Vitória da Conquista: Linguagem da bola ajuda comunicação com técnico boliviano, diz capitão
Foto: Luciana Flores / Vitória da Conquista

Para disputar a Série D, o Vitória da Conquista contratou o técnico boliviano Joaquín Monastério para o comando do time. Apesar do treinador ainda não falar tão bem o português, o capitão e zagueiro Sílvio, de 39 anos, disse que o elenco tem dado um jeito para compreender as instruções do chefe gringo.

 

"Técnico estrangeiro tem essa questão do idioma, mas estamos tendo uma boa comunicação. Ele já sabe um pouco do português. Algumas palavras que não sabe o significado nós ajudamos. A linguagem do futebol é universal se não der na palavra vai nos gestos", comentou em entrevista ao Bahia Notícias.

 

O entendimento entre jogadores e técnico será colocado à prova neste domingo (20), às 16h, na partida de estreia na competição nacional diante do Coruripe-AL, no Lomantão. Mas fora a comunicação, Sílvio aponta para outro fator que poderá atrapalhar a equipe do Bode.

 

"Essa primeira partida vamos ter muita dificuldade. Além do time do Coruripe ser uma boa equipe, estreia é sempre uma incógnita. Tem o nervosismo, não saber muita coisa dos adversários, mas isso serve pros dois", disse. 

 

O Vitória da Conquista integra o Grupo A4 da Série D.

Histórico de Conteúdo