Terça, 26 de Fevereiro de 2019 - 10:30

Coluna BBBN: Em meio ao embate com Elana, Isabela tem outros motivos para ser eliminada

por Ian Meneses

Coluna BBBN: Em meio ao embate com Elana, Isabela tem outros motivos para ser eliminada
Foto: Reprodução / TV Globo

Se o brasileiro tem memória curta, espero que pelo menos no “Big Brother Brasil 19” ele lembre de tudo que aconteceu desde o início do reality. Isabella era uma peça do jogo que já deveria ter sido eliminada há muito tempo, sorte dela que na sua frente tinham pessoas bem piores.

 

Quem não se lembra da discussão constrangedora em cima de Rodrigo sobre os seus roncos? Isabella que se incomodou. Isabella que só apontou um nome, quando Gustavo era outro que também roncava. A partir daí Rodrigo foi isolado, Rodrigo passou a dormir de dia, para a donzela poder e descansar e a partir daí virou alvo de outras pessoas da casa sem nenhuma justificativa coerente.

 


Foto: Reprodução / Gshow

 

Na primeira vez que vi sendo anunciada para o elenco desta edição, Isabella era a única figura que tinha ouvido falar antes e naquele momento já tinha traçado todo um possível comportamento da sister no reality e, de fato, não fugiu do que eu esperava. 

 

No seu caso, quando uma pessoa é favorita por dois anos de um concurso de beleza, o Miss Rio Grande do Norte Universo, mas perde, foi porque esse jeito Isabella de ser não agradou. E também não vem agradando no reality. 

 

Fico me perguntando o que passou pela cabeça de Isabella ao dar o monstro justamente ao seu maior desafeto, a Elana, e exatamente no momento em que Elana tem o poder do líder de indicação? Se por um lado a piauiense não tinha a potiguar como seu primeira opção, a atitude sem pensar de Isabella só lhe deu um motivo confortável para tocar na ferida de uma relação que estava em processo de cicatrização. O jogo da loira foi totalmente errado. 

 

 

No jogo da discórdia desta segunda-feira (25), Isabella fez o mesmo que Jaqueline da edição passada: forçou uma discussão para tentar alavancar o público que espera por brigas. “Se é para botar fogo no parquinho, a gente bota na hora certa”, disse a emparedada. 

 

 

Mas desde quando existe hora certa para briga? Se ficou calada o tempo todo, engasgada com o queria dizer, terminou sendo rebatida pela rival ao vivo. O tiro saiu pela culatra. 

 

 

Portanto, Isabella mesmo com toda a sua proposta de causar treta, não me convenceu com a falta de naturalidade em provocar algum tipo de briga. Faltou um conhecimento melhor do jogo, tentar brigar ao vivo da forma como quis fazer só tornou o seu discurso ainda mais artificial. 

 

Mostrar desde o início do programa o seu incômodo com as outras pessoas por motivos fúteis foi outra atitude errada. Sua saída não será uma surpresa, mas sua permanência também não será um choque. Há quem ainda não enxergou que ela quer fazer treta com roteiro e script.

 

Já pensou se a final do “BBB19” fosse esse trio aí? 

 

Histórico de Conteúdo