Abertura da temporada de Fórmula 1 não terá público no GP da Áustria
Foto: Divulgação / Fórmula 1

O Grande Prêmio da Áustria, que vai abrir a temporada 2020 de Fórmula 1, não terá a presença do público nas arquibancadas. A corrida está marcada para o dia 5 de julho. A confirmação dos portões fechados foi feita pelo consultor da Red Bull, Helmut Marko, figura importante para que o Campeonato Mundial da categoria seja iniciado no circuito de Red Bull Ring, na cidade de Zeltweg, que é de propriedade da fabricante de bebidas energéticas. O rumor de que o governo austríaco havia liberado a presença de 500 espectadores não foi confirmado.

 

A possibilidade de que o GP da Áustria tivesse uma pequena porção de público surgiu quando o Ministério da Saúde do país liberou a presença de, no máximo, 500 pessoas em eventos que tenham assentos marcados e sejam realizados em ambiente aberto a partir desta segunda-feira (1º).

 

Por enquanto apenas duas provas do calendário 2020 da F-1 estão confirmadas. A expectativa é que a organização da modalidade divulgue as outras etapas da temporada nesta semana. É provável que neste início do campeonato, as corridas aconteçam na Europa, enquanto estão sendo negociadas com os promotores e o caminhar da situação da pandemia do coronavírus em outros continentes. Após a Áustria, é grande a probabilidade que a próxima corrida seja realizada na Hungria e depois, a Inglaterra sediará duas provas. Em seguida, o circo da F-1 iria para Espanha, Bélgica e Itália, com as duas últimas corridas mantidas nas datas originais. Com esses oito desafios, teria o número mínimo que garantiria a validade do campeonato. Porém, para evitar perdas com revisões de contratos de TV, espera-se contar com pelo menos 15 provas neste ano.

 

O início da temporada 2020 de Fórmula 1 foi adiado por conta da pandemia global. Algumas etapas foram adiadas, enquanto outras foram canceladas.

Histórico de Conteúdo