Durante isolamento em hotel, Preta Gil recebeu rejeição de hóspedes e recorreu a santos
Foto: Reprodução / Instagram

Passado o período de 14 dias de isolamento, após ser diagnosticada com o novo coronavírus (veja aqui e aqui), a cantora Preta Gil relembrou do período em que esteve sozinha em um quarto de hotel em São Paulo. 

 

Em entrevista ao jornal O Globo e já em casa no Rio de Janeiro, a cantora contou que durante a quarentena recebeu uma ligação do gerente do hotel, questionando "quando ela iria embora, pois outros hóspedes e moradores estavam incomodados".

 

Apesar da situação desagradável, ela recorreu a santos e orixás para conseguir superar o período de medo, temor e confusão sobre o que realmente era a Covid-19. Para ela, “o psicológico pode ser tão fatal quanto o próprio vírus”.

 

“Eu ando com duas bonequinhas de crochê: uma de Nossa Senhora Aparecida e outra de Irmã Dulce. Sou filha de Oxum e estava sem uma imagem dela, mas um amigo do Rio me enviou de presente e consegui me amparar nas três. Foram me dando refresco e força no período de isolamento. Eu tinha um certo sentimento de ‘autoculpa’ por estar contaminada”, disse.  

 

Curada da doença que vem atingindo várias partes do planeta, Preta vem passando por um período de reabilitação com ajuda de uma otorrinolaringologista e passando por sessões de fisioterapia respiratória. 

Histórico de Conteúdo