Terça, 10 de Dezembro de 2019 - 09:15

Opinião: Em respeito ao planejamento, Bahia precisa definir impasses o quanto antes

por Ulisses Gama

Opinião: Em respeito ao planejamento, Bahia precisa definir impasses o quanto antes
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Terça-feira, 10 de dezembro de 2019.

 

A temporada deste ano acabou, mas logo logo 2020 chega feito um turbilhão para todos nós. O tempo fica ainda mais curto quando se fala no futebol. É necessário ter atenção, esmero e principalmente respeito ao planejamento para as competições que se aproximam.

 

Um bom planejamento precisa, antes de tudo, de tranquilidade para ser executado. Envolvido em impasses, o Bahia não tem essa tranquilidade de forma plena.

 

O presidente Guilherme Bellintani declarou que seria definida na última segunda-feira (9) a situação do diretor de futebol Diego Cerri, que está na mira do Palmeiras após a saída de Alexandre Mattos. A dúvida, no entanto, ainda paira na cabeça de todos sobre a decisão do dirigente, que está no clube desde 2016.

 

A outra dúvida gira em torno do próprio Bellintani. Seu nome fervilha nos bastidores sobre uma possível candidatura à prefeitura de Salvador e ainda não há uma decisão pública divulgada. O mais próximo que se pode ouvir sobre o assunto é o cansado "estou focado no Bahia". 

 

Como repórter que acompanha o clube, afirmo que não há dúvidas que Bellintani tem trabalhado muito a favor do Tricolor. É um presidente ativo, que mesmo em meio ao intenso calendário de compromissos administrativos faz questão de estar presente nas atividades do futebol, além de tomar decisões importantes ao lado dos demais dirigentes. No entanto, a interrogação sobre o seu futuro causa incômodo nos torcedores, que viram o clube cair vertiginosamente do fim do Campeonato Brasileiro.

 

São necessárias respostas rápidas para buscar um ano positivo em 2020.

Histórico de Conteúdo