Quinta, 06 de Fevereiro de 2020 - 13:20

Neto relembra Furdunço com BaianaSystem e Léo Santana: 'Teve um ano que foi um sufoco'

por Júnior Moreira Bordalo / Ailma Teixeira

Neto relembra Furdunço com BaianaSystem e Léo Santana: 'Teve um ano que foi um sufoco'
Foto: Júnior Moreira Bordalo / Bahia Notícias

Ao comentar a realização do Furdunço no domingo pré-Carnaval, o prefeito ACM Neto (DEM) destacou a presença do BaianaSystem. Nos últimos anos, a participação do grupo vinha sendo alvo de polêmica, já que a Prefeitura de Salvador alegava que eles já não são compatíveis com o tamanho da festa, que privilegia atrações de menor porte.

 

Com isso, a banda chegou a ficar de fora da edição de 2019, mas foi confirmada no Furdunço de 2020, que será no próximo dia 16.

 

"Tinha uma turma aí já aflita, me perguntando, principalmente nas redes sociais, se o BaianaSystem ia tocar ou não e está aqui mais uma vez. Ano passado, o BaianaSystem não pôde tocar no Furdunço e esse ano estão voltando, como sempre levando uma multidão de pessoas. Só não pode botar Baiana e Léo [Santana] juntos porque aí vai da problema", declarou o prefeito, provocando risos na plateia que acompanha os anúncios para a folia momesca deste ano no Wish Hotel da Bahia. "Teve um ano que foi um sufoco", acrescentou.

 

Na ocasião, no pré-Carnaval de 2017, tanto Léo Santana quando o BaianaSystem arrastaram milhares de pessoas nos seus trios, mas o evento não tinha estrutura suficiente para receber tamanho público de uma vez. Por consequência, diversas ocorrências foram registradas.

 

Nesta edição, 42 atrações estão confirmadas, a exemplo de Diamba, OQuadro, Guig Ghetto e Adão Negro (veja a lista completa aqui). Léo Santana fica com o "Pipoco" na terça pré-Carnaval e com o "Arrastão da Quarta-feira de Cinzas", que será bancado pelo próprio artista.

Histórico de Conteúdo