Quarta, 03 de Junho de 2020 - 11:00

Ao ver foto com o irmão Bell, Wilson Marques ataca: 'Melhor jogar fora pois me dá vergonha'  

por Júnior Moreira Bordalo / Luis Ganem

Ao ver foto com o irmão Bell, Wilson Marques ataca: 'Melhor jogar fora pois me dá vergonha'  
Montagem: Bahia Notícias

Uma postagem de 2015 no Instagram reacendeu para o público a briga da família Marques esta semana. Antigo técnico de som do Chiclete com Banana, Wilson Marques não gostou de rever uma foto ao lado do irmão, o cantor Bell Marques. Na legenda, um fã escreveu: "Uma foto dessa tem que se guardar com muito carinho porque eles são especiais na história da música popular brasileira". 

  

Após encontrar o registro nesta terça-feira (2) o baiano respondeu: "Melhor jogar fora, pois me dá vergonha esta foto. Irmão, eu não tenho mais". Ao ver um pedido de desculpas do admirador, ainda completou: "Obrigado pela compreensão. Vou lhe pedir que não poste mais nada nós dois juntos, OK?". Veja a publicação: 

  

Para quem não sabe, Wilson foi um dos fundadores do Chiclete com Banana, ao lado de Bell e Wadinho Marques, e cuidava da parte técnica e dos trios elétricos da banda. Por muitos anos foi administrador da Mazana, empresa da família.  

  

A briga entre Bell e seus irmãos, que antes era alvo de especulações, tornou-se pública no documentário Axé - Canto do Povo de um Lugar, de 2016. No filme de Chico Kertész, Wilson falou sobre a saída do vocalista: “São questões familiares. Hoje, minha família somos eu e Wadinho”. 

  

Nos bastidores, de acordo com publicação do Correio de 2013, Rey Gramacho, o quarto sócio, que não faz parte da família, atuava como uma espécie de conciliador entre eles. Porém, o fato de Aninha Marques, a mulher de Bell, não falar com Bárbara (mulher de Wadinho) e Teresa (mulher de Wilson) também pesou para o desgaste fraternal. Além disso, a dedicação do veterano cantor com o lançamento da banda dos filhos, a Oito7Nove4, que hoje é a dupla Rafa e Pipo Marques, também teria colaborado para o estremecimento na relação entre os sócios. 

  

Vale dizer que, em agosto de 2019, Wilson foi homenageado pela Semanáudio Salvador com seu nome em uma das salas. O baiano foi destacado como o responsável por revolucionar a sonoridade do trio elétrico da banda Chiclete com Banana. Veja aqui: 

 

Histórico de Conteúdo