Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 30 de Junho de 2022 - 16:10

Vitória faz acordo com a União e renegocia dívida fiscal com quase 50% de desconto

por Glauber Guerra

Vitória faz acordo com a União e renegocia dívida fiscal com quase 50% de desconto
Fábio Mota é presidente do clube| Foto: André Carvalho/ Ag.Haack/ Bahia Notícias

O Vitória conseguiu um resultado muito importante fora das quatro linhas. O clube realizou nesta quinta-feira (30) um novo acordo com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional referente ao Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos) para parcelar débitos com a Receita Federal.

 

Com o acordo, o Vitória conseguiu renegociar a divida fiscal com 50% de desconto. O clube devia pouco mais de R$ 117 milhões e agora o débito é de cerca de quase R$ 59,8 milhões. 

 

O parcelamento dos débitos fiscais será feito em 145 meses, enquanto o previdenciário é de 60 meses. O valor total das parcelas gira em pouco mais de R$ 255 mil. 

 

No entanto, vale lembrar que o valor do parcelamento é crescente, ou seja: a cada 12 meses, a quantia desembolsada aumenta.

 

Com a adesão ao programa, o Vitória está apto para conseguir a certidão negativa de débitos, o que não ocorre desde 2018.

 

Fábio Mota, presidente do Vitória, comemorou o acerto. “Conseguimos pagar hoje uma parcela para aderimos o programa. Foi uma luta grande e muito esforço para conseguir isso. Foi uma vitória muito grande. Com a certidão negativa, a gente vai poder buscar outras fontes de receitas como recursos federais, patrocínio de estatais e incentivos fiscais”, disse o dirigente, em entrevista ao Bahia Notícias.

Histórico de Conteúdo