Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 05 de Maio de 2022 - 13:30

'Sou totalmente favorável', diz Ricardo Lima sobre a criação da Libra

por Leandro Aragão

'Sou totalmente favorável', diz Ricardo Lima sobre a criação da Libra
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Na última terça-feira (3), seis clubes se reuniram e assinaram um documento que prevê a criação de uma liga para organizar o Campeonato Brasileiro, chama de Libra (leia mais aqui). Reeleito como presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ricardo Lima comentou o assunto e se disse "totalmente favorável" à iniciativa.

 

"Sou totalmente favorável. É um caminho sem volta. A liga precisa e deve ser constituída, ela está na legislação esportiva. Nós não temos nada contra. Entendo apenas que ela deva objetivar todas as camadas produtivas do futebol, contemplando clubes e federações. Que ela chegue realmente para fazer um novo marco  no futebol brasileiro e possa acrescentar e trazer novas oportunidades. Se é para contribuir com o futebol brasileiro e se necessitar da assinatura da Federação Bahiana de Futebol para essa homologação, nós seremos os primeiros a estarem junto aos clubes para a liga se tornar realidade e saia do papel", disse em entrevista ao Bahia Notícias.

 

Escolhido recentemente como representante da região Nordeste no Conselho Consultivo da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Lima disse que tem acompanhado as conversas entre a entidade nacional e os clubes para a criação da liga.

 

"Tenho acompanhado, mas isso é uma matéria que cabe exclusivamente à CBF e ao presidente Ednaldo Rodrigues, então não seria justo eu me posicionar diante das conversações que andam tendo entre a liga e a CBF. Preciso falar nesse momento como presidente da FBF e aguardar que ele dê seu posicionamento, assim como já vem dando de forma favorável e acreditamos  que esse é o procedimento correto a ser feito e ser realizado dentro do futebol brasileiro", finalizou.

 

Uma nova reunião envolvendo os 40 clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro está prevista para a próxima semana onde mais detalhes deverão ser definidos.

Histórico de Conteúdo