Namorado de Mileide Mihaile é acusado de não pagar pensão para filho
Foto: Reprodução / Instagram @mileideewallas

Logo que a blogueira Mileide Mihaile, ex-mulher de Wesley Safadão, assumiu o namoro com o cantor Wallas Arrais, a cobrança para que ele pague a pensão alimentícia do filho Wallas Kaley, de 8 anos, veio à tona. O menino é fruto da relação do cantor com a ex-dançarina Keyla Silva.

 

Dona de uma loja de roupas, a mulher usou o Instagram para relatar sua luta para que Arrais reconhecesse a paternidade da criança e cobrou os direitos do menino. No texto, ela conta que teve um "breve relacionamento" com o cantor, em 2011, mas ele só registrou o menino no ano passado.

 

"Foram anos difíceis não só para mim (como mãe) mas também para meu filho que acompanhou toda as situações que me submeti para conseguir esse reconhecimento e mesmo ficando determinado em audiência os direitos do meu filho, ainda rastejo aos pés do Wallas para que ele cumpra com o que de fato é sua obrigação: o pagamento da pensão no valor de R$ 800,00", compartilhou.

 

Em resposta a isso, a produção de Arrais afirma que ele admite que não foi um pai presente nos primeiros anos de vida da criança, mas pondera que ele lamenta a exposição do menino na Internet. Quanto à pensão, a nota destaca ainda que o cantor "está em conformidade com o que foi determinado pela Justiça".

 

Com a repercussão da postagem, fãs de Mileide começaram a atacar Keyla, afirmando que ela estava se aproveitando do momento do ex para se promover. Por outro lado, a ex de Safadão também foi criticada por ter discutido a pensão alimentícia do filho Yhudi, de oito anos, e agora assumir um namoro com um homem em situação semelhante. Keyla, inclusive, usou esse caso para se defender.

 

"Jamais ataquei nenhuma namorada do Wallas e não é hoje que vou atacar, mas onde ele estiver a sombra da omissão dele para com o filho o perseguirá. Mileide Mihaile não foi citada por minha pessoa em nenhum momento... A postura de algumas fãs dela que não é coerente, ela já esteve no meu lugar e essas mesmas pessoas que vem me atacar hoje apoiaram a causa da Mileide algum dia, e jamais irei iniciar uma guerra com ela, ela não tem filho comigo, a bandeira que eu levanto é pelo meu filho e só, não me interessa briga de outras famílias", ressaltou.

 

No caso de Mileide, a briga judicial com Safadão virou notícia nacional em julho do ano passado. Na época, o forrozeiro foi sentenciado a pagar 40 salários mínimos mensais ao filho (saiba mais aqui).

Histórico de Conteúdo