Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sábado, 02 de Julho de 2022 - 14:30

São Paulo precisa superar sequência fora para voltar à briga no Brasileiro

por Thiago Braga | Folhapress

São Paulo precisa superar sequência fora para voltar à briga no Brasileiro
Foto: CONMEBOL

Embalado pela vitória sobre a Universidad Católica, pela Sul-Americana, o São Paulo agora quer aproveitar o espírito guerreiro que tomou conta da equipe e quebrar a incômoda sequência sem vencer fora de casa no Campeonato Brasileiro, diante do Atlético-GO, neste domingo (3), às 16h (horário de Brasília).
 

No jogo contra os chilenos, mesmo após ter três jogadores expulsos, o Tricolor resistiu à pressão em Santiago e encaminhou a classificação para a próxima fase do torneio continental. Porém, no Brasileirão, o desempenho como visitantes está aquém do previsto. Em sete partidas longe de seus domínios, nenhuma vitória. Apesar de ter sofrido apenas duas derrotas, o que incomoda o clube são os cinco empates, todos em 1 a 1. E os pontos deixados pelo caminho.
 

O roteiro em quatro dos cinco jogos em que empatou no Brasileiro até aqui foi parecido. Considerando os empates do time, apenas diante do Red Bull Bragantino, ainda em abril, o São Paulo saiu atrás no placar e foi buscar a igualdade. Contra Fortaleza, Corinthians, Avaí e Coritiba, o Tricolor abriu a contagem e deixou escapar a vitória.
 

"Nós sempre jogamos da mesma maneira, dentro e fora de casa, [mas] nem sempre conseguimos o mesmo resultado. Acho que conseguimos muito mais vitórias dentro de casa porque nossa torcida é muito presente e faz diferença. É o combustível que a equipe toma", analisou Ceni, após o jogo no Chile.
 

O desafio vai além do jogo em Goiânia. Dos cinco jogos daqui até o fim do primeiro turno, o Tricolor fará três longe do Morumbi: Atlético-GO, Atlético-MG e Internacional. Com direito a duelo decisivo contra o Palmeiras no Allianz Parque pela Copa do Brasil quatro dias depois de jogar com o Galo em Minas Gerais.
 

Para aumentar o desempenho e voltar a brigar pela vaga no G4 do Brasileiro, o São Paulo não pode cometer os erros de jogos como os que ocorreram contra o Corinthians, quando, após dominar o rival durante todo o primeiro tempo, a equipe sofreu com algumas mudanças de Rogério Ceni e permitiu a igualdade dos donos da casa.
 

No jogo diante do Avaí, novamente o São Paulo saiu na frente. O domínio era amplo, com direito a chance clara de ampliar. Mas Calleri desperdiçou um pênalti. O time catarinense cresceu no jogo. Pressionou até empatar e a virada só não saiu por conta de Jandrei. O goleiro do São Paulo fez duas defesas determinantes para manter a igualdade no placar.
 

A história se repetiu no jogo contra o Coritiba. Na capital paranaense, Calleri botou o São Paulo à frente do placar logo no início. Mas na etapa final, os donos da casa chegaram ao empate. Os comandados de Ceni tentaram o gol da vitória, mas a retranca alviverde foi intransponível, e o São Paulo não conseguiu deixar o Couto Pereira com a vitória.
 

Na última vez em que caiu na estrada pelo Brasileirão, o São Paulo foi derrotado pelo Botafogo por 1 a 0. Coincidentemente, a segunda derrota da equipe no torneio aconteceu no Rio de Janeiro, onde o time já havia sido batido pelo Flamengo, na segunda rodada.
 

Para o confronto deste domingo, em Goiânia, contra o Atlético-GO, Ceni se preocupa com a sequência de jogos e o desgaste do time, que tem sofrido com lesões.
 

"Temos de recuperar os jogadores fisicamente, porque não há muito o que fazer. Para essa partida, teremos os 21 provavelmente, mas o que preocupa é o que afeta fisicamente aqueles que ficaram até o fim do jogo tendo que se desdobrar e correr pelos outros que saíram. Isso é preocupante. Não podemos ter nenhuma lesão, [porque] há poucos jogadores", avaliou o treinador.
 

"Teremos um jogo difícil do Campeonato Brasileiro fora. Contra uma equipe muito forte fisicamente, o Atlético-GO. Precisamos de pontos no Brasileiro. Nas últimas três rodadas, nós só fizemos um ponto", lamentou Ceni, que espera que a vitória no Chile ajude o time a se recuperar também no Brasileiro.

Histórico de Conteúdo