Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Fernando Sobral destaca desempenho do Ceará, mas frisa: 'Não tem nada ganho ainda'
Foto: Reprodução / YouTube

Apesar da postura confiante e da vantagem sobre o Bahia na final da Copa do Nordeste, o Ceará está focado em fazer mais um boa partida para garantir o título. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (3), Fernando Sobral, responsável por um dos gols que garantiu o 3 a 1 da equipe sobre o Tricolor baiano no último sábado (1), falou sobre a evolução da equipe neste início de temporada, avaliou seu desempenho pessoal e falou sobre o preparo para o último jogo da final da competição. 

 

“Acho que a gente tem que manter o nosso espírito, a gente veio usando nessa evolução um espírito de garra, um espírito de união, de que não se entrega a todo lance, de que a gente acredita ao máximo”, declarou o jogador. “Acho que esse espírito tem sido crucial para que a gente consiga nossos objetivos”, completou. 

 

Nos preparativos para o último jogo do torneio regional, o meia falou quais aspectos ele considera que a equipe ainda pode aperfeiçoar. “Acho que a gente precisa melhorar na hora de chegar no ataque, ser mais assertivo, finalizar”, pontuou. “Eles têm um contra ataque muito rápido, então a gente tem que chegar e terminar nossos ataques. Se conseguimos terminar em gol melhor ainda, mas se não, que a gente consiga finalizar sem dar chance de contra ataque para eles”, explicou o Sobral, avaliando lances da última partida contra o Bahia. 

 

Sobre sua performance pessoal em campo, o jogador considera que esta em um ótimo momento e que parte disso está relacionado com a confiança de Guto Ferreira passa para ele. “Ele dá um pouco mais de liberdade, eu acho que eu tenho feito meu papel muito bem, tanto na defensiva como ofensiva”, avaliou o meia. “Tecnicamente que é um dos pontos que mais me cobro, eu sei que o torcedor e a imprensa também esperam mais de mim fisicamente, e eu me cobro também porque eu sei que eu posso evoluir e chegar no meu ideal fisicamente, porque taticamente eu já sinto que estou bem”, admitiu o jogador.

 

Considerando os jogos do Ceará desde o início do ano e os que aconteceram após o retorno da paralisação, o jogador falou sobre o diferencial que está levando o Vozão a chegar nas finais do Nordestão e do estadual. “Eu acho que a competitividade é um fator que tem chamado muita atenção. A gente é muito competitivo, em todos [os jogos] a gente quer ganhar, a gente quer manter a invencibilidade, a gente quer mostrar para o torcedor que ele pode confiar em nós, acho que a gente tem mostrado isso dentro de campo”, explicou.

 

Fernando Sobral comentou que está dando o seu melhor pela competição regional e que isso prova que tanto no coletivo, quanto no individual, a equipe vem fazendo um bom trabalho. “Sem dúvidas acho que esse momento que a gente tá vivendo, disputando uma grande competição que a Copa do Nordeste, fazendo jogos em Alto Nível e conseguindo vencer de tal maneira, Esse é o principal motivo de estar me dando ao máximo e está tendo seu trabalho reconhecido”, declarou. “A gente tem um coletivo forte, e com isso o individual vai aparecer naturalmente”, completou. 


 

Ele finalizou dizendo que, com o elenco forte que o Ceará tem atualmente, a equipe está preparada para fazer uma boa final nas suas próximas decisões e que está bem treinado para o início do Brasileirão. “[Facilita] ter feito uma vantagem em cima de uma grande equipe que é o Bahia, mas sabemos que não tem nada ganho ainda e vamos com os pés no chão, com humildade, respeitando nosso adversário, para que a gente consiga nosso objetivo”, acrescentou.

 

O Vozão joga contra o Esquadrão de Aço nesta terça-feira (4), em Pituaçu, às 21h30. Com a vantagem do 3 a 1 no primeiro jogo da final, o Ceará pode vencer, empatar ou perder pela diferença de um gol para se garantir campeão. Já o Bahia precisa reverter o saldo de gols e marcar pelo menos dois de diferença para levar o jogo aos pênaltis.

Histórico de Conteúdo