Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Vôlei feminino: Dominante, Brasil vence Coreia do Sul e vai à fase final da Liga das Nações
Foto: Reprodução / CBV

A seleção brasileira feminina de vôlei se classificou antecipadamente à fase final da Liga das Nações  ao vencer a Coreia do Sul, por 3 sets a 0 (parciais de 25/17, 25/19 e 25/13), nesta quinta-feira (30), em Sofia (Bulgária). Ao emplacar a oitava vitória na competição, a equipe comandada pelo técnico José Roberto Guimarães segue em terceiro lugar, com 23 pontos, e segue firme em busca do título inédito.As informações são da Agência Brasil. 

 

 A vaga foi sacramentada devido ao número de triunfos, o primeiro  critério de desempate, que impede a  seleção de ser alcançada por outras equipes fora da zona de classificação. Apenas as oito seleções primeiras colocadas na tabela disputarão a fase final da Liga, entre 13 e 17 de julho, em Ancara (Turquia). 

 

"Classificação garantida o que era muito importante. Foi o nosso décimo jogo e a performance de todo o time foi fundamental. Boa parte da equipe participou do jogo. Essas experiências são importantes para todas as jogadoras sentirem o nível internacional. Agora a classificação já está garantida para a fase final, mas temos que nos preparar para os dois jogos restantes nessa etapa", disse Zé Roberto, em depoimento à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

 

No jogo desta quinta (30) a o Brasil sobrou em quadra contra as asiáticas, lanternas na competição. A maior pontuadora em quadra foi a ponteira Júlia Bergman, de 21 anos, que anotou 16 pontos (11 pontos de ataque e cinco de bloqueio). 

 

Já classificadas, as brasileiras voltam à quadra às 14h (horário de Brasília) desta sexta-feira (1º de julho) contra a Bulgária (12ª colocada), seleção anfitriã. Depois, a equipe nacional encerra a terceira fase da competição no sábado (2), em duelo contra a Tailândia (8ª), a partir das 10h30. 

Histórico de Conteúdo