Juazeiro sedia prova de ciclismo de estrada neste final de semana
Foto: Divulgação

A cidade de Juazeiro vai sediar o Campeonato Baiano de Ciclismo de Estrada neste final de semana. A prova vai acontecer no sábado (20) e no domingo (21). A largada e a chegada será na empresa Agrovale, que fica na BR 235 a 30 km do município.

 

No sábado às 15hserá realizada a prova de Contra Relógio Individual (CRI), com percurso de 10 km. Qualquer atleta pode se inscrever, gratuitamente, para esta disputa, basta comparecer no local entre as 10h e 14h30. Já no domingo, acontece a prova de Estrada, com largada, no mesmo local do primeiro dia, mas às 9h. As inscrições podem ser feitas entre 8h e 8h45 e custam R$ 60 e R$ 70, para atletas não filiados à Federação Baiana de Ciclismo. O percurso será de 130 km para as categorias Elite masculina, Sub-30 e Máster A1 e A2, enquanto as demais terá distância de 100 km.

Jacuipense: 'Temos que deixar nossas vidas', diz Nicácio sobre jogo decisivo pelo acesso
Foto: Leandro Aragão / Bahia Notícias

Jacuipense e Floresta entram em campo no domingo (21), às 15h, no Valfredão, para definir o confronto das quartas de final da Série D do Brasileiro. Além da classificação à semifinal, também está em jogo uma das quatro vagas de acesso à Série C de 2020. A partida pode escrever um novo capítulo na história do clube baiano que nunca subiu de divisão no futebol nacional. O atacante Marcelo Nicácio disse que não vai medir esforços para alcançar esse objetivo inédito.

 

"Temos que entrar em campo no domingo e deixar nossas vidas, nossos corações e, se for preciso, sangue, mas temos que sair desse jogo classificados e com o acesso. Nossa equipe tem batalhado muito por esse momento que chegou e não podemos deixar a oportunidade passar. Todos estão cientes desse desafio de enfrentar uma equipe difícil, mas a gente tem totais condições de fazer um grande jogo e conseguir mais uma vitória que vai nos garantir o acesso à Série C", afirmou em entrevista ao Bahia Notícias. "A gente sabe que é um jogo importantíssimo que vale o acesso. Uma história a ser escrita por esse clube e uma alegria para a cidade", completou.

 

O jogo de ida, disputado em Fortaleza, terminou empatado em 2 a 2. O Jacuipense abriu o placar e dominava o jogo até os 29 minutos do segundo tempo quando o Floresta deixou tudo igual e logo em seguida virou para 2 a 1. A reação do time baiano veio no final do tempo regulamentar. Para Nicácio, esse tento no apagar das luzes devolveu a esperança ao Leão do Sisal.

 

"O gol de empate nos deu mais uma força, mais uma esperança de lutar pelo objetivo maior que é o acesso e poder fazer história nesse clube para dar alegria à toda essa cidade de Riachão do Jacuípe. Esse é o nosso objetivo que é trabalhar forte essa semana para que no domingo a gente possa estar bem preparado para mais uma batalha e no final dela a gente poder saborear e comemorar o acesso na nossa casa", falou.

 

Neste segundo encontro, o Jacuipense precisa vencer para conquistar a classificação e o acesso. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis. Com 100% de aproveitamento dentro de casa, Marcelo Nicácio acredita que a equipe baiana não deve mudar a forma de jogar como mandante, mesmo sendo um duelo decisivo.

 

"A gente não tem que mudar nada, temos que continuar da maneira que a gente tem jogado sempre em casa, focado, respeitando o adversário como respeitamos todos que a gente enfrentou aqui. A gente tem que ditar o ritmo de jogo e jogar forte", finalizou.

Variação climática faz técnico da Juazeirense acompanhar temperaturas de Brusque
Foto: Divulgação / Juazeirense

Após vencer o jogo de ida, por 1 a 0, sob o calor de Juazeiro, a Juazeirense vai decidir com o Brusque o confronto das quartas de final da Série D do Brasileiro sob o inverno de Santa Catarina. As duas equipes se enfrentam no domingo (21), às 16h, no Augusto Bauer, pela partida de volta. Preocupado com a mudança climática ao sair da quentura nordestina para as baixas temperaturas sulistas, o técnico do Cancão de Fogo, Maurílio Silva, está atento a previsão do tempo.

 

"Tenho acompanhado o climatempo. Vai estar intermediário e acredito que os atletas não vão sentir. Se bem que para o Nordestino 14° graus já é muito frio. Mas estamos prontos para  superar. Nossa preocupação maior é o adversário", disse.

 

Durante a carreira de jogador de futebol, Maurílio Silva passou por alguns clubes sulistas como Paraná, Grêmio, Juventude, além do Colorado e Pinheiros, ambos do Paraná, que foi onde deu seus primeiros chutes na profissão. Portanto, o treinador tem experiência em atuar em lugares onde frio é mais intenso.

 

"Eu joguei no Paraná e tive alguns jogos em Santa Catarina contra Joinville e Avaí em momentos de frio. Joguei muito tempo também no Juventude, no Grêmio, aonde peguei frios intensos, com jogos a 1°C, 2°C, 3°C, muito frio mesmo... O atleta tem que se desdobrar. Aquecer bem, manter uma boa concentração e dentro de campo não dá pra parar", recordou.

 

Para este segundo e decisivo encontro, a Juazeirense tem a vantagem de jogar pelo empate para conquistar a classificação à semifinal e, principalmente, uma das quatro vagas de acesso à Série C de 2020. Já o Brusque precisa reverter a situação apenas uma vitória, a partir de dois gols de diferença, interessa. O triunfo do time catarinense por um tento a mais leva definição do confronto para os pênaltis.

Para jogo contra o Vitória, Gilson Kleina quer ver Criciúma com vontade de vencer
Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma E.C.

O jogo contra o Vitória, nesta sexta-feira (19), às 21h30, será no Barradão. Apesar de estar longe de casa, o técnico Gilson Kleina quer ver o Criciúma jogando com vontade de vencer a partida, que vale pela 10ª rodada da Série B do Brasileiro. Além disso, ele cobra atenção aos seus comandados e pede que ignorem a péssima situação vivida pelo adversário, que é o lanterna da competição com quatro pontos.

 

"Todo jogo é difícil. A gente não tem que analisar a posição do Vitória, mas que é um time de tradição. Estreou vários jogadores neste jogo. Tiraram a pressão dos jogadores que vinham convivendo com a situação. É uma equipe técnica e que marcou bem. Temos que ficar atentos. Não podemos perder nossa atitude, que é jogar com vontade de vencer. Esse DNA tem que prevalecer", afirmou.

 

O motivo de buscar o triunfo contra o Vitória não é à toa. Apesar da aparente distância em termos de posições, o 12º colocado Criciúma tem 12 pontos, sete pontos a menos do que o líder Bragantino e cinco do quarto colocado Sport. Querendo subir na tabela, a ordem de Kleina aos seus comandados é pontuar. 

 

"Estamos a sete pontos do líder. Temos que pontuar, pois o campeonato está embolado. Cada jogo a gente faz uma análise. Eu entendo que alguns resultados causam surpresa, como a goleada do Figueirense sobre o América-MG ou a vitória do Brasil sobre o Botafogo-SP. Isso mostra que o objetivo é sempre o próximo. Temos que viver um jogo de cada vez", disse.

Quinta, 18 de Julho de 2019 - 11:30

'Tem que estourar mais tarde', diz Jean Pyerre sobre foguetório na porta do hotel

por Leandro Aragão

'Tem que estourar mais tarde', diz Jean Pyerre sobre foguetório na porta do hotel
Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Além do técnico Renato Gaúcho (leia mais aqui), o jovem jogador do Grêmio, Jean Pyerre, também ironizou o foguetório feito por torcedores do Bahia durante a madrugada da última quarta-feira (17) na porta do hotel onde a delegação gaúcha estava hospedada (relembre aqui). O barulho pode ter atrapalhado o sono dos jogadores, mas não se refletiu em campo. O time de Porto Alegre bateu o Esquadrão de Aço por 1 a 0, na Arena Fonte Nova e ficou com a vaga na semifinal da Copa do Brasil. O meia, de 21 anos, recomendou que os fogos fossem estourados mais tarde.

 

"Eu me senti jogador profissional de verdade acontecendo essas coisas, porque só tinha ouvido falar. Mas quando for estourar os fogos, que estourem um pouquinho mais tarde, porque 1h, 2h é muito cedo. Tem que estourar mais tarde", declarou em entrevista à Rádio Bandeirantes, de Porto Alegre.

 

O próximo adversário do Grêmio na Copa do Brasil será o Athletico-PR. As datas dos dois jogos ainda serão divulgados pela CBF. O Tricolor de Porto Alegre volta ao campo no sábado (20), às 19h, no Beira-Rio, para fazer o clássico gaúcho contra o Internacional, pela 11ª rodada do Brasileiro. A equipe de Jean Pyerre ocupa a 10ª posição com 14 pontos na tabela.

Após classificação, jogadores do Athletico-PR provocam Gabigol e Flamengo
Foto: Reprodução

O Athletico-PR conquistou a vaga na semifinal da Copa do Brasil ao eliminar o Flamengo nas disputa de pênaltis. Após empate em 1 a 1, no tempo normal, o time paranaense venceu por 3 a 1 nas cobranças da marca da cal, na última quarta-feira (17), no Maracanã, pelas quartas de final. Após a classificação, os jogadores do Furacão comemoraram com uma provocação imitando o atacante Gabigol quando marca seus gols e completaram ironizando o time carioca, famoso por ficar no "cheirinho" prolongando o jejum de títulos em competições nacionais e internacionais. O volante Bruno Guimarães contou que o atleta adversário teria dito que sua equipe teria vida fácil no Maracanã após o empate no jogo de ida.

 

"Não só aqui (no Maracanã) como lá (na Baixada) também. Ele falou que um empate seria bom, porque aqui ia ser fácil. Quando está ganhando pode fazer graça, mas quando perde tem que aceitar. Mas foi uma brincadeira sadia", explicou.

 

O zagueiro Léo Pereira engrossou o coro do companheiro e ainda reforçou que o jogador do Flamengo provocou também em durante o jogo todo.

 

"Ele falou uma coisa durante o jogo que não agradou, dizendo que o jogo estava fácil. Mostramos para ele que não estava", comentou.

 

Na saída do estádio, Gabigol evitou entrar na polêmica da comemoração dos jogadores do Athletico-PR.

 

"Cada um comemora da maneira que quer, essa comemoração não faço pra brincar com os outros, comemoro assim para louvar a Deus, ele que me dá força para estar no Flamengo e fazer o que eu mais gosto, que é jogar futebol. Cada um comemora como quer, respeito isso", minimizou.

 

Na semifinal da Copa do Brasil, o Athletico-PR vai enfrentar o Grêmio. A CBF ainda vai definir as datas do confronto. O Furacão volta ao gramado no sábado (20), às 19h, para encarar o CSA, no Rei Pelé, pela 11ª rodada do Brasileirão. O time paranaense ocupa a 12ª posição com 13 pontos.

 

Assista o vídeo da provocação dos jogadores do Athletico-PR:

Diego explica pênalti mal batido na eliminação do Flamengo na Copa do Brasil
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Após empatar em 1 a 1 com o Athletico-PR, o Flamengo acabou eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil ao perder na disputa de pênaltis por 3 a 1, na noite desta quarta-feira (17), no Maracanã. O meio-campista Diego foi encarregado de abrir as cobranças do time carioca, mas acabou batendo mal e praticamente recuando a bola nas mãos do goleiro Santos. Na saída da zona mista, o camisa 10 e capitão do Mengo se explicou.

 

"A dor no peito está muito grande, não vou esconder, mas tenho que seguir em frente. Toda cobrança de pênalti é uma batalha entre o goleiro e o batedor. Assisti aos vídeos, assim como os goleiros também nos estudam, treinei exatamente igual. Ele vinha tomando as decisões sempre de sair antes. Não bati forte para ter precisão e cobrei alto para não bater na perna dele. Não foi cavadinha", afirmou.

 

Diego chegou ao Flamengo em 2016. Desde então ele já errou cinco dos 13 pênaltis cobrados nesse período. Questionado sobre o aproveitamento na marca da cal, o meia admitiu o mau momento, mas disse que não deixar de cobrar.

 

"Fui campeão do mundo pelo Porto na disputa. Fui duas vezes campeão da Copa América batendo pênaltis. Tive outras classificações em vários torneios batendo pênaltis. Aqui no Flamengo, o aproveitamento não tem sido como eu gostaria, mas as decisões que tomo são sempre conscientes. Durante o jogo, reconheço que há outros jogadores em momento melhor e têm batido, como Gabigol e Everton, mas na disputa, na posição em que estou, não tem como e não vou fazer de passar a bola, passar a responsabilidade", disse.

 

Eliminado da Copa do Brasil, o Flamengo ainda está vivo na disputa da Libertadores, onde vai encarar o Emelec pelas oitavas de final, e segue próximo do líder Palmeiras no Brasileirão. Terceiro colocado, o time carioca tem 20 pontos, seis a menos do que o Verdão na tabela de classificação do campeonato nacional. A equipe volta ao gramado no domingo (21), às 16h, para enfrentar o Corinthians, no Itaquerão, pela 11ª rodada do certame.

Quinta, 18 de Julho de 2019 - 08:30

Geromel parabeniza time do Grêmio pela classificação: 'Todo mundo trabalhou'

por Ulisses Gama / Leandro Aragão

Geromel parabeniza time do Grêmio pela classificação: 'Todo mundo trabalhou'
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

O zagueiro Pedro Geromel parabenizou o time do Grêmio pela atuação na vitória sobre o Bahia por 1 a 0, nesta quarta-feira (17), na Arena Fonte Nova, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Com o resultado, o Tricolor gaúcho garantiu vaga na semifinal do torneio nacional.

 

"O grupo todo está de parabéns. Foi um jogo muito complicado, muito difícil. O time deles estava muito bem armado, mas todo mundo se entregou, a gente fez tudo para minimizar a chance deles para fazer gol. Todo mundo correu, todo mundo trabalhou, a gente conseguiu impor nosso ritmo de jogo e fiquei muito feliz com a classificação", disse em entrevista ao Bahia Notícias.

 

Pedro Geromel atribuiu o sucesso do Grêmio na Copa do Brasil a manutenção da base do time e da continuidade de Renato Gaúcho no comando da equipe. Nos últimos anos, o Tricolor gaúcho vem conquistando títulos em sequência, destacando os mais importantes que foram a Copa do Brasil de 2016 e a Libertadores de 2017.

 

"Nosso time é característico por jogar copas assim, já estamos acostumados por jogar esse tipo de competição. Então, a gente já sabe como se joga. É um time com bastante experiência. O primeiro time, que sempre joga, tem a mesma base do último e penúltimo ano, isso ainda com o Renato como treinador que já está fazendo uma sequência. É muito importante para a continuidade. Acho que se a gente conseguiu os títulos todos que conseguimos e conseguir agora uma classificação para uma semifinal de Copa do Brasil, onde muitos times queriam estar, acho que passa muito pelo trabalho do Renato", afirmou.

 

Agora, o Grêmio vai disputar uma vaga na final da Copa do Brasil com o Athletico-PR. As datas dos jogos ainda serão definidas pela CBF. No Brasileirão, o Tricolor gaúcho ocupa a 10ª colocação com 14 pontos e vai fazer o clássico gaúcho contra o Internacional no sábado (20), às 19h, no Beira-Rio, pela 11ª rodada.

Renato Gaúcho ironiza foguetório após vitória: 'Tive algumas ideias durante a madrugada'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O sono da delegação do Grêmio não foi tranquilo na véspera da decisão com o Bahia pelas quartas de final da Copa do Brasil. Torcedores baianos fizeram um foguetório na porta do hotel onde a equipe estava concentrada (leia mais aqui). Porém, isso não foi o suficiente para atralhar o time gaúcho que na noite desta quarta-feira (17) venceu o jogo por 1 a 0 na Arena Fonte Nova e ficou com a classificação. O técnico Renato Gaúcho ironizou a ação da torcida do Tricolor baiano.

 

"Acordei com o foguetório, nem vou comentar porque senão vou estar dando moral. Não vale a pena dar moral. Agradeço porque tive algumas ideias durante a madrugada, me acordaram e pensei o que poderia acontecer em termos de substituições. Agradeço", disse na entrevista coletiva.

 

Renato Gaúcho ficou bastante satisfeito com a atuação do Grêmio. A equipe mostrou superioridade em relação ao Bahia durante toda a partida. O treinador gremista também elogiou a festa que o torcedor baiano fez nas arquibancadas da Arena Fonte Nova que recebeu seu público recorde entre clubes desde a reforma para a Copa do Mundo de 2014 (veja mais aqui).

 

"O comportamento na parte tática foi muito bom. Praticamente o Bahia não teve chances, uma no primeiro tempo. Mostra quanto o Grêmio dominou a partida, conquistamos a vitória e classificação para a semi da Copa do Brasil. Tenho que dar os parabéns para a torcida do Bahia, fez uma festa belíssima, é uma torcida empolgante. Um tinha que passar, passou o Grêmio. Fico feliz, principalmente pelo comportamento da equipe. Conseguimos a classificação. Nestas horas o Grêmio cresce bastante. Crescemos na competição na hora certa", afirmou.

 

Na semifinal da Copa do Brasil, o Grêmio vai enfrentar o Athletico-PR. As datas dos jogos ainda serão definidas pela CBF. Agora, a equipe volta suas atenções ao Brasileirão. Ocupando a 10ª posição com 14 pontos, os comandados de Renato farão o clássico gaúcho com o Internacional no sábado (20), às 19h, no Beira-Rio, pela 11ª rodada da competição.

Quarta, 17 de Julho de 2019 - 23:31

Léo Moura vibra com classificação do Grêmio na Copa do Brasil: 'Importantíssima'

por Ulisses Gama / Leandro Aragão

Léo Moura vibra com classificação do Grêmio na Copa do Brasil: 'Importantíssima'
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

O lateral-direito Léo Moura não chegou a entrar em campo na noite desta quarta-feira (17), mas foi um dos que mais comemoraram a classificação do Grêmio à semifinal da Copa do Brasil. O time gaúcho bateu o Bahia por 1 a 0, na Arena Fonte Nova, e venceu o confronto das quartas de final do torneio nacional.

 

"Acho que a gente está ali vivendo o jogo. Mesmo de fora a gente torce para os companheiros para que possa dar certo. Então, foi uma classificação importantíssima e no momento as coisas tem dado certo aqui no Grêmio. Estou muito feliz por estar vivendo isso e espero que essa fase boa possa continuar", afirmou em entrevista ao Bahia Notícias.

 

Léo Moura exaltou a atuação do Grêmio. Ele destacou o futebol jogado pela equipe gaúcha que foi superior ao Bahia dentro de campo e precisa para ficar com a classificação.

 

"A equipe ficou o tempo todo buscando o resultado, foi para cima. A gente sabe que é difícil jogar aqui. O Bahia tem uma torcida que empurra bastante, mas a equipe hoje jogou um belo futebol, foi cirúrgica e conseguiu a classificação", analisou.

 

Na semifinal, o Grêmio vai enfrentar o vencedor do duelo entre Athletico-PR e Flamengo. Léo Moura já vestiu a camisa do Rubro-Negro carioca e foi um dos ídolos do clube. Ele despistou ao ser questionado sobre um possível reencontro com o ex-time. 

 

"A gente não escolhe adversário ainda mais sendo semifinal de Copa do Brasil. O adversário que passar vai encarar um Grêmio totalmente focado e a gente vai fazer de tudo para ir para a final", finalizou.

 

O Grêmio volta ao gramado no sábado (20), às 19h, para fazer o clássico gaúcho com o Internacional, no Beira-Rio, pela 11ª rodada do Brasileirão. O Bahia também joga no mesmo dia, mas um pouco mais cedo às 17h, contra o Cruzeiro, novamente na Fonte Nova. 

Histórico de Conteúdo