COI pretende realizar Jogos Olímpicos entre julho e agosto de 2021
Foto: Clive Rose / Getty Images

Após adiar os Jogos Olímpicos de Tóquio, o Comitê Olímpico Internacional (COI) cogita realizar o evento exatamente um ano depois do período original, entre os meses de julho e agosto. A informação é do jornal japonês "Yomiuri Shimbun". A entidade pretender fazer o anúncio da nova data em até um mês, como disse nesta quinta-feira (26) o chefe da comissão de coordenação dos Jogos Olímpicos de Tóquio e membro do COI, John Coates. 

 

"Nós queremos fechar as datas em quatro semanas mais ou menos", declarou.

 

Também nesta quinta, o COI criou uma força-tarefa para trabalhar na definição da nova data dos Jogos. Segundo Coates, que também é o presidente do Comitê Olímpico Australiano, a entidade internacional não vai levar em consideração os conflitos com outros eventos mundiais das modalidades em 2021. Por exemplo, o Mundial de Esportes Aquáticos está marcado para acontecer entre os dias 16 de julho e 1° de agosto em Fukuoka, no Japão, enquanto o Mundial de Atletismo está programado para ocorrer entre 6 e 15 de agosto, em Eugene, nos Estados Unidos. No entanto, a Federação Mundial de Atletismo (IAAF) já havia anunciado, antes mesmo do adiamento das Olimpíadas, que poderia remarcar sua competição.

 

Os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 seriam realizados entre 24 de julho e 9 de agosto de 2020, mas foram adiados devido a pandemia do coronavírus que assola o mundo. Os japoneses estavam esperando 11 mil atletas, de 204 países, para participar do evento que envolve 33 modalidades esportivas. Além disso, estimava-se que as provas recebessem até cinco milhões de espectadores de todos os continentes.

Histórico de Conteúdo