Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Reforço do Sport, Kayke intensificou o treino físico para se destacar no futebol árabe
Foto: Anderson Stevens / Sport Club Recife

O atacante Kayke está de volta ao Brasil para reforçar o Sport após três anos atuando no futebol árabe. Aos 34 anos, o atleta disse que a parte física não será problema na readaptação aos desafios nos gramados brasileiros. Ele explicou que deu atenção especial à preparação para fazer a diferença diante dos sheiks para não perder o emprego.

 

"Os atletas que vão para o Oriente Médio têm que se cuidar. E os três anos significam que eu vinha me cuidando, vinha fazendo um trabalho à parte com preparadores físicos brasileiros que sempre me ajudaram muito", disse. "Lá, se não fizer a diferença, o estrangeiro, como eles dizem, é mandado embora em duas ou três partidas. Não tem muita paciência. Os sheiks te mandam embora. Mandam voltar. E eu pude performar de uma forma bem interessante", completou.

 

Kayke chegou ao futebol árabe em 2019 contratado pelo Qatar, onde disputou 25 jogos e marcou 13 gols. Depois, defendeu o Umm-Salal entrando em campo 16 vezes e anotando sete tentos. Em seguida se transferiu para o Al-Khor atuando em seis partidas e balançando as redes duas vezes. Porém, no Al Urooba jogou seis jogos e passou em branco, antes de acertar com o Sport.

 

"Fui muito feliz, não tenho nada a reclamar. Mas era hora de voltar realmente", resumiu.

 

Em 2018, Kayke passou pelo Bahia atuando em 17 jogos e um gol, emprestado pelo japonês Yokohama Marinos. Porém, não rendeu o esperado e se transferiu para o Fluminense na mesma temporada. Desta vez, de volta ao Brasil, o atacante buscou estabilidade e assinou contrato com o Sport até o final de 2023.

 

"Quando a gente tem 34 anos, não é mais menino. Eu priorizava estar em um clube para construir algo no curto/longo período, mas quero estar aqui mais tempo. Não quero chegar, ajudar o Sport a subir e depois ir embora. Minha intensão realmente é construir uma história", finalizou.

 

Com uma vitória e um empate nos primeiros dois jogos da Série B, o Sport entra em campo para encarar o Criciúma, neste sábado (23), às 11h, no Heriberto Hülse, pela terceira rodada. O Leão pernambucano é o sexto colocado na tabela com quatro pontos.

Histórico de Conteúdo