Sexta, 17 de Abril de 2020 - 09:00

Após demitir Mandetta, Bolsonaro se solidariza com Gusttavo Lima por críticas em lives

por Júnior Moreira Bordalo

 Após demitir Mandetta, Bolsonaro se solidariza com Gusttavo Lima por críticas em lives
Foto: Reprodução / Instagram

Após demitir Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde, anunciar a chegada de Nelson Teich (veja aqui), o presidente Jair Bolsonaro usou suas redes sociais nesta quinta-feira (16) para defender o cantor Gusttavo Lima que passou a ser criticado por conta do excesso de uso de bebida alcoólica durante live no YouTube no último final de semana, inclusive virando alvo de representação no Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) por causa das propagandas feitas durante as transmissões (saiba mais aqui). 

 

No Twitter, escreveu: “Minha solidariedade ao cantor @gusttavo_lima, que vem sendo injusta e covardemente atacado após a grande live que fez dentro de sua própria casa. Ele e outros artistas sertanejos e de demais gêneros, têm sido grandes heróis nessa luta contra a COVID19 e merecem aplausos!”, afirmou. 

 

O próprio sertanejo já tinha dito que não pretende mais fazer o evento (relembre aqui). “Tomaram uma iniciativa espontânea louvável, demonstrando amor pelo seu povo e país, levando entretenimento e conforto para a casa de milhões de famílias neste momento de estresse, além de arrecadarem toneladas de alimentos e promoverem grandes doações. O Brasil agradece!”, finalizou o presidente. Gusttavo Lima respostou o recado em suas redes sociais. 

Histórico de Conteúdo