Allan do Carmo se muda para o Rio de Janeiro e põe fim à parceria com Rogério Arapiraca
Foto: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

O nadador baiano Allan do Carmo se mudou para o Rio de Janeiro e encerrou a parceria de 13 anos com o técnico Rogério Arapiraca. Na capital fluminense, ele ficará sob a batuta de Fernando Possenti na preparação para brigar por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

 

"Estava acomodado em Salvador, precisava novos desafios", disse Allan em entrevista ao Blog do Coach do site do "SporTV". "Agradeço demais a Rogério (Arapiraca), que me pegou do nada para ser um medalhista panamericano, campeão da Copa e melhor do mundo. Não teria jamais conseguido nada disso sem ele", completou.

 

A iniciativa da mudança foi tomada pelo próprio Allan do Carmo. No Rio, ele vai treinar no Centro Aquático Maria Lenk com Possenti, que também comanda a baiana Ana Marcela Cunha. O local é considerado um dos melhores do país e tem toda a estrutura do COB. Porém, mesmo com a troca, Allan seguirá representando o Centro de Treinamento Rogério Arapiraca (CTRA).

 

A parceria entre Allan do Carmo e Rogério Arapiraca começou em 2006. Por mais de uma década, o baiano se tornou o melhor nadador de águas abertas do Brasil. Ele conquistou a medalha de bronze no Pan de 2007, no Rio, duas vezes medalhista em Mundiais nas provas de revezamento e campeão da Copa do Mundo de Águas Abertas além de ser apontado como melhor nadador do mundo da modalidade em 2014.

 

A Seletiva Olímpica vai acontecer no próximo ano em Fukuoka, no Japão, onde os nove primeiros colocados garantem vaga nos Jogos de Tóquio-2020, além de outros cinco nadadores, um por continente, e o melhor japonês da prova. Antes disso, haverá uma seletiva brasileira para preencher as duas vagas do país nessa competição japonesa.

Histórico de Conteúdo