Segunda, 13 de Abril de 2020 - 18:30

Globo tem audiência maior que antes do isolamento com reprise da Copa de 2002

por Folhapress

Globo tem audiência maior que antes do isolamento com reprise da Copa de 2002
Foto: Reprodução

A decisão da Globo de trazer de volta o futebol para as tarde de domingo parece que deu certo. A emissora, que estava sem os jogos em sua grade desde a suspensão dos campeonatos esportivos, transmitiu a reprise da final da Copa de 2002 no Domingo de Páscoa e viu sua audiência crescer.

Em São Paulo, a emissora registrou 21 pontos no Ibope e 37% de participação (cada ponto do Kantar Ibope equivale a 74,9 mil lares), o que corresponde a dois pontos a mais que a média da faixa nos domingos anteriores aos isolamento, de 5 de janeiro a 15 de março.

Já no Rio de Janeiro, o jogo chegou a 19 pontos e 33% de participação, o que também corresponde a dois pontos percentuais acima da média anterior à quarentena. Na região metropolitana do Rio, no entanto, cada ponto equivale a 47,4 mil domicílios.

A reprise deste domingo teve a narração original de Galvão Bueno da decisão, e antes da exibição a Globo fez um pré-jogo especial, com Cleber Machado e Casagrande, relembrando a conquista do penta no Mundial da Coreia e Japão, em que o Brasil venceu a Alemanha por 2x0.

Sem previsão de retorno dos campeonatos esportivos devido à pandemia do novo coronavírus, a Globo a emissora vai exibir no próximo domingo (19) a reprise da decisão da Copa das Confederações de 2005, em que o Brasil goleou a Argentina por 4 a 1.

As reprises têm sido usadas também nos canais esportivos, incluindo desde jogos marcantes da carreira do tenista Gustavo Kuerten até partidas importantes da seleção brasileira em Copas do Mundo. Para os mais velhos, é a oportunidade de rever esses momentos e, para os mais novos, a chance de assistir e conhecer mais sobre alguns acontecimentos relevantes do esporte.



Histórico de Conteúdo