que estamos vivendo e do desespero criativo que todos nós artistas e pessoas que vivem de comunicação estamos atravessando, criamos a websérie a partir da necessidade de se expressar em tempos tão opressores e artisticamente vazios, e da necessidade de se reinventar. Acho que dentro de tudo que é opressor, dentro de tudo que é limitante, a necessidade do ser humano de transpor barreiras, de querer criar soluções e apresentar alternativas aparece em um volume muito maior e muito evidente, na classe artística sem dúvida não poderia ser diferente”, disse Carolina Ferraz.

 

Os oito episódios foram gravados no apartamento do ator Otávio Martins e o investimento da produção foi totalmente independente e feita pelos próprios atores, Carolina e Otávio, para execução do projeto.“Nossa vontade era, desde o começo, levar para série aspectos cômicos de uma convivência forçada entre as pessoas. Para isso, a pandemia virou um pano de fundo para falarmos sobre as idiossincrasias nas relações entre quatro paredes, mas sob uma ótica cômica, leve”, confessou Otávio Martins.

 

“A classe artística foi fortemente impactada pela pandemia, por que nós artistas, em sua grande maioria, vivemos o coletivo. É extremamente interessante a necessidade do artista continuar se expressando. A realidade ao em torno nos fez pensar e agir rápido, para que nós não ficássemos estagnados. O isolamento nos provocou uma reflexão profunda, na sociedade num geral e na classe artística também, de como nós queremos nos expressar e de como queremos nos colocar.”, completou Carolina.

 

A websérie vai estreia nesta sexta (23), no canal de youtube da Carolina Ferraz, que possui 197 mil inscritos e mais de 7 milhões de visualizações.

Histórico de Conteúdo