Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 07 de Maio de 2014 - 14:20

Ministro do Trabalho nega vínculo com Mais Médicos

por Bernardo Caram / Estadão Conteúdo

Ministro do Trabalho nega vínculo com Mais Médicos
Foto: Valter Campanato / Agência Brasil
Convidado para uma audiência pública na Câmara dos Deputados sobre a evolução do programa Mais Médicos, o ministro do Trabalho, Manoel Dias, colocou como ponto central de sua apresentação a explicação de que a sua pasta não tem relação com o projeto. Para participar da sessão, Dias foi instruído pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro. "O programa não é tocado pelo Ministério do Trabalho, mas sim pelo Ministério da Saúde", disse o ministro. Segundo ele, o trabalho desempenhado no Brasil pelos médicos de outros países não cria vínculo empregatício por ser considerado uma atividade de extensão prevista no intercâmbio dessas pessoas. Segundo ele, já há entendimento da Justiça do Trabalho de que a competência para tratar questões que envolvam o programa Mais Médicos é da Justiça comum. "O programa tem natureza administrativa, e não trabalhista. Portanto, não cabe ao ministério do Trabalho tomar decisões", ponderou. Um dos temas tratados na sessão foi a participação dos profissionais cubanos no projeto. Para o deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO), o ministro "lava as mãos" por não tomar responsabilidade pelo que classifica como "novo modelo de sequestro trabalhista no país".

Histórico de Conteúdo