Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 05 de Julho de 2022 - 15:30

'Abrindo a CBF para o futebol brasileiro', diz Ednaldo Rodrigues, sobre aporte à Série D

por Glauber Guerra, do Rio de Janeiro (RJ) / Nuno Krause

'Abrindo a CBF para o futebol brasileiro', diz Ednaldo Rodrigues, sobre aporte à Série D
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

Após anunciar um novo aporte financeiro para a Série D do Campeonato Brasileiro de 2022 (veja aqui), o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ednaldo Rodrigues, afirmou que o ato faz parte de um processo de abertura da entidade para os seus filiados. 

 

"A CBF é a casa do futebol brasileiro. Não pertence ao presidente, aos vices, aos diretores, mas sim aos filiados, que são federações, clubes de todas as séries, a imprensa, que faz parte do futebol. Enxergo que o futebol era uma casa fechada, para uma confraria, e hoje talvez seja essa a surpresa de todos: estamos abrindo a CBF para que o futebol brasileiro possa entrar", afirmou, em entrevista a jornalistas durante o evento. 

 

Ednaldo pontuou também que o aporte, por ora, vale apenas para o ano de 2022, "porque tem que haver um planejamento prévio" para uma medida mais duradoura.

 

"Dentro do planejamento que a CBF procurou fazer, eu ainda como interino, foi exatamente de nós destinarmos recuros para podermos dar visibilidade para clubes de Série C, Série D, para que eles possam também trazer parceiros, patrocinadores, para diminuir esse custeio grande para a CBF. Eles começarem a competição tendo as cotas de participação para diminuir esse desejo que a CBF tem de trazer patrocinadores", disse. 

 

A Série D de 2022 está na reta final da primeira fase. Faltando duas rodadas para o encerramento, três dos quatro representantes baianos ainda estão vivos na briga pela classificação. O Bahia de Feira é o vice-líder do grupo A6 com 20 pontos, enquanto o Jacuipense ocupa o quarto lugar com 18 pontos na chave A4, cinco a mais do que a Juazeirense, na sexta posição. 

Histórico de Conteúdo