Em crise e sob protestos da torcida, Bahia toma três do ABC no Pituaçu e se complica no Nordestão
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O Bahia entrou em campo nesta noite de domingo contra o ABC para apagar a péssima apresentação do jogo contra o Ceará no meio da semana, mas não foi o que aconteceu. A equipe comandada pelo técnico Jorginho, demonstrando uma grande crise técnica, perdeu para o time potiguar por 3 x 0 e se complicou de vez na Copa do Nordeste.

 
Isso porque, com este resultado, os baianos permaneceram com sete pontos, caindo agora para a terceira posição do grupo A da competição. E sem muitas saídas, o tricolor precisa vencer o Itabaiana na quarta-feira, fora de casa, para garantir vaga na próxima fase da competição. 

ABC abre placar e torcida se irrita no Pituaçu
Precisando vencer para apagar o péssimo desempenho na derrota para o Ceará na última quinta-feira, o Bahia partiu com tudo desde o início de jogo e logo aos cinco minutos teve a chance de abrir o marcador. Em levantamento na área de Neto, a bola sobrou na cabeça de Fahel, que testou firme, mas errando o alvo.

 
Aos 18, o tricolor teve mais uma boa oportunidade. Jussandro fez ótima jogada pela esquerda e tocou o atacante Souza, que driblou o goleiro Andrey e, sem ângulo, colocou a bola para fora. 

 
A resposta do ABC chegou no minuto seguinte. Em rápido contra-ataque, a redonda sobrou nos pés do jovem Wanderley, que ajeito com calma e chutou forte, acertando a trave do goleiro Marcelo Lomba.

 
Já aos 26, a equipe visitante aproveitou falha no sistema defensivo baiano para assustar novamente. Renato driblou a zaga tricolor e chutou com força, mandando a bola para fora mais uma vez. 

 
Três minutos depois, os comandados de Jorginho chegaram com perigo. Neto, em sua especialidade, bateu colocado para fora, assustando Andrey, já que a bola passou perto da trave potiguar.   

 
Mas, voltando a repetir os erros dos jogos passados, o tricolor deixou o ABC abrir o placar. Aos 38, depois do cruzamento de Flávio, o baixinho Júnior Xuxa testou firme, sem chances para Marcelo Lomba.

ABC amplia, tricolor se complica e torcida protesta
Desesperado, o tricolor baiano partiu para o ataque em busca do empate e aos dois minutos teve a chance. Após receber lançamento de Diones, Souza entrou na área e chutou, mas Alexandre conseguiu tirar a bola. 

 
Três minutos depois, o ABC deu a resposta. Em rápido contra-ataque novamente, assim como aconteceu no primeiro tempo, Jean Carioca chegou na frente do gol e tentou chutar, mas Titi se antecipou.

 
Pressionado, o Bahia deixou muitas espaços para o alvinegro potiguar, que se mostrou bem à vontade no segundo tempo. E aos 14, por pouco o time de Givanildo não ampliou. Wanderley, em contra-ataque, tentou tocar para Rodrigo Silva, mas Titi tirou mais uma vez.

 
Mas, depois de tanto pressionar, o ABC fez o segundo. Wanderley, em jogada individual, entrou na área e, na saída de Lomba, tocou para Rodrigo Silva empurrar para o fundo das redes.

E antes de terminar o confronto, os visitantes fecharam o caixão tricolor. Aos 41, Wanderley recebeu cruzamento de Alexandre para finalizar com força, estufando as redes do time baiano. 

FICHA TÉCNICA
Copa do Nordeste
Bahia 0 x 3 ABC
Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 03/02/2012
Árbitro:  Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Auxiliares: Otávio Correia de Araújo Neto e Lennon McCartney Farias

Público: 5.997 pagantes

Bahia: Marcelo Lomba; Neto, Danny Morais, Titi e Jussandro; Fahel, Hélder, Diones (Anderson Talisca) e Zé Roberto (Ítalo Melo); Ryder e Souza. Técnico: Jorginho.
 
ABC: Andrey (Lopes); Renato, Flávio Boaventura, Vinícius e Alexandre; Hamilton, Edson, Júnior Xuxa (Raul) e Jean Carioca; Wanderlei e Rodrigo Silva. Técnico: Givanildo de Oliveira.


Histórico de Conteúdo