Organizadores americanos anunciam acordo para realizar GP de Miami em 2021
Foto: Divulgação / F1mia.com

Organizadores americanos anunciaram nesta terça-feira (15) ter acordo para a realização de um Grande Prêmio de Fórmula 1 na Flórida em 2021. A divulgação foi feita em conjunto com um dirigente da principal categoria do automobilismo mundial. A prova seria disputada nas ruas de Miami, passando pelo Hard Rock Stadium, casa do Miami Dolphins, time de futebol americano. No entanto, a Liberty, que controla o circo, não se manifestou sobre o assunto. Além disso, será necessária uma aprovação do governo local.

 

"Estamos ansiosos para trazer o maior espetáculo de corrida do planeta pela primeira vez a uma das regiões mais icônicas e glamourosas do mundo", afirmou o vice-presidente e CEO do Hard Rock Stadium, Tom Garfinkel, em declaração assinada em conjunto com o diretor administrativo de operações comerciais da F1, Sean Bratches.

 

A Fórmula 1 já havia tentado chegar à Flórida em 2018, com uma corrida no centro de Miami. Porém, moradores do local rejeitaram a ideia inicial do circuito, além de impactar no comércio com o fechamento das vias para a realização do evento. No anúncio desta terça, os organizadores destacaram o retorno econômico com a prova.  "Estimamos um impacto anual de mais de 400 milhões de dólares e 35.000 vagas em hotéis da região, com o GP de Miami representando um gigantesco evento econômico para o sul da Flórida", continuou.

 

Os Estados Unidos já recebem uma prova na temporada de Fórmula, no Texas. As outras provas do continente são no Brasil, Canadá e México. "Somos profundamente gratos aos nossos fãs, autoridades eleitas e à indústria do turismo local por sua paciência e apoio durante todo esse processo", finalizou o comunicado.

Foto: Divulgação / F1mia.com

Histórico de Conteúdo