Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 04 de Março de 2021 - 14:33

Com salários atrasados há nove meses, médicos do Vitória são desligados do clube

por Glauber Guerra

Com salários atrasados há nove meses, médicos do Vitória são desligados do clube
José Olímpio era coordenador médico do clube | Foto: Glauber Guerra/BN

O presidente do Vitória, Paulo Carneiro, demitiu quase todos os médicos do Vitória nesta quinta-feira (4). A informação foi veiculada inicialmente pela Rádio Sociedade e confirmada pelo Bahia Notícias.

 

José Olímpio, que exercia a função de coordenador médico, demonstrou surpresa com o desligamento dos profissionais, que não recebem salários há nove meses.

 

“Todos os médicos estavam comprometidos, mesmo sem receber salários há nove meses. Não entendemos, mas a decisão é do presidente. Questão de gestão. Dois médicos trabalham no clube há 30 anos. Uma situação difícil de entender”, disse Olímpio, em entrevista ao Bahia Notícias.

 

Os seguintes profissionais integravam o departamento médico do Vitória: Marcelo Cortês, Wilson Wasconcellos, Luís Filipe Fernandes e Marcelo Midlej Reis. O único que vai permanecer é Rodrigo Vasco da Gama.

Histórico de Conteúdo