Venda de apartamentos da Vila Olímpica se torna problema para Tóquio
Foto: Carl Court/Equipa/Getty Images

O adiamento dos Jogos Olímpicos para o ano que vem, por conta da pandemia do corovírus, gerou um problema inesperado com a Vila Olímpica dos atletas. Segundo o site Globoesporte.com, cerca de 25% dos 4 mil apartamentos j?á foram vendidos e seriam entregues após a Paralímpiada, que se encerraria no dia 6 de setembro.

 

A organização analise de que forma vai resolver o imbróglio. ”Temos que ver a possibilidade de reter os apartamentos da Vila que seriam entregues após os Jogos. Temos de ver qual será o custo de tudo isso”, disse John Coates, chefe da comissão de coordenação dos Jogos Olímpicos de Tóquio e membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), ao jornal japonês Yomiuri Shimbun.

 

Segundo a empresa que negocia os apartamentos, os clientes terão prejuízos de qualquer maneira. “Mesmo que não seja um revés financeiro, os compradores ainda assim sofrerão inconveniências “, disse Zoe Ward, diretora da Tokyo Property Central.

 

O COI ainda estuda datas para a realização da Olimpíada no próximo ano.

Histórico de Conteúdo