Sexta, 14 de Setembro de 2018 - 08:40

Em festa de posse como presidente do STF, Toffoli canta Legião Urbana

por Reynaldo Turollo Jr. / Letícia Casado | Folhapress

Em festa de posse como presidente do STF, Toffoli canta Legião Urbana
Foto: STF

Acompanhado de banda e coro dos convidados, o novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, cantou a canção "Tempo Perdido", da Legião Urbana, na madrugada desta sexta-feira (14) durante a festa que comemorou sua posse.

Toffoli pegou o microfone por volta das 2h10 para cantar versos como "temos nosso próprio tempo" na Hípica Hall, em Brasília.

Mais cedo, o ministro havia ganhado de seu colega de STF Alexandre de Moraes, no palco, uma camiseta do Palmeiras.

O ministro Luiz Fux, novo vice-presidente da corte, também subiu no palco e, ao lado de Moraes e Toffoli, anunciou que desta vez não iria tocar guitarra, como fez quando assumiu uma cadeira no Supremo. Arrancou risos da plateia, formada majoritariamente por ministros de tribunais superiores, procuradores e advogados.

Em seguida, começou o show do cantor Leo Jaime, que fez o público dançar ao som de hits dos anos 80.

O evento foi organizado pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), que cobrou dos participantes uma taxa de adesão de R$ 250.

Compareceram à festa os ministros do STF Ricardo Lewandowski, Luís Roberto Barroso, além de Moraes, Fux e Toffoli, o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), João Otávio de Noronha, e outros juízes, entre eles Rogério Favreto  -que, em julho, mandou soltar o ex-presidente Lula durante um plantão no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

Políticos como o senador José Serra (PSDB-SP), o ex-ministro Luiz Eduardo Cardozo e o presidenciável Henrique Meirelles (MDB) também foram à celebração.

Marcaram presença ministros aposentados do Supremo, como Joaquim Barbosa, Ayres Britto e Nelson Jobim, o ex-procurador-geral Roberto Gurgel e advogados de investigados na Lava Jato, como Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, Pierpaolo Bottini e Ticiano Figueiredo.

Toffoli percorreu o salão da Hípica fazendo fotos com os convidados. O ministro assumiu a presidência do STF em solenidade realizada nesta quinta (13), nove anos após ter sido nomeado pelo ex-presidente Lula. Em seu discurso de posse, Toffoli destacou a necessidade de diálogo, respeito às diferenças e harmonia entre os Poderes.

Histórico de Conteúdo