Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 16 de Junho de 2014 - 17:50

Em jogo fraco, Nigéria e Irã ficam no empate sem gols em Curitiba

por Glauber Guerra

Em jogo fraco, Nigéria e Irã ficam no empate sem gols em Curitiba
Foto: Getty Images
Nigéria e Irã protagonizaram um jogo fraco tecnicamente nesta segunda-feira (16) e não saíram do empate em 0 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).  A seleção africana teve as melhores chances do jogo, que teve os momentos de maior emoção concentrados no primeiro tempo. O resultado foi o primeiro 0 a 0 nesta Copa do Mundo.
 
A Nigéria volta a campo no próximo sábado (21), contra a Bósnia, às 19h, na Arena Pantanal. Já o Irã, vai encarar a Argentina, no mesmo dia, no Mineirão. O duelo está marcado para às 13h.


O JOGO


O Irã, com pouca tradição no futebol, é considerado o azarão do Grupo F. E chegou a Curitiba de olho nos três pontos e assim continuar sonhando com a classificação para a próxima fase. Já a Nigéria, em sua quinta participação na Copa do Mundo (  1994, 99, 2002, 10), trouxe consigo o estilo africano de muita força e velocidade, com a intenção de triunfar diante dos seus adversários.
 
O time comandado pelo técnico Stephen Keshi manteve a maior posse de bola e passou a jogar mais no campo de ataque nos minutos iniciais.  Aos dois minutos, Moses chegou pela ponta esquerda, limpou o lanche e chutou para o gol. Com tranquilidade, Alireza fez a defesa.
 
Nigéria pressiona
Aos sete minutos, os nigerianos celebraram. Moses cobrou escanteio em direção à área, o goleiro Aliresa saiu do gol, mas sofreu falta e o juiz parou o lance. A bola chegou entrar no gol depois, mas a infração já havia sido sinalizada.

Um minuto depois, Emenike rolou no meio e a defesa afastou o perigo. Mas, Onazi ficou com a sobra e bateu de dentro da área à direita do gol.

Enquanto a Nigéria pressionava, o Irã tentava trocar passes no meio de campo, mas não conseguia penetrar na zaga africana. Aos 23, os iranianos chegou trocando passes, mas foi parado pelo adversário. A seleção asiática pediu pênalti e o árbitro mandou seguir.
 
Apesar de ter maior posse de bola na partida, a Nigéria não conseguia concluir com êxito. Aos 30, Emenike cobrou falta no contra-pé do goleiro, que correu e conseguiu se recuperar a tempo de evitar o que seria o primeiro gol nigeriano.
 
Irã chega com perigo
A jogada de maior perigo do Irã veio somente aos 33 minutos e de bola parada. Após cobrança de escanteio, Ghooch cabeceou bem e o goleiro Eneyema foi obrigado a trabalhar para evitar o gol do Irã.


A Nigéria tentou responder aos 39. Emenike recebeu na entrada área, virou e bateu para fora.  E o zero não saiu do placar no primeiro tempo.

Segundo tempo


A etapa final começou bastante truncada, com erros de passes no meio de campo. Aos quatro, Reza Gucci,do Irã, pegou livre pela direita, cortou para a esquerda e finalizou para fora.

Após a jogada de perigo do Irã  o técnico Stephen Keshi decidiu deixar a Nigéria mais ofensiva. Tirou o meio de campo Moses e colocou o atacante Shola Ameobi. E deu certo. Azeez chegou com velocidade e cruzou para Emenike, o atacante dividiu com o zagueiro iraniano e a bola saiu para o tiro de meta.
 
Equipes falham nas finalizações

As duas equipes se concentravam em passes laterais para chegar até as beiradas do campo, principalmente pela direita, mas deixavam a desejar nas finalizações.

Aos 13, Emenike aproveitou sobra de bola dentro da área e chutou. A Brazuca fez uma curva e foi para fora.  Aos 17, Ghooch arriscou chute de fora da área em jogada de contra-ataque. A bola passou à direita do gol nigeriano.


Depois dos 20 minutos, Irã decidiu mudar a estratégia. A equipe recuou atrás da linha do meio-campo e apostou nos contra-ataques para tentar surpreender a Nigéria.

Empate permanece 
Com o duelo próximo do fim, as equipes tentavam abrir o placar. Aos 31, o Irã chegou pela lateral,  Amirhossein levantou a bola para a área e Mehrdad cabeceou fraco. Aos 36, Odemwigie dominou no peito e finalizou com perigo, mas o juiz achou que a bola foi dominada no braço e invalidou o lance.


FICHA TÉCNICA 

Copa do Mundo

Irã x Nigéria
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR) 
Data: 16 de junho de 2014, segunda-feira 
Horário: 16 horas (de Brasília) 
Árbitro: Carlos Vera, do Equador 
Assistentes: Christian Lescano e Byron Romero, ambos do Equador

Cartões amarelo: Timotian (Irã)

Gols:


IRÃ: Alireza Haghighi; Hosseini, Montazeri, Sadeq e Heydari; Pooladi, Timotian, Hajsafi, Nekounam e Dejagah (Jahanbakhsh); Ghoochannejhad. Técnico: Carlos Queiroz


NIGÉRIA: Enyeama; Ambrose, Oboabona (Yobo), Omerou e Oshaniwa; Onazi, Mikel, Azeez (Odemwingie) e Moses (Shola Ameobi); Odemwingie e Emenike  Técnico: Stephen Keshi


Histórico de Conteúdo