Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Luis Castro admite atuação ruim do Botafogo e cita emocional com estádio cheio
Foto: Vítor Silva / Botafogo

O Botafogo ficou no empate com o Juventude em 1 a 1, neste domingo (1º), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. A torcida do Fogão encheu as arquibancadas do Engenhão, mas viu o time visitante sair na frente aos 18 minutos do segundo tempo, enquanto o dono da casa conseguiu igualar o placar aos 37. Após o apito final, o técnico português Luis Castro admitiu atuação ruim do Alvinegro e citou o lado emocional com o estádio cheio. 

 

"Tem sempre sabor de termos perdido alguma coisa. Não podemos esconder nossa desilusão com ou que fizemos e com o resultado. Não estivemos bem hoje, não estivemos em um bom dia. Não fizemos em campo o que esperávamos fazer. Do outro lado também tinha uma equipe que lutou pelo resultado. Nunca fomos estáveis no jogo", disse na entrevista coletiva. "Segundo tempo foi jogado muito pelo lado emocional. [Lado emocional] Esteve presente e rouba espaço do lado racional do jogo. Temos que adaptar à nova realidade do Botafogo, de estádio cheio. Obrigado aos torcedores. Até nisso os jogadores precisam se adaptar. É fantástico o conforto que vem da torcida. Queremos muito dar resposta positiva e, às vezes, isso atrapalha os caminhos. Eu acho que, emocionalmente, nós desequilibramos, mas o adversário fez com que isso acontecesse. Não foi um bom dia", completou.

 

O Botafogo tem cinco pontos no 12º lugar da tabela de classificação do Brasileiro. No próximo domingo (8), às 11h, o Fogão faz o clássico carioca com o Flamengo, no Maracanã, pela quinta rodada.

Histórico de Conteúdo