Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

COI e Japão negam possibilidade de cancelamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio
Foto: Leandro Aragão / Bahia Notícias

O Comitê Olímpico Internacional (COI) e o governo do Japão negaram nesta sexta-feira (22) a possibilidade de cancelamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, adiados para o dia 23 de julho de 2021. Nesta quinta (21), o jornal inglês "The Times" publicou uma reportagem afirmando que as autoridades japonesas chegaram a um consenso que será "muito difícil" organizar o evento em meio à pandemia do coronavírus, mesmo com a fabricação de vacinas no mundo, já que o número de casos tem aumentado no país.

 

"Algumas notícias circulando hoje dizem que o governo do Japão concluiu privadamente que as Olimpíadas de Tóquio terão de ser canceladas por causa do coronavírus. Isso é uma categórica inverdade. Em uma reunião do Comitê Executivo em julho do ano passado, ficou acordado que a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio serão realizados em 23 de julho deste ano, e o programa e as instalações para os Jogos foram realizados em consonância. Todas as partes envolvidas têm trabalhado juntas para preparar Olimpíadas bem-sucedidas neste verão", diz a nota divulgada pelo COI.

 

Já o primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, declarou estar "determinado a realizar" o evento e que trabalhará junto com o governo de Tóquio e o COI para acertar os detalhes finais. Enquanto a presidente do Comitê Olímpico do Japão, Yashuhiro Yamashita, disse, em entrevista à agência Reuters, que a publicação inglesa era "falsa" e também chamou de "invenção". Assim como Yuriko Koike, governadora da capital japonesa, afirmando que a possibilidade de cancelamento não passa de rumores. Toshiro Muto, CEO do comitê organizador, acredita que a vacinação em massa na Europa e nos Estados Unidos terão efeito positivo para a organização dos Jogos.

 

Na terceira onda de casos e mortes pela Covid-19, o Japão está em estado de emergência, incluindo a região de Tóquio, cidade-sede dos Jogos Olímpicos.

 

Marcados para começarem no dia 23 de julho, os Jogos Olímpicos de Tóquio vão até o dia 8 de agosto. Em seguida, os Jogos Paralímpicos estão previstos para serem realizados entre 24 de agosto e 5 de setembro.

Histórico de Conteúdo