Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Nova atacante do Bahia, Moretti cita sofrimento com calor e evita comparação com Gadu
Foto: Rafael Machaddo / EC Bahia

Com passagens por Santos, Athletico Paranaense e Internacional, a atacante Daiane Moretti vai defender o Bahia na disputa da Série A-1 a partir deste final de semana. Natural de Londrina, a jogadora admitiu sofrimento para se adaptar ao calor baiano, mas garantiu que chega para somar e ajudar o time.

 

"Adaptação nas duas primeiras semanas eu sofri um pouco. O calor da Bahia é complicado... Mas a gente vem para somar e vamos nos adaptando ao clima, o corpo vai acostumando. Já estou mais acostumada. A nossa expectativa é das melhores, o time é bom, muito forte com a bola no pé. Série A-1 é outro tipo de jogo, mas estamos preparadas", disse.

 

Para a atleta de 33 anos, a elite do futebol feminino nacional conta com vários tipos de estilo de jogo e jogadoras.

 

"A Série A-1 engloba todos os tipos. Existem meninas com muita qualidade técnica, de arrasto, meninas inteligentes. Engloba todos os tipos de jogos e situações", explicou.

 

Com a responsabilidade de substituir a artilheira Gadu, que deixou o clube para fechar com o Real Brasília, Moretti evitou comparações e apontou o objetivo de ajudar o time com gols.

 

"Gadu foi Gadu e Moretti vai ser Moretti. A gente tem características diferentes. Ela é mais veloz, eu sou mais inteligente... Dentro da equipe, vou buscar contribuir e vou estar na área para fazer os gols", projetou.

 

O Bahia fará a sua estreia neste domingo (18), contra o Botafogo, no estádio Nilton Santos.

Histórico de Conteúdo