Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 04 de Maio de 2022 - 08:30

Após goleada para o Bahia, Alan Ruschel pede mudança de atitude ao Londrina

por Leandro Aragão

Após goleada para o Bahia, Alan Ruschel pede mudança de atitude ao Londrina
Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias

O lateral-esquerdo Alan Ruschel pediu mudança de atitude ao Londrina após a goleada sofrida para o Bahia por 4 a 0, na noite desta terça-feira (3), na Arena Fonte Nova, na abertura da sexta rodada da Série B. O Tubarão completou cinco jogos sem vencer.

 

"A gente tem que manter a cabeça no lugar, mas tem mudar um pouco a atitude, principalmente. De cabeça quente é difícil a gente falar agora. Temos que esfriar a cabeça, ver o que estamos errando. Temos uns dias a mais para trabalhar até o próximo jogo, então temos que ver o que estamos errando para nos próximos jogos não errar mais", afirmou em entrevista ao canal Premiere. "Fazem cinco jogos que não vencemos, precisamos voltar a vencer no campeonato para a gente se equilibrar de novo e dar sequência na competição. Sabemos do nosso objetivo e metas. É difícil falar nesse momento de cabeça quente, ainda mais pelo resultado elástico que foi. Mas precisamos ter a cabeça no lugar e focar no trabalho, porque nada supera o trabalho. A gente precisa trabalhar para evoluir e conquistar os resultados lá na frente", finalizou.

 

O Londrina permaneceu com cinco pontos, mas despencou cinco posições na tabela de classificação por causa do saldo de gols que agora é de quatro negativo, e passa ocupar a 16ª colocação. O time corre o risco de entrar na zona de rebaixamento com o desenrolar da rodada. Enquanto o Bahia assumiu provisoriamente a liderança ao somar 13 pontos, três a mais do que o Grêmio que ainda entrará em campo no domingo (8). Na próxima jornada, o Tubarão recebe o Brusque  no dia 14, no outro sábado, no estádio do Café. No dia seguinte, o Tricolor pega o Vasco, em São Januário.

Histórico de Conteúdo